Filmes por gênero

A DAMA DAS CAMÉLIAS (TV) (1998)

La Dame aux camélias
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Pais: França
Gênero: Drama
Direção: Jean-Claude Brialy
Roteiro: Jean-Claude Brialy
Efeitos Sonoros: Jean-Baptiste Faure
Nota: 7.7
Filme Assistido em: 1999

Elenco

Cristiana Réali Marguerite Gautier
Michaël Cohen Armand Duval
Valérie Mairesse Prudence
Laurence Badie Nanine
Isabelle Spade Olympe
Urbain Cancelier Saint Gaudens
Roger Van Hool Sr. Duval
Alain Feydeau Barão de Varville
Annie Savarin
Gwendoline Hamon

Sinopse

Paris, século XIX.  Em sua casa, Marguerite Gautier encontra-se com um grupo de amigos, pouco antes de ser servida a ceia.  É quando chega sua vizinha, Prudence, acompanhada de dois jovens, Gaston Rieux, que ela conhece, e Armand Duval.  Ao apresentar Armand à Marguerite, Prudence lhe diz que ele é apaixonado por ela há dois anos e que, no ano anterior, quando ela esteve doente, diariamente ele lhe pedia notícias sobre seu estado de saúde.

A ceia é servida e, em seguida, quando os presentes resolvem dançar, Marguerite sente-se mal.  Preocupado, Armand lhe diz que gostaria muito de poder cuidar dela.  Marguerite lhe responde que é uma mulher mais velha, acostumada a gastar muito, que basicamente é sustentada por um duque, e que o melhor que ele tem a fazer é procurar uma boa jovem para se casar.

No dia seguinte, ele volta a procurá-la.  Marguerite pergunta-lhe, então, se ele aceitaria passar um verão no campo em sua companhia, alertando-o que a eventual presença do conde não deveria ser motivo de ciúmes, já que ele mantém apenas um sentimento puro por ela.  Ao verificar que ele duvida de seus sentimentos, ela lhe diz que, se não estivesse sendo sincera, seria mais fácil mandá-lo embora, como faz com o Barão de Varville e com outros.

Ao sair, Armand percebe a chegada do Conde de Giray, o que o deixa inseguro.  Ato contínuo, escreve uma carta rompendo com Marguerite.  Pouco tempo depois, Prudence avisa a amiga que Armand encontra-se em sua casa e que gostaria de conversar com ela.  Logo depois que o conde sai, Armand chega à casa de Marguerite e lhe pede perdão.

Os dois decidem ir para uma casa de campo, em Auteuil.  Marguerite sente-se extremamente feliz.  Armand descobre que sua amada está se desfazendo aos poucos de todos os seus bens para saldar suas dívidas.  Através de Prudence, ele toma conhecimento de que o duque não quer fazer mais nada por Marguerite, a não ser que ela se afaste dele.  Armand assegura à Prudence que vai conseguir o dinheiro em 15 dias, já que escrevera ao tabelião, dizendo-lhe que pretendia doar a alguém o que herdara de sua mãe.  Em conversa com os amigos Nichette e Gustave, Marguerite fala de seus planos de vender tudo o que tem em Paris, alugar um apartamento e ter uma vida simples ao lado de Armand.

Nanine informa que se encontra, à porta, um senhor desejando falar com Marguerite.  Para sua surpresa, trata-se do Sr. Duval, pai de Armand.  Dizendo-lhe que ela está arruinando a vida do filho, além de prejudicar seus planos para casar uma filha com um jovem de uma família burguesa, Sr. Duval pede-lhe que se afaste definitivamente da vida de Armand.  Depois de confessar o amor que sente por seu filho, Marguerite diz que se afastará de Armand desde que, após sua morte, ele conte ao filho as circunstâncias que a levaram a renunciar ao seu grande amor.

Cumprindo com sua palavra, Marguerite deixa Auteuil.  Ao chegar, Armand lê uma mensagem deixada por ela, pedindo-lhe para que a esqueça.  Ao terminar a leitura, Armand depara-se com seu pai, que o leva para Tours.

Um mês depois, os velhos amigos encontram-se reunidos em Paris em torno de uma mesa de jogo.  Armand chega e toma conhecimento de que Marguerite, agora vivendo com o Barão de Varville, deve também chegar a qualquer momento.  Sua chegada cria um ambiente tenso, principalmente entre Varville e Armand.

Ao ser servida a costumeira ceia, todos se retiram para outra sala.  Marguerite, antes de se juntar ao grupo, pede à Prudence que faça com que Armand venha até ela.  Quando este a procura, ela lhe pede que deixe Paris o mais breve possível, afim de evitar provocações por parte de Varville e uma possível tragédia.  Antes de sair, ele a humilha.

Bastante doente, Marguerite volta à casa de campo.  Deitada em seu leito, ela relê uma carta que recebera há seis semanas do Sr. Duval, através da qual ele lhe fala sobre o duelo travado entre Armand e o Barão de Varville, que resultou em ferimentos no Barão, e que escrevera ao filho contando-lhe toda a verdade sobre sua separação.

Armand chega arrependido, sentindo-se culpado.  Os dois se abraçam e juram que nunca mais se separarão nem voltarão à Paris.  Ela tenta levantar-se do leito, mas cai.  O médico é chamado.  Pouco tempo depois, Marguerite morre nos braços de seu amado.

Comentários

Baseado na famosa obra de Alexandre Dumas Filho, "A Dama das Camélias" trata de uma das grandes histórias de amor de todos os tempos.  Escrito e dirigido por Jean-Claude Brialy, para a Televisão Francesa, o filme aborda a relação tempestuosa de uma das mais desejadas cortesãs da França, do século XIX, com o jovem Armand Duval.

Embora não se trate de um filme premiado, até por se tratar de uma produção para a televisão, o filme é muito bem feito, com uma direção correta e muito boas interpretações.

No papel principal, encontra-se Cristiana Réali, uma brasileira nascida em São Paulo em 1965 e que, aos 22 anos, mudou-se para Paris, onde brilha principalmente nos palcos franceses.

CAA