Filmes por gênero

A DONA DA HISTÓRIA (2004)

imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Owner of the Story (USA, UK)
Pais: Brasil
Gênero: Comédia Romântica
Direção: Daniel Filho
Roteiro: Daniel Filho, João Emanuel Carneiro, Tatiana Maciel
Produção: Daniel Filho
Música Original: Chico Buarque de Hollanda, D.J. Memê
Fotografia: José Roberto Eliezer
Edição: Felipe Lacerda
Direção de Arte: Clovis Bueno
Figurino: Bia Salgado
Maquiagem: Lu de Moraes
Efeitos Sonoros: Zezé d'Alice, Marcel Costa, David Miranda e outros
Efeitos Visuais: Ariel Wollinger, Marcelo Siqueira, Eduardo Sallas
Nota: 7.5
Filme Assistido em: 2004

Elenco

Marieta Severo Carolina
Antônio Fagundes Luiz Cláudio
Débora Falabella Carolina, jovem
Rodrigo Santoro Luiz Cláudio, jovem
Rodrigo Penna Nicoláu, jovem
Renata Sorrah Maria Helena/Vivian Maia
Antônio Fragoso Marido - Casal 1
Charles Paraventi Amigo
Daniel de Oliveira Paulinho Oliveira
Giulia Gam Mãe de Carolina
Fernanda Lima Maria Helena
Marco Oliveira Nicoláu
Ana Furtado Esposa - Casal 1
Dedina Bernardeli Mulher 1 - Casal 2
Bianca Byington Mulher 2 - Casal 2
Ignes Vianna Atriz
Paulo Barbosa Amigo
Clovis Bueno Amigo
José Carlos Pieri General Telles
Herbert Richers Jr. Entrevistador
Gilberto Hernández Cristiano
Manoel Francisco Professor de Balé
Gabriel Braga Nunes

Prêmios

Festival do Cinema Brasileiro de Miami, EUA

Prêmio Lente de Cristal de Melhor Atriz (Marieta Severo)

Prêmio do Público (Melhor Filme)

Indicações

Grande Prêmio Brasileiro de Cinema, Brasil

Prêmio de Melhor Roteiro Adaptado

Prêmio de Melhor Direção de Fotografia

Prêmio de Melhor Direção de Arte

Prêmio de Melhor Edição

Prêmio de Melhor Figurino

Videoclipes

70 anos de cinema 70 anos de cinema 70 anos de cinema 70 anos de cinema 70 anos de cinema

Sinopse

Rio de Janeiro, 1968  -  Carolina dança balé, vai a passeatas, descobre o amor com o idealista Luiz Cláudio, sonha com um futuro perfeito.  Aos 18 anos, ela não tem dúvidas:  "A vida é como um filme que a gente vê no cinema".  No filme de sua vida, Carolina não quer ser atriz  -  ela quer ser personagem de uma grande história, da sua história.

Rio de Janeiro, 32 anos depois  -  Diante do espelho, Carolina se exercita para manter a forma.  Continua casada com seu primeiro amor, viveu sempre no mesmo lugar, os quatro filhos cresceram e foram viver suas vidas.  Luiz Cláudio decide vender o apartamento, mudar para um apart-hotel e realizar seu sonho juvenil:  conhecer Cuba.

Para Carolina, no entanto, as coisas não são tão simples.  Aos 55 anos, está em crise com o casamento, com a casa vazia, com a idade e passa a questionar seu percurso, suas opções e expectativas, a pensar sobre os vários "se" que ficaram pelo caminho.

É através de um confronto e diálogo com a jovem que foi aos 18 anos que Carolina revive os sonhos do passado e as possibilidades de ter sido outras personagens, seguido outros rumos, conhecido outros amores.  Na maturidade, Carolina viverá plenamente o privilégio de rever a sua própria história e se reencontrar no que foi, no que não foi, e no que poderia ter sido  -  ao lado ou longe do grande amor de sua vida.

imagem imagem imagem

Comentários

"A Dona da História" é uma interessante comédia romântica descomprometida, feita na medida para entreter.  Dirigido e produzido por Daniel Filho, que também co-assina o roteiro, o filme é uma adaptação da peça de teatro homônima de João Falcão, e conta a história de Carolina, uma mulher em crise, após 31 anos de um casamento feliz.

Um dos pontos mais marcantes dessa comédia é a forma como a narrativa se dá, alternando presente, passado e futuro e, mais ainda, onde o presente e o passado literalmente dialogam.  Os diálogos são realmente inteligentes.

Dois outros pontos fortes de "A Dona da História" são sua excelente trilha sonora e sua bem cuidada fotografia.

No elenco, formado de grandes nomes do cinema, teatro e televisão brasileiros, o grande destaque chama-se Marieta Severo.  Ela realmente dá um show de interpretação e demonstra uma ótima química com Antônio Fagundes.  Débora Falabella e Rodrigo Santoro também estão ótimos.  Entre os atores coadjuvantes, os destaques vão para as atuações de Giulia Gam e Fernanda Lima.

 CAA