Filmes por gênero

A ESCOLHA DE SOFIA (1982)

Sophie's choice
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Le choix de Sophie (França, Canadá)
La scelta di Sophie (Itália)
La decisión de Sophie (Espanha, Argentina, México)
Sophies Entscheidung (Alemanha)
Sophies val (Suécia)
Sophie's Keuze (Holanda)
Sophies valg (Dinamarca)
Выбор Софи (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance
Direção: Alan J. Pakula
Roteiro: Alan J. Pakula
Produção: Alan J. Pakula, Keith Barish
Design Produção: George Jenkins
Música Original: Marvin Hamlisch
Fotografia: Néstor Almendros
Edição: Evan A. Lottman
Direção de Arte: John Jay Moore
Figurino: Albert Wolsky
Guarda-Roupa: Michael Dennison, Juraj Skuzin, David Griffin, Teresa Schipani
Maquiagem: J. Roy Helland, Mike Maggi, Halid Redzebasic
Efeitos Sonoros: Stan Bochner, Arthur Bloom, Robert Hein e outros
Efeitos Especiais: Marijan Karoglan
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1983

Elenco

Meryl Streep Sophie Zawistowska
Kevin Kline Nathan Landau
Peter Macnicol Stingo
Rita Karin Yetta
Stephen D. Newman Larry
Greta Turken Leslie Lapidus
Josh Mostel Morris Fink
Marcell Rosenblatt Astrid Weinstein
Moishe Rosenfeld Moishe Rosenblum
Robin Bartlett Lillian Grossman
Eugene Lipinski Professor polonês
John Rothman Bibliotecário
Joseph Leon Dr. Blackstock
David Wohl Prof. de inglês
Nina Polan Mulher na aula de inglês
Joseph Tobin Repórter
Günther Maria Halmer Rudolf Hoess
Karlheinz Hackl Médico da SS
Ulli Fessl Sra. Hoess
Melanie Pianka Emmi Hoess
Katharina Thalbach Wanda
Nedim Prohic Josef
Ivica Pajer Pai de Sophie
Jennifer Lawn Filha de Sophie
Adrian Kalitka Filho de Sophie
Bobby DeAngelo Fotógrafo

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Meryl Streep)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Meryl Streep)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Boston

Prêmio de Melhor Atriz (Meryl Streep)

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Atriz (Meryl Streep)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Meryl Streep)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Atriz (Meryl Streep)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Meryl Streep)

Prêmio de Melhor Fotografia (Néstor Almendros)

Festival Robert de Copenhague, Dinamarca

Robert de Melhor Filme Estrangeiro (Alan J. Pakula)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (Alan J. Pakula)

Oscar de Melhor Trilha Sonora (Marvin Hamlisch )

Oscar de Melhor Fotografia (Néstor Almendros )

Oscar de Melhor Figurino (Albert Wolsky)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Revelação Masculina (Kevin Kline)

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz (Meryl Streep)

Prêmio de Melhor Revelação Masculina (Kevin Kline)

Academia Japonesa de Cinema, Japão

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Prêmios Sant Jordi de Barcelona

Prêmio de Melhor Interpretação em Filme Estrangeiro (Meryl Streep)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Drama adaptado de material previamente publicado (Alan J. Pakula)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Sophie Zawistowska é uma católica polonesa que foi presa e enviada, com seus dois pequenos filhos, para o Campo de Concentração de Auschwitz, durante a 2ª Guerra Mundial, onde perdeu as duas crianças.  Libertada pelos russos, conseguiu emigrar para Nova York, onde vive numa pensão do Brooklyn com Nathan Landau, um judeu americano.

Certo dia, chega à pensão o jovem Stingo, um sulista determinado a se tornar escritor.  Em pouco tempo, Sophie, Nathan e Stingo tornam-se grandes amigos.  Com um temperamento difícil, vez ou outra Nathan tem brigas sérias com Sophie, deixa a pensão para voltar, no dia seguinte, como se nada tivesse acontecido.  Sophie está sempre de braços abertos para recebê-lo.

