Filmes por gênero

A FELICIDADE NÃO SE COMPRA (1946)

It's a wonderful life
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Do céu caiu uma estrela (Portugal)
La vie est belle (França, Bélgica, Canadá)
La vita è meravigliosa (Itália)
¡Qué bello es vivir! (Espanha, Argentina, México)
Ist das leben nicht schön? (Alemanha)
Livet är underbart (Suécia)
Mens, durf te leven (Holanda)
Det er herligt at leve (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance, Fantasia
Direção: Frank Capra
Roteiro: Albert Hackett, Frances Goodrich, Frank Capra
Produção: Frank Capra
Música Original: Dimitri Tiomkin
Música Não Original: Alfred Newman, Louis Lambert, Mendelssohn-Bartholdy
Direção Musical: Dimitri Tiomkin
Fotografia: Joseph Walker, Joseph Biroc
Edição: William Hornbeck
Direção de Arte: Jack Okey
Figurino: Edward Stevenson
Maquiagem: Gordon Bau
Efeitos Sonoros: John Aalberg, Clem Portman, Richard Van Hessen
Efeitos Especiais: Daniel Hays, Russell Shearman
Nota: 9.2
Filme Assistido em: 1947

Elenco

James Stewart George Bailey
Donna Reed Mary Hatch Bailey
Lionel Barrymore Sr. Potter
Thomas Mitchell Tio Billy
Henry Travers Clarence
Beulah Bondi Sra. Bailey
Frank Faylen Ernie Bishop
Ward Bond Oficial Bert
Gloria Grahame Violet Bick
H. B. Warner Sr. Emil Gower
Todd Karns Harry Bailey
Samuel Hinds Peter Bailey
Mary Treen Prima Tilly
Frank Albertson Sam Wainwright
Virginia Patton Ruth Dakin Bailey
Charles Williams Primo Eustace
Sarah Edwards Sra. Hatch
William Edmunds Sr. Martini
Lillian Randolph Annie
Argentina Brunetti Sra. Martini
Jimmy Hawkins Tommy Bailey
Karolyn Grimes Zuzu Bailey
Larry Simms Peter Bailey
Sheldon Leonard Nick
Ray Walker Joe

Prêmios

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Direção (Frank Capra)

Círculo dos Roteiristas de Cinema, Espanha

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios para Jovens Artistas, EUA

Prêmio de Melhor Ator com 10 anos ou menos (Jimmy Hawkins)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Direção (Frank Capra)

Oscar de Melhor Gravação de Som (John Aalberg)

Oscar de Melhor Edição (William Hornbeck)

Oscar de Melhor Ator (James Stewart)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Direção (Frank Capra)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

George Bailey é um jovem que sonha em crescer na vida e ajudar o mundo a ser melhor.  Desde pequeno, sempre foi de fazer boas ações.  Aos doze anos, salvou a vida de seu irmão mais novo, Harry, mergulhando num córrego gelado, o que lhe valeu a perda da audição de seu ouvido esquerdo.  Na mesma época, impediu que o farmacêutico Gower, para quem trabalhava, trocasse inadvertidamente o remédio de uma criança por um tipo de veneno.

Seu pai, Peter Bailey, e seu tio Billy mantêm uma Instituição Financeira com a finalidade de ajudar pessoas que necessitam de dinheiro, para melhorarem de vida, sem a cobrança dos altos juros praticados pelo mercado.  Sr. Potter, o homem mais rico e ambicioso do Condado, proprietário do principal Banco da região, explora dezenas de famílias pobres que pagam altos aluguéis em seus imóveis, e faz de tudo para acabar com a Instituição dos Bailey.

Aos 21 anos, George trabalha para o pai, mas seu verdadeiro sonho é se formar em engenharia para construir arranha-céus, pontes e aeroportos.  Entretanto, ao conseguir dinheiro e se preparar para ir para a Faculdade, seu pai morre e ele se vê obrigado a substituí-lo.  Na ocasião, entrega o dinheiro para o irmão, a fim de que este curse uma universidade, após o que Harry assumiria seu cargo na empresa e ele realizaria seu velho sonho de se tornar engenheiro.

Anos depois, Harry chega ao Condado em companhia de Ruth, sua esposa, apenas para uma visita, pois vai trabalhar numa fábrica do sogro em Buffalo.  Assim, mais uma vez, George se vê obrigado a adiar seus planos.

