Filmes por gênero

A GRANDE ILUSÃO (1937)

La grande illusion
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: The grand Illusion (Estados Unidos)
La grande illusione (Itália)
Die große Illusion (Austria, Alemanha)
La gran ilusión (Espanha, Argentina)
Den store illusion (Dinamarca)
Den store illusjon (Noruega)
De grote illusie (Holanda)
Den stora illusionen (Suécia)
Pais: França
Gênero: Drama, 1ª Guerra Mundial
Direção: Jean Renoir
Roteiro: Jean Renoir, Charles Spaak
Produção: Frank Rollmer, Albert Pinkovitch
Design Produção: Eugène Lourié
Música Original: Joseph Kosma
Direção Musical: Emile Vuillermoz
Fotografia: Christian Matras
Edição: Marthe Huguet, Marguerite Renoir
Figurino: René Decrais
Guarda-Roupa: Suzy Berton
Maquiagem: Raffels
Efeitos Sonoros: Joseph de Bretagne
Nota: 9.4
Filme Assistido em: 1958

Elenco

Jean Gabin Ten. Maréchal
Dita Parlo Elsa
Pierre Fresnay Capt. Boieldieu
Eric von Stroheim Capt. von Rauffenstein
Julien Carette Cartier, o ator
Georges Péclet Serralheiro
Werner Florian Sgt. Arthur
Jean Dasté O Professor
Sylvain Itkine Ten. Demolder
Gaston Modot O Engenheiro
Marcel Dalio Ten. Rosenthal
Jacques Becker Oficial inglês
Claude Sainval Capitão Ringis
Georges Fronval Soldado alemão que mata o Capt. Boieldieu
Claude Vernier Oficial prussiano
Carl Koch Ordenança do Capt. von Rauffenstein
Habib Benglia O senegalês
Albert Brouett Um Prisioneiro
Pierre Blondy Soldado

Prêmios

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Festival Internacional de Veneza, Itália

Prêmio de Melhor Contribuição Artística (Jean Renoir)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Festival Internacional de Veneza, Itália

Copa Mussolini de Melhor Filme (Jean Renoir)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1916, em plena 1ª Guerra Mundial, dois aviadores franceses, o Capitão Boieldieu e o Tenente Maréchal, são capturados pelos alemães, depois que seu avião é abatido pelas forças inimigas.

No campo de prisioneiros-de-guerra para oficiais, eles travam conhecimento com outros oficiais, franceses, ingleses e russos, entre os quais se acha o Tenente Rosenthal, filho de uma família de ricos banqueiros judeus e que, ironicamente, havia adquirido o castelo que pertencera à familia de Boieldieu.

Depois de algumas tentativas de fuga, às vésperas de concluírem um túnel que lhes proporcionaria a liberdade, o grupo é transferido para uma Fortaleza, de onde fugir é teoricamente impossível.  A nova prisão é comandada pelo aristocrata oficial alemão, Capt. von Rauffenstein.  Este se mostra simpático a Boieldieu, por ser também de origem aristocrática.  Maréchal e Rosenthal continuam com a idéia fixa de conseguirem escapar.

Depois de analisarem bem a rotina e as ações dos guardas alemães, chegam à conclusão de que, para obterem êxito, seria preciso que alguém os atraísse para um determinado local da Fortaleza.  Decidido a não fugir, Boieldieu decide ajudar aos amigos, atraindo a atenção dos alemães para si.

Assim, enquanto Maréchal e Rosenthal conseguem fugir, Boieldieu termina sendo alvejado e morto.  Uma vez fora da Fortaleza, os dois fugitivos são recolhidos por uma camponesa alemã e, em seguida, conseguem atravessar a fronteira para a Suiça.

imagem imagem imagem

Comentários

"A Grande Ilusão" é um excelente filme de guerra, que mostra o relacionamento cavalheiresco entre oficiais inimigos, durante a 1ª Guerra Mundial, extremamente oposto ao verificado na 2ª Guerra, com o surgimento do nazismo.

Realizado pelo brilhante cineasta francês, Jean Renoir, que também co-assina o roteiro, o filme é uma verdadeira obra-prima e, certamente, um de seus melhores trabalhos.

Além das cenas dramáticas, próprias do gênero, o filme apresenta alguns momentos que beiram a sátira.

Um dos pontos fortes de "A Grande Ilusão" é o seu elenco, com atuações marcantes de Jean Gabin, Pierre Fresnay e Eric von Stroheim.

CAA