Filmes por gênero

A ESTRADA DA VIDA (1954)

La strada
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A estrada (Portugal)
The road (USA)
La estrada (Espanha)
La calle (México)
Das lied der straße (Alemanha, Austria)
Landeveien (Noruega)
Vägen (Finlândia)
Pais: Itália
Gênero: Drama
Direção: Federico Fellini
Roteiro: Federico Fellini, Ennio Flaiano, Tullio Pinelli
Produção: Carlo Ponti, Dino De Laurentiis
Design Produção: Mario Ravasco
Música Original: Nino Rota
Direção Musical: Franco Ferrara
Fotografia: Otello Martelli
Edição: Leo Cattozzo
Direção de Arte: Brunello Rondi, Enrico Cervelli
Figurino: Margherita Marinari
Maquiagem: Eligio Trani
Efeitos Sonoros: Aldo Calpini, R. Boggio
Nota: 9.4
Filme Assistido em: 1956

Elenco

Giulietta Masina Gelsomina
Anthony Quinn Zampanò
Richard Basehart Louco
Aldo Silvani Sr. Giraffa
Marcella Rovera A viúva
Livia Venturini A irmã
Mario Passante Garçom
Goffredo Unger Homem impedindo Zampanò de atacar o louco
Nazzareno Zamperla Homem impedindo Zampanò de atacar o louco
Anna Primula .
Gustavo Giorgi .
Yami Kamadeva .

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Dino De Laurentiis, Carlo Ponti )

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Europeu (Federico Fellini)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Produção ( Dino De Laurentiis, Carlo Ponti)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Direção (Federico Fellini)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Roteiro (Federico Fellini, Tullio Pinelli)

Prêmios Blue Ribbon

Blue Ribbon de Melhor Filme Estrangeiro (Federico Fellini)

Círculo dos Roteiristas de Cinema, Espanha

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Festival Internacional de Veneza, Itália

Prêmio Leão de Prata de Melhor Direção (Federico Fellini)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Original (Federico Fellini, Tullio Pinelli )

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Atriz Estrangeira (Giulietta Masina)

Festival Internacional de Veneza, Itália

Prêmio Leão de Ouro (Federico Fellini)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Zampanò é um grosso e insensível artista ambulante que, para ganhar alguns trocados, exibe-se nas praças das cidades do interior do sul da Itália, arrebentando correntes e mostrando sua força física.  Sem endereço fixo, parece gostar do que faz.  Dorme sempre ao ar livre, numa liberdade total.

Sua vida começa a mudar quando compra de uma pobre mulher, sua filha Gelsomina, que passa a ser sua assistente e com a qual acaba por manter uma vida de marido e mulher.  Anteriormente, Zampanò já havia levado Rosa, irmã mais velha de Gelsomina, que morrera de modo não muito claro.

Muito maltratada pelo companheiro, ela nada sabe da vida.  Com o passar do tempo, entretanto, torna-se uma boa profissional e insiste na relação por não querer que ele siga sozinho e  acreditar que talvez, a seu modo, ele a ame.

Quando eles se juntam a um circo, Zampanò é ridicularizado por Louco, um equilibrista prodigioso, tornando-se seu rival.  Por outro lado, Gelsomina inicia uma amizade com o equilibrista, de quem aprende que, apesar das humilhações por que passa, ela é uma jovem digna.  Seu relacionamento com Louco termina por colocá-la em dúvida se foge ou não com ele.

Pouco tempo depois, entretanto, Zampanò ataca o equilibrista, resultando numa tragédia que trará conseqüências para todos os envolvidos.

imagem

Comentários

"A Estrada" é mais uma obra-prima do neo-realismo italiano.  Realizado pelo grande mestre, Federico Fellini, que também trabalhou na elaboração do roteiro, o filme apresenta um vigor e uma dramaticidade inesquecíveis.

Com um magistral trabalho de direção, Fellini desenvolve a trama concentrando-se em três personagens apaixonantes.  As interpretações de Giulietta Masina e Anthony Quinn são simplesmente magníficas.  Completando o trio principal, Richard Basehart também está ótimo.

Finalmente, "A Estrada" apresenta ainda a maravilhosa música de Nino Rota, injustamente não premiada.

CAA