Desde criança, a jovem Mary Hatch era apaixonada por George.  Depois de passarem um longo período sem se verem, eles se encontram num baile e, pouco tempo depois, se casam.  Ao tomarem um táxi para a estação ferroviária, pois pretendem passar a lua-de-mel em Nova York e nas Bermudas, o recém-casados são surpreendidos por um movimento anormal na sede da empresa, o que os leva a irem até lá.  Seu tio Billy lhes informa que, em função de uma manobra do Sr. Potter, está havendo uma corrida ao escritório, e este não se acha com caixa suficiente para honrar todos os compromissos.  A viagem de núpcias é cancelada e, respeitado por sua integridade, George negocia uma saída que atenda aos interesses de todos.

Contra a política de Potter, que explora a população pobre da cidade, George constrói e inaugura o Parque Bailey, entregando títulos de propriedade a dezenas de famílias.  Assim, cerca de 90% dos inquilinos que pagavam aluguéis ao ambicioso banqueiro, contam agora com sua moradia própria.

O sonho de se tornar engenheiro vai-se tornando cada vez mais longe.  O casal tem quatro filhos.  Durante a 2ª Guerra Mundial, Harry é convocado para a Força Aérea, sendo ao final condecorado pelo Presidente Truman.  Por sua deficiência auditiva, George não é convocado mas ajuda, assim como Mary, no esforço de guerra.

Terminado o conflito mundial, Potter não desiste de acabar com a empresa de George e do tio Billy.  Assim, quando este último vai a seu Banco fazer um depósito de US$ 8 mil, perde o dinheiro que levava num envelope, o que é visto pelo banqueiro.  Este se apossa da quantia, ao mesmo tempo em que manobra para que um fiscal faça imediatamente uma auditoria na Instituição Financeira dos Bailey.  Obviamente, que o auditor encontra a falta dos US$ 8 mil ao analisar os livros contábeis.

Em dificuldades, George se vê obrigado a pedir ajuda ao Sr. Potter.  Este, ao invés de ajudá-lo, o denuncia por apropriação indébita e malversação de fundos.  Abatido, depois de se embriagar, ele bate com o carro e decide se suicidar, pulando de uma ponte.  É quando aparece seu anjo da guarda, em forma humana e de nome Clarence, que o salva.  Ainda desolado, George comenta com o anjo que tudo teria sido melhor se ele nunca tivesse nascido.

Clarence, depois de consultar quem o enviou à Terra, informa George que seu desejo foi atendido, ou seja, que ele nunca existiu.  A seguir, os dois saem pela cidade que, àquela altura, se chamaria Pottersville e não mais Bedford Falls, e ninguém o reconhece.  Mary, sua mulher, teria se tornado uma bibliotecária solteirona e os pobres, por ele ajudados, teriam se tornado miseráveis sob o jugo de Potter.  Diante dessas visões, ele ora a Deus pedindo sua vida de volta, sendo imediatamente atendido.

Assim, ele corre pra casa, onde encontra todos preocupados com seu desaparecimento, inclusive o auditor, a essa altura com uma ordem de prisão pelo suposto desfalque de US$ 8 mil.  É quando tio Billy chega carregando balaios cheios de dinheiro doado pelos amigos, principalmente por aqueles que viam em George seu grande benfeitor.  A quantia doada supera em muito o valor questionado.

Junto a uma árvore de Natal, com todos reunidos, George encontra um livro com uma dedicatória de seu anjo da guarda, que diz: "Lembre-se que ninguém é um fracasso se tem amigos".

imagem

Comentários

"A Felicidade Não Se Compra" é um ótimo filme que mistura fantasia, drama e romance.

Co-escrito, produzido e dirigido pelo cineasta Frank Capra, mestre em criar filmes que apresentem mensagens que reforcem os valores positivos do ser humano, a exemplo de "A Mulher Faz o Homem", o filme fala de amizade, compaixão, solidariedade, amor verdadeiro, honestidade.

Além de escrever um ótimo roteiro, Capra nos brinda com um belo trabalho de direção, o que não é nenhuma novidade.

Depois de ter ganho o Oscar por sua atuação em "Núpcias de Escândalo", de 1940, e sido indicado ao prêmio por seu trabalho em "A Mulher Faz o Homem", de 1939, James Stewart mais uma vez recebe a indicação à estatueta por sua magnífica interpretação neste novo filme de Capra.  Donna Reed, no papel da mulher de George, está muito bem, demonstrando ter uma ótima química ao lado de Stewart.  Merecem ainda ser destacadas as atuações dos veteranos Lionel Barrymore e Thomas Mitchell.

CAA