Filmes por gênero

A ROSA TATUADA (1955)

The Rose Tattoo
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: La rose tatouée (França, Bélgica)
La rosa tatuata (Itália)
La rosa tatuada (Espanha)
Die tätowierte rose (Alemanha, Austria)
Den tatuerade rosen (Suécia)
Tatuowana róza (Polônia)
Tatuoitu ruusu (Finlândia)
Den tatoverede rose (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance
Direção: Daniel Mann
Roteiro: Tennessee Williams
Produção: Hal B. Wallis
Música Original: Harry Warren, Alex North, Jack Brooks, Gaetano Lama
Música Não Original: Johnny Green, Ted Snyder
Direção Musical: Alex North
Fotografia: James Wong Howe
Edição: Warren Low
Direção de Arte: Hal Pereira, Tambi Larsen
Figurino: Edith Head
Maquiagem: Wally Westmore
Efeitos Sonoros: Harold Lewis, Gene Garvin
Efeitos Especiais: John P. Fulton
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1956

Elenco

Anna Magnani Serafina Delle Rose
Burt Lancaster Alvaro Mangiacavallo
Marisa Pavan Rosa Delle Rose
Ben Cooper Marinheiro Jack Hunter
Virginia Grey Estelle Hohergarten
Jo Van Fleet Bessie
Sandro Giglio Padre Leo
Mimi Aguglia Assunta
Florence Sundstrom Flora
Jean Hart Violetta
Albert Adkins Mario
May Lee Mamma Shigura, tatuadora
Margherita Pasquero Sra. Mangiacavallo
Zolya Talma Srta. Mangiacavallo
Roger Gunderson Médico
Dorrit Kelton Professora
Augusta Merighi Giuseppina
Rossana San Marco Peppina
Roland Vildo Salvatore
Lewis Charles Taxista
Tennessee Williams Homem no Clube Mardi Gras

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Fotografia

Oscar de Melhor Atriz (Anna Magnani)

Oscar de Melhor Direção de Arte

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz Estrangeira (Anna Magnani)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Anna Magnani)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Anna Magnani)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Marisa Pavan)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Marisa Pavan)

Oscar de Melhor Edição

Oscar de Melhor Figurino

Oscar de Melhor Trilha Sonora

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz Estrangeira (Marisa Pavan)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Serafina Delle Rose é uma viúva de meia-idade, de origem italiana, que trabalha como costureira.  Morando com sua filha Rosa, ela mantém uma devoção excessiva pelo falecido marido, .

No dia da formatura de Rosa, ela se prepara para ir à Escola quando chegam duas clientes exigindo uma blusa que lhe haviam encomendada.  Como a blusa ainda não estava pronta, já que Serafina passara a semana às voltas com vestidos de formatura, elas a obrigam a terminar a encomenda, oportunidade em que lhe falam sobre a amante, Estelle Hohergarten, que seu marido tivera em vida.  Assim, além de perder a cerimônia, Serafina fica arrasada.

Horas depois, Rosa chega acompanhada de seu novo namorado, o marinheiro Jack Hunter.  Serafina o recebe mal e ainda o obriga a se ajoelhar diante da imagem da Virgem Maria e jurar que não vai tirar a virgindade de Rosa.

Ao procurar o Padre Leo, na Igreja, na tentativa de obter alguma informação sobre a infidelidade do marido, ela não tem êxito, já que o padre se vale do segredo da confissão.  Na oportunidade, é apresentada a Álvaro Mangiacavallo, um camioneiro que, a exemplo de seu marido, transporta bananas.  Como ela se acha muito nervosa pela negativa do padre, Álvaro a leva em casa.

Uma vez lá, enquanto conserta a camisa rasgada do camioneiro, ela fala sobre o marido, inclusive sobre uma rosa tatuada que ele tinha no peito.  Sentindo-se fortemente atraído pela viúva, Álvaro procura Mamma Shigura, a quem pede que tatue uma rosa vermelha em seu peito.

À noite, retorna à casa de Serafina, onde começa a se insinuar para ela.  Quando mostra sua tatuagem e a beija, ela pede para que se retire.  Antes que ele deixe a casa, entretanto, ela lhe pergunta se ele conhece uma mulher que, eventualmente, teria sido amante de seu marido.  Álvaro lhe responde que sim e que se chama Estelle Hohergarten, uma crupiê que trabalha no Clube Mardi Gras.  Ela lhe pede, então, que a leve até lá.

Ao chegar ao Clube, Serafina provoca um escândalo e, após um bate-boca, Estelle confirma ter sido amante do marido dela e, abrindo a blusa, mostra a rosa tatuada que tem em seu peito.

Enfurecida, ao chegar em casa, quebra a urna que continha as cinzas do marido.  Álvaro, a essa altura, embriagado, adormece no chão.  Ao acordar, ainda escuro, ele vê a silhueta de uma mulher deitada no sofá e, ao se aproximar dela, Rosa acorda e grita.  Serafina chega correndo à sala e expulsa Álvaro.

Rosa pede explicações à mãe, que dá algumas desculpas esfarrapadas.  Não conformada, diz que ela é mentirosa e hipócrita, e que vai embora à procura de Jack.  Logo a seguir, o marinheiro chega.  Serafina lhe pergunta se ele realmente gosta de sua filha e, diante de uma resposta afirmativa, abençoa o casal, que sai correndo.

Pouco tempo depois, da rua, Álvaro faz declarações de amor aos brados, o que faz reunir uma pequena multidão formada por pessoas da vizinhança.  Incentivado por todos, ele vai até a varanda da casa de Serafina e começa a chamar por ela.  A viúva, finalmente, abre a porta e lhe diz que os dois precisam conversar.


imagem imagem imagem

Comentários

"A Rosa Tatuada" é uma feliz adaptação da peça homônima escrita por Tennessee Williams, especialmente para a fabulosa atriz italiana, Anna Magnani.  A atriz, entretanto, não se sentiu segura para subir aos palcos americanos e interpretar uma peça escrita em inglês.  O próprio Tennessee Williams foi o responsável pela adaptação feita para o cinema.  A trama lida com assuntos como a opressão familiar, o amor proibido, o luto, e o alcoolismo.

Daniel Mann é o responsável por sua direção, que a realiza com grande propriedade.  Aliás, do ponto de vista técnico, o filme é excelente, tendo recebido 8 indicações ao Oscar, das quais 3 resultaram em premiação.

No elenco, Anna Magnani brilha no papel de Serafina, recebendo merecidamente o Oscar de Melhor Atriz.  Merecem, ainda, ser destacadas as interpretações da atriz italiana, Marisa Pavan, irmã gêmea de Pier Angeli, e do ator Burt Lancaster.

CAA