Filmes por gênero

SILÊNCIO NAS TREVAS (1945)

The spiral staircase
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A escada de caracol (Portugal)
Deux mains, la nuit (França)
La escalera de caracol (Espanha)
La scala a chiocciola (Itália)
Die Wendeltreppe (Alemanha, Austria)
Spiraltrappan (Suécia)
Vindeltrappen (Dinamarca)
Krete schody (Polônia)
Винтовая лестница (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Mistério, Suspense
Direção: Robert Siodmak
Roteiro: Mel Dinelli
Produção: Dore Schary
Música Original: Roy Webb
Direção Musical: C. Bakaleinikoff
Fotografia: Nicholas Musuraca
Edição: Harry W. Gerstad, Harry Marker
Direção de Arte: Albert S. D'Agostino, Jack Okey
Figurino: Edward Stevenson
Efeitos Sonoros: Terry Kellum, John L. Cass
Efeitos Especiais: Vernon L. Walker
Efeitos Visuais: Chris Crowell
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1947

Elenco

Dorothy McGuire Helen Capel
George Brent Professor Warren
Ethel Barrymore Sra. Warren
Kent Smith Dr. Parry
Rhonda Fleming Blanche
Gordon Oliver Steve Warren
Sara Allgood Enfermeira Barker
Elsa Lanchester Sra. Oates
Rhys Williams Sr. Oates
James Bell Policial
Myrna Dell Vítima de assassinato
Ellen Corby Vizinha
Charles Wagenheim Escriturário
Richard Tyler Freddy
Erville Alderson Dr. Harvey
Larry Wheat Pastor
Robert Siodmak .
Stanley Price .
George Holmes .

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Ethel Barrymore)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Helen Capel, uma mulher muda de 27 anos, devido a um trauma de infância, trabalha como cuidadora da inválida Senhora Warren em uma pequena cidade da Nova Inglaterra. A dama tem dois filhos, o professor Warren e o mulherengo Steve.

Helen encontra-se apaixonada pelo Dr. Parry, recém-chegado à localidade. A paz do lugar é quebrada quando três mulheres aparecem mortas. Um ponto comum entre elas é que todas possuíam algum tipo de deficiência física.

Quando outra morte acontece, agora na própria mansão, Helen desconfia que será a próxima vítima. Ela acha que um dos filhos da patroa é o culpado, mas a verdade será conhecida somente no final, quando ela trava com o assassino um jogo de gato e rato.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Robert Siodmak, a partir de um roteiro escrito por Mel Dinelli, “Silêncio nas Trevas” é um excelente filme de mistério e suspense de meados dos anos 1940. Sua trama gira em torno de um desequilibrado que ataca apenas mulheres portadoras de algum tipo de deficiência física.

Na direção, Siodmak, demonstrando mais uma vez seu completo domínio da câmara, nos brinda com mais um belo trabalho, no que é ajudado principalmente pelas talentosas atrizes Ethel Barrymore e Dorothy McGuire, esta última no papel de uma jovem mulher muda, expressando seus sentimentos através de gestos. A abordagem psicológica dos protagonistas e a qualidade dos diálogos são simplesmente excepcionais.

Enfim, “Silêncio nas Trevas” é um filme imperdível.

CAA