Filmes por gênero

O INFORMANTE (1999)

The insider
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O informador (Portugal)
Révélations (França)
El dilema (Espanha)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Michael Mann
Roteiro: Eric Roth, Michael Mann
Produção: Michael Mann, Pieter Jan Brugge
Design Produção: Brian Morris
Música Original: Pieter Bourke, Lisa Gerrard
Fotografia: Dante Spinotti
Edição: William Goldenberg, David Rosenbloom, Paul Rubell
Direção de Arte: Margie Stone McShirley
Figurino: Anna B. Sheppard
Guarda-Roupa: Susan J. Wright, Cheryl Kilbourne-Kimpton, Holly Davis e outros
Maquiagem: John Caglione Jr., Esther Ben-Noon, Greg Cannom, Bill Myer
Efeitos Sonoros: Andy Nelson, Doug Hemphill, Lee Orloff e outros
Efeitos Especiais: John E. Gray, Terry W. King, Dave Crownshaw
Efeitos Visuais: Chris Watts, Jerry Pooler
Nota: 8.6
Filme Assistido em: 2000

Elenco

Al Pacino Lowell Bergman
Russell Crowe Dr. Jeffrey Wigand
Christopher Plummer Mike Wallace
Diane Venora Liane Wigand
Philip Baker Hall Don Hewitt
Lindsay Crouse Sharon Tiller
Debi Mazar Debbie De Luca
Stephen Tobolowsky Eric Kluster
Colm Feore Richard Scruggs
Bruce McGill Ron Motley
Gina Gershon Helen Caperelli
Rip Torn John Scanlon
Michael Gambon Thomas Sandefur
Robert Harper Mark Stern
Linda Hart Sra. Wigand
Lynne Thigpen Sra. Williams
Douglas McGrath Investigador Particular
Paul Butler Charlie Phillips
Willie C. Carpenter John Harris
Hallie Kate Eisenberg Barbara Wigand
Renée Olstead Deborah Wigand
Gary Sandy Advogado
Megan Odebash Sandra Sutherland

Prêmios

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Fotografia

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Ator do Ano (Russell Crowe)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Fotografia

Prêmio de Melhor Ator (Russell Crowe)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Christopher Plummer)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado

Oscar de Melhor Direção (Michael Mann)

Oscar de Melhor Edição

Oscar de Melhor Fotografia

Oscar de Melhor Ator (Russell Crowe)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Ator (Russell Crowe)

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Americano

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Direção (Michael Mann)

Prêmio de Melhor Roteiro

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original

Prêmio de Melhor Ator em um Drama (Russell Crowe)

Festival Robert de Copenhague, Dinamarca

Robert de Melhor Filme Americano

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1994, mesmo sob ameaças de morte e protesto de sua mulher, Jeffrey Wigand, um executivo da  Brown & Williamson, que acaba de deixar a empresa, decide expor as práticas aditivas da indústria tabagista que visam estimular a dependência dos fumantes, para os agentes federais e facções do lobby antitabagista do Congresso americano.

Para investigar a história de Wigand, o programa jornalístico "60 Minutos" da rede de TV CBS destaca o produtor Lowell Bergman e o âncora do especial, o famoso Mike Wallace.  Bergman consegue convencer Wigand a revelar que o "chairman" da Brown & Williamson cometera perjúrio no Congresso.

Wigand promete contar tudo o que sabe, mas está preso a um acordo de sigilo que teve de assinar ao sair da Brown & Williamson.  O produtor está disposto a ajudá-lo, garantindo segurança ao "informante".  Entretanto, apesar de sua ajuda, Wigand começa a receber ameaças de seus ex-patrões, bem como, sua esposa o larga por não suportar a idéia de perder a vida que levava antes.

Mesmo com todos os problemas, Wigand não desiste de declarar o que sabe, colocando em jogo toda sua vida.  A equipe do "60 Minutos" consegue gravar a entrevista com conteúdo devastador e organiza um grupo para sua defesa.  Entretanto, antes que o programa vá ao ar, a entrevista é cancelada.  A ex-diretora de assuntos jurídicos da rede CBS, Helen Caperelli, fez pressão ao apontar que a veiculação daquele segmento do programa poderia provocar um processo milionário contra a emissora e prejudicar a transação que a empresa vinha fazendo com a Westinghouse Electric, esta última desejando comprar a emissora de televisão.

O produtor-executivo do "60 Minutos", Don Hewitt, sugere colocar no ar uma alternativa mais branda das declarações de Wigand, o que é recusado por Bergman.  Wallace, porém, é acusado de ter traído o colega produtor e batido o martelo a favor da idéia apresentada.

Entretanto, antes que essa versão branda seja transmitida, Bergman conta toda a "tramóia" ao The New York Times, que publica os bastidores da decisão.

imagem imagem imagem

Comentários

"O Informante" é um fascinante drama, baseado no artigo "O Homem que Sabia Demais", de Marie Brenner, publicado na 'Vanity Fair'.  Realizado pelo cineasta Michael Mann, que também co-assina o roteiro e participa da produção, o filme apresenta vários dramas psicológicos e emocionais, proporcionando grandes momentos.  Por outro lado, ele se caracteriza por pouca ação física.

A narrativa, apesar de ser longa (02:35horas), consegue prender a atenção do espectador.  Além  do ótimo roteiro e da excelente direção de Michael Mann, "O Informante" apresenta um bom trabalho de edição, a bela fotografia de Dante Spinotti e uma magnífica trilha sonora.

Pacino,um dos grandes atores veteranos de Hollywood, e Russell Crowe, proporcionam grandes e intensas interpretações.  O maior brilho de Pacino se dá mais na parte final, quando o foco da trama se volta para Lowell Bergman.

CAA