Filmes por gênero

A CARTA (1999)

La lettre
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: La carta (Espanha)
Der brief (Alemanha)
La lettera (Itália)
The letter (USA, UK)
Pais: França, Portugal, Espanha
Gênero: Drama
Direção: Manoel de Oliveira
Roteiro: Manoel de Oliveira
Produção: Paulo Branco
Design Produção: Ana Vaz da Silva
Fotografia: Emmanuel Machuel
Edição: Valérie Loiseleux
Figurino: Judy Shrewsbury
Maquiagem: Emmanuelle Fèvre
Efeitos Sonoros: Jean-Paul Mugel, Jean-François Auger
Nota: 6.8
Filme Assistido em: 2000

Elenco

Chiara Mastroianni Madame de Clèves
Pedro Abrunhosa Pedro Abrunhosa
Antoine Chappey Sr. de Clèves
Leonor Silveira A religiosa
Françoise Fabian Madame de Chartres
Maria João Pires Maria João Pires
Anny Romand Sra. da Silva
Luis Miguel Cintra Sr. da Silva
Stanislas Merhar François de Guise
Claude Lévèque Dr. Jacques de Clèves
Alain Guillo Diretor da Joalheria
Jean-Loup Wolff Médico do Hospital
Ricardo Trepa Intruso
Marcel Terroux Jardineiro
Marianne Bey Zave Empregada de Madame de Chartres

Prêmios

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio do Júri (Manoel de Oliveira)

Indicações

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Palma de Ouro (Manoel de Oliveira)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Madame de Chartres teve sua primeira desilusão amorosa: ela foi abandonada pelo mesmo jovem com que teve um relacionamento aberto.

Uma noite, a Sra. da Silva, amiga de sua mãe e esposa do diretor da Fundação Gulbenkian, a apresenta ao renomado médico, Dr. Jacques de Clèves.  Ele se apaixona imediatamente pela jovem quando a vê escolhendo um colar em companhia da mãe, num famoso joalheiro da Praça Vendôme.  A jovem aceita ser esposa do médico, mesmo não sentindo nehuma paixão por ele.

Essa paixão estará voltada para um jovem cantor da moda, Pedro Abrunhosa.  Acreditando que esse amor está desabrochando em sua filha, Madame de Charles pouco antes de morrer, alerta a jovem para ser prudente.

A jovem deseja apenas ser fiel e merecer a confiança que o marido deposita nela.  Agora, sem ter mais os conselhos da mãe, ela visita regularmente uma colega de escola que vive num convento em Paris.

Cada vez mais pressionada pelo que sente por Pedro Abrunhosa, que tenta fazê-la viver essa paixão, Mme de Clèves decide revelar seus sentimentos para seu marido, na tentativa de que ele a ajude nesse dilema.  Mas seu marido, que confirmava assim sua suspeita, morre pouco tempo depois de conhecida a verdade.

Viúva, Mme. de Clèves não se casará com o cantor: ela havia perdido alguém uma vez no jogo do amor e tem medo de perder outra vez um homem que é adorado por outras mulheres.  Sem dizer a ninguém, Mme de Clèves desaparece.

Sua amiga religiosa recebe um dia uma carta da África: Mme. de Clevès partiu com um grupo de missionários; foi socorrer as populações  martirizadas pela guerra civil, a doença e a fome.

imagem imagem imagem

Comentários

"A Carta" é uma adaptação para o cinema e para a Paris atual, de 'La Princesse de Clèves', de Madame de LaFayette ou, mais precisamente, uma montagem de trechos da referida obra.  A estrutura narrativa do filme caracteriza-se por sua simplicidade, mas a organização interna dos planos é construída com precisão, minuciosamente.

Realizada pelo cineasta português, Manoel de Oliveira, essa tragédia sentimental toma a forma de uma coreografia de palavras, onde os personagens seriam 'dançarinos-enunciadores'.  A direção de Oliveira é impressionante.

Pedro Abrunhosa e a bela Chiara Mastroianni estão ótimos e convincentes.

CAA