Filmes por gênero

A QUEDA - AS ÚLTIMAS HORAS DE HITLER (2004)

Der Untergang
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: La caduta - Gli ultimi giorni di Hitler (Itália)
Pais: Alemanha, Áustria
Gênero: Drama, 2ª Guerra Mundial
Direção: Oliver Hirschbiegel
Roteiro: Bernd Eichinger
Produção: Bernd Eichinger
Design Produção: Bernd Lepel
Música Original: Stephan Zacharias
Fotografia: Rainer Klausmann
Edição: Hans Funck
Figurino: Claudia Bobsin
Guarda-Roupa: Wolfgang Klebeck, Larisa Komchenko, Heinrich Krebs e outros
Maquiagem: Margrit Neufink, Peter Bour, Helmut Rühl e outros
Efeitos Sonoros: Jörn Poetzl, Lisa Geffcken, Nico Krebs, Norbert Zich e outros
Efeitos Especiais: Bernd Rautenberg, Dirk Lange, Maurice Koester e outros
Efeitos Visuais: Thomas Zauner, Helene Marinoff, Moritz Eiche e outros
Nota: 8.7
Filme Assistido em: 2005

Elenco

Bruno Ganz Adolf Hitler
Alexandra Maria Lara Traudl Junge
Corinna Harfouch Magda Goebbels
Ulrich Matthes Joseph Goebbels
Juliane Köhler Eva Braun
Heino Ferch Albert Speer
Christian Berkel Prof. Dr. Ernst-Günter Schenck
Matthias Habich Prof. Dr. Werner Haase
Thomas Kretschmann Hermann Fegelein
Michael Mendl Gen. Helmuth Weidling
André Hennicke Wilhelm Mohnke
Ulrich Noethen Heinrich Himmler
Birgit Minichmayr Gerda Christian
Rolf Kanies Gen. Hans Krebs
Justus von Dohnanyi Gen. Wilhelm Burgdorf
Bettina Redlich Constanze Manziarly
Götz Otto Otto Günsche
Christian Redl Gen. Alfred Jodl
Dieter Mann Gen. Wilhelm Keitel
Thomas Thieme Martin Bormann
Mathias Gnädinger Marechal Hermann Göring
Jürgen Tonkel Erich Kempka
Aline Sokar Helga Goebbels
Amelie Menges Heide Goebbels
Charlotte Stoiber Hilde Goebbels
Gregory Borlein Helmut Goebbels
Julia Bauer Hedda Goebbels
Laura Borlein Holde Goebbels

Prêmios

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Ator do Ano (Bruno Ganz)

Prêmio Filme em Língua Estrangeira do Ano

Festival de Cinema de Mar del Plata, Argentina

Prêmio de Melhor Roteiro

Festival Robert de Copenhague, Dinamarca

Robert de Melhor Filme Não Americano

Prêmios Amanda - Festival de Haugesund, Noruega

Amanda de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Não Americano

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Academia do Cinema Europeu

Prêmio de Melhor Ator (Bruno Ganz)

Associação dos Críticos de Cinema da Argentina

Condor de Prata de Melhor Filme Estrangeiro em Língua não Espanhola

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Roteirista do Ano (Bernd Eichinger)

Prêmios do Cinema Alemão

Prêmio em Ouro de Melhor Ator (Bruno Ganz)

Prêmio em Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante (Juliane Köhler e Corinna Harfouch)

Prêmios Goya - Academia Espanhola, Espanha

Goya de Melhor Filme Europeu

Festival de Cinema de Mar del Plata, Argentina

Prêmio de Melhor Filme

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1942, um grupo de jovens mulheres é escoltado por oficiais da SS, através do bosque, até a Toca do Lobo, o QG de Hitler na Prússia Oriental.  São candidatas ao cargo de secretária pessoal do Führer.  Entre elas, está Traudl Junge, uma jovem de Munique, de 22 anos, que termina sendo a escolhida.

Em 20 de abril de 1945, agora confinado em seu 'bunker', Adolf Hitler completa 56 anos de idade.  A festa é modesta.  Poucas horas antes, o Exército Vermelho havia iniciado o cerco final à Berlim, avançando em direção ao centro da cidade em meio aos escombros e a um inferno de fogo de artilharia.  Eram mais de dois milhões de soldados russos contra cerca de cem mil nazistas, boa parte deles formada por crianças e jovens recrutados na última hora.

No 'bunker', ao lado de sua companheira Eva Braun e de alguns de seus assessores mais próximos, o Führer aposta suas últimas fichas no regime por ele instalado no país.  Assim, insistindo em arrastar para a sua própria tragédia a população de Berlim, dispensa os conselhos do Comandante da SS e da Gestapo, Heinrich Himmler, de fazer um acordo político com os aliados, para minimizar as conseqüências da ocupação soviética e evitar as enormes baixas de civis em um combate sem sentido.

Quando, finalmente, a situação se torna insustentável, ele chama sua secretária, Traudl Junge, para datilografar seu testamento, por ele ditado.  Em seguida, numa pequena cerimônia, ele se casa com Eva Braun, prepara o suicídio dos dois e ordena a um dos seus comandados para queimar seus cadáveres a fim de que os mesmos não venham cair nas mãos dos aliados.  Era 30 de abril de 1945.

Seguindo os passos de Hitler e Eva, Magda Goebbels, seda os seus seis filhos pequenos e os mata, um por um, com cápsulas de cianureto, por não admitir que eles venham a viver num mundo sem o nacional-socialismo.  Ato contínuo, ela e o marido também se suicidam.

imagem imagem imagem

Comentários

Baseado no livro "Inside Hitler's Bunker", do historiador Joachim Fest, e nas memórias da Secretária do Führer, Traudl Junge, em seu "Until the Final Hour", "A Queda - As Últimas Horas de Hitler" é um excelente filme sobre o assunto.

Realizado pelo cineasta alemão Oliver Hirschbiegel, o filme conta a história dos últimos dias de Hitler, segundo a ótica de sua secretária, Traudl Junge, que acompanhou de perto os três últimos anos da vida do famoso nazista.

Um dos momentos mais fortes do filme é aquele em que Magda Goebbels mata friamente todos os seus seis filhos, antes de se juntar ao marido para, juntos, se suicidarem.

O roteiro de Bernd Eichinger é muito bem estruturado e, no elenco, destacam-se as atuações de Corinna Harfouch, Juliane Köhler e, principalmente, a de Bruno Ganz.

CAA