Uma manhã, Nathan entra no quarto de Stingo, que escreve um livro, e lhe arranca à força todos os seus manuscritos.  Logo a seguir, Sophie o procura para saírem juntos.  Embora chateado com o ocorrido, Stingo aceita o convite da amiga.  De volta, encontram Nathan com uma garrafa de champagne pronto para celebrar o surgimento, segundo ele, de um dos maiores escritores dos EUA.

Numa de suas crises, ele imagina que Stingo está dando em cima de Sophie e deixa a pensão, levando-a consigo.  Na manhã seguinte, ela retorna sozinha.  Ao encontrar-se com Stingo, este lhe diz que vai voltar para o sul, onde acredita terá melhores condições para escrever.  Na ocasião, ela lhe fala sobre sua vida na Polônia, sobre sua passagem por Auschwitz, onde se tornou secretária de Rudolf Hoess, comandante do Campo, e sobre sua vontade de morrer.  De repente, pela janela, ela vê Nathan e corre para abraçá-lo, após o que os dois voltam para a pensão.

Nathan procura Stingo para convidá-lo a ser seu padrinho de casamento.  Quando tudo parece ter voltado ao normal, Sophie bate à porte de Stingo, a quem diz estar com medo porque Nathan quase quebrou seu braço e se encontra armado.

Os dois saem juntos.  Stingo lhe diz que vai levá-la para uma fazenda na Virgínia do Sul.  A seguir, ele se declara pedindo-lhe que se case com ele.  Ela volta a lhe falar sobre sua passagem por Auschwitz, desta vez contando-lhe que, no dia em que lá chegara com seus dois filhos, foi forçada a escolher qual dos dois deveria ser poupado.  Negando-se a fazê-lo, o Comandante arrancou as crianças de seus braços e as deu a um guarda para que as levasse.  Desesperada, ela fez a difícil escolha, ao gritar: "Poupem meu filho!".  Depois desse desabafo, ela concorda em passar algum tempo na tal fazenda, desde que ele não lhe fale mais em casamento.

Assim, eles têm sua primeira noite juntos, ele virgem aos 22 anos, e ela, dez anos mais velha, numa tentativa de fugir das lembranças e da dor que tanto a acompanham.  Na manhã seguinte, ao acordar, Stingo encontra um bilhete dela dizendo-lhe que ele foi um maravilhoso amante, mas que ela precisa voltar para Nathan, aconteça o que acontecer.

Triste, ele retorna à Nova York, onde, ao chegar à pensão, encontra uma multidão na calçada e, lá dentro, Nathan e Sophie mortos por envenenamento.  Segundo o irmão de Nathan, provavelmente o cianureto usado teria sido trazido por ele do Laboratório onde trabalhava.

imagem imagem imagem

Comentários

Baseado no livro homônimo de William Styron, "A Escolha de Sofia" é um ótimo e absorvente filme.  Escrito e dirigido pelo cineasta Alan J. Pakula, que também participa da produção, o filme apresenta um ritmo relativamente lento.

Tecnicamente, além do belo trabalho realizado por Pakula, o filme conta com a bela fotografia de Nestor Almendros, uma ótima trilha sonora e magníficas interpretações.  No elenco, o maior destaque é Meryl Streep, com uma soberba atuação, que lhe rendeu um merecido Oscar.  Kevin Kline, no papel do psicótico Nathan Landau, também merece ser destacado.

Através de flashbacks, o espectador vai progressivamente tomando conhecimento do passado de Sophie, culminando com a cena em que ela faz a escolha que dá nome ao filme.  Quanto a Kevin Kline, ele também brinda ao espectador com ótimos momentos como um em que, sozinho, rege o final da 9ª sinfonia de Beethoven.

CAA