Filmes por gênero

A COR PÚRPURA (1985)

The color purple
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: La couleur pourpre (França, Canadá)
Il colore viola (Itália)
El color púrpura (Argentina, Espanha, México)
Die farbe lila (Alemanha)
Purpurfärgen (Suécia)
Kolor purpury (Polônia)
Farven lilla (Dinamarca)
Цветы лиловые полей (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Steven Spielberg
Roteiro: Menno Meyjes
Produção: Kathleen Kennedy, Steven Spielberg, Frank Marshall, Quincy Jones
Design Produção: J. Michael Riva
Música Original: Quincy Jones
Fotografia: Allen Daviau
Edição: Michael Kahn
Direção de Arte: Bo Welch
Figurino: Aggie Guerard Rodgers
Guarda-Roupa: Joanna Johnston, Francine Jamison-Tanchuck, Don Vargas
Maquiagem: Michael Laudati, Ken Chase, Richard Alonzo, Steve LaPorte
Efeitos Sonoros: Dean Drabin, Teresa Eckton, Marvin Lewis e outros
Efeitos Especiais: Greg C. Jensen, Bob Stoker, Lucinda Strub, Matt Sweeney
Nota: 8.7
Filme Assistido em: 1986

Elenco

Danny Glover Albert
Whoopi Goldberg Celie Johnson
Margaret Avery Shug Avery
Oprah Winfrey Sofia
Willard E. Pugh Harpo Johnson
Akosua Busia Nettie Harris
Desreta Jackson Celie, quando jovem
Adolph Caesar O velho Johnson
Rae Dawn Chong Squeak
Dana Ivey Srta. Millie
Leonard Jackson Pa Harris
Bennet Guillory Grady
John Patton Jr. Pregador
Carl Anderson Rev. Samuel
Susan Beaubian Corrine
James Tillis Buster
Phillip Strong Prefeito
Laurence Fishburne Swain
Margaret Freeman Odessa
Donna Buie Daisy
April Myres Emma
Peto Kinsaka Adam
Carrie Murray Loretta

Prêmios

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Whoopi Goldberg)

Prêmios Blue Ribbon

Blue Ribbon de Melhor Filme Estrangeiro (Steven Spielberg)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Steven Spielberg)

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Direção (Steven Spielberg)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Whoopi Goldberg)

Oscar de Melhor Filme (Steven Spielberg, Kathleen Kennedy, Frank Marshall, Quincy Jones)

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Oprah Winfrey)

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Margaret Avery)

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (Menno Meyjes )

Oscar de Melhor Fotografia (Allen Daviau)

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Cenários (J. Michael Riva, Bo Welch, Linda DeScenna)

Oscar de Melhor Figurino (Aggie Guerard Rodgers)

Oscar de Melhor Canção Original (Quincy Jones, Rod Temperton, Lionel Richie)

Oscar de Melhor Trilha Sonora (Quincy Jones, Rod Temperton e outros)

Oscar de Melhor Maquiagem (Ken Chase)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Quincy Jones )

Prêmio de Melhor Direção (Steven Spielberg)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Oprah Winfrey)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Roteiro Adaptado (Menno Meyjes )

Academia Japonesa de Cinema, Japão

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio Nova Geração (Whoopi Goldberg)

Prêmio de Melhor Atriz (Whoopi Goldberg)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Oprah Winfrey)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro baseado em material previamente publicado (Menno Meyjes )

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Início do século XX.  Num cenário pobre do sul dos Estados Unidos, está Celie, uma jovem negra de 14 anos, sem estudos e sem qualquer contato com o mundo fora do meio rural onde vive.  Ingênua e indefesa, ela é violentada pelo pai e se torna mãe de duas crianças.

Além de perder a capacidade de procriar, Celie é separada à força dos filhos e da única pessoa no mundo que a ama, sua irmã Nellie, sendo obrigada a crescer e a amadurecer às custas do sofrimento.  Seu pai a larga nas mãos de Albert, um tirano violento que também a escraviza e a maltrata.  Grande parte da brutalidade de Albert vem do fato dele alimentar uma forte paixão por Shug Avery, uma sensual cantora de blues.

Celie não tem ninguém com quem compartilhar suas dores e anseios, suas lágrimas e seus poucos momentos de alegria.  Assim, por meio de cartas, ela se corresponde constantemente com Nellie, que trabalha como missionária na África.

Mas quando Shug, aliada à forte Sofia, esposa de Harpo, filho de Albert, entram na sua vida, Celie revela seu espírito brilhante, ganhando consciência do seu valor e das possibilidades que o mundo lhe oferece.  Ela descobre novamente o amor e luta com todas as suas armas por sua vida, seu orgulho e sua dignidade, tão desprezados pelos outros.  E o mais importante de tudo é que ela aprende que o perdão é a chave que irá libertá-la para sempre.

imagem imagem imagem

Comentários

A Cor Púrpura" é um dos melhores filmes de Steven Spielberg.  Trata-se de um filme sensível que apresenta uma boa dose de emoção.

A fotografia de Allen Daviau, o Roteiro e a Direção de Arte merecem destaque.  A trilha sonora de Quincy Jones é excepcional.  O trabalho de Whoopi Goldberg é fabuloso, interpretando Celie da adolescência até a velhice, o que faz crescer a maquiagem de Ken Chase.  Juntamente com Goldberg, merecem também destaques as atuações de Danny Glover e de Oprah Winfrey.

CAA