Filmes por gênero

PAISÀ (1946)

Paisà
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Libertação (Portugal)
Paisan (USA)
Camarada (Espanha)
Pais: Itália
Gênero: 2ª Guerra Mundial, Drama
Direção: Roberto Rossellini
Roteiro: Sergio Amidei, Federico Fellini, Alfred Hayes, Roberto Rossellini
Produção: Roberto Rossellini, Mario Conti, Rod E. Geiger
Música Original: Renzo Rossellini
Fotografia: Otello Martelli
Edição: Eraldo Da Roma
Efeitos Sonoros: Ovidio del Grande
Nota: 8.7
Filme Assistido em: 2003

Elenco

Carmela Sazio Carmela (Sicília)
Robert Van Loon Joe (Sicília)
Harold Wagner Harry, soldado americano (Sicília)
Anthony La Penna Tony, soldado americano (Sicília)
Merlin Berth Merlin, soldado americano (Sicília)
Benjamin Emmanuel Soldado americano (Sicília)
Dots Johnson PM americano (Nápoles)
Alfonsino Pasca Jovem (Nápoles)
Maria Michi Francesca (Roma)
Gar Moore Fred, soldado americano (Roma)
Giulietta Masina Jovem na escadaria do Palácio (Florença)
Harriet Medin Harriet, enfermeira (Florença)
William Tubbs Capt. Bill Martin, capelão católico (Mosteiro)
Dale Edmonds Dale (Vale do Rio Pó)
Allen Dan Soldado americano (Vale do Rio Pó)
Lorena Berg Maddalena (Vale do Rio Pó)

Prêmios

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Filme

Prêmio Fita de Prata de Melhor Direção (Roberto Rossellini)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Trilha Sonora

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

O filme é composto de seis episódios que mostram a luta das tropas aliadas para libertar, entre julho de 1943 e o início de 1945, diversas regiões da Itália do domínio nazista.  São histórias de amor, amizade e lealdade que focalizam o relacionamento do povo italiano com os soldados estrangeiros:

No primeiro episódio, um grupo de soldados americanos desembarca numa praia da Sicília, de onde os nazistas estão se retirando.  Uma jovem do lugarejo, Carmela, os guia por entre os campos minados.  Num determinado ponto, o grupo continua enquanto Carmela fica com um dos soldados a aguardá-los.  Este é atingido por uma bala alemã, enquanto Carmela também morre ao cair de um precipício.

No segundo episódio, passado em Nápoles, um moleque de rua rouba um par de sapatos de um soldado negro americano, embriagado.  Este o persegue pelas ruas da cidade e, ao encontrá-lo, comovido pela miséria, que o obriga a roubar, o deixa escapar.

No terceiro episódio, passado em Roma logo após sua libertação, um soldado embriagado conhece Francesca e, juntos, passam uma bela noite de amor.  Ele parte em seguida e retorna à Roma seis meses depois.  Encontra-se com uma prostituta e vai para a cama com ela sem reconhecer que se trata de sua Francesca.  Durante o encontro, ele fala da Francesca, que o reconhece e, no dia seguinte, bem cedo, ela parte deixando-lhe o endereço  onde ele poderá se encontrar com sua amada.  Infelizmente, ele é obrigado a partir sem ter tempo de procurá-la.

No quarto episódio, passado em Florença, uma enfermeira inglesa da Cruz Vermelha procura desesperadamente por Guido Lombardi, o homem que ama, agora chefe dos 'partisans' e mais conhecido por Lupo.  Ao ajudar um colega dele que foi gravemente ferido e está morrendo, este lhe diz que o homem que ela tanto procura foi morto em combate.

No quinto episódio, três capelães americanos, um católico, um protestante e um judeu chegam a um convento franciscano localizado sobre os Appenninos.  Quando os frades descobrem que dois dos acolhidos não são católicos, decidem iniciar um período de jejum como forma de tentarem conseguir a conversão dos dois "hereges".

No sexto episódio, um grupo de 'partisans' luta contra as forças alemães no delta do rio Pó.  Os alemães são muito mais numerosos e, logo, o grupo se vê cercado e sem saída.  Alguns são mortos, outros são feitos prisioneiros e lançados ao rio, num feroz massacre.

imagem imagem imagem

Comentários

Roberto Rossellini será sempre lembrado como o cineasta italiano pioneiro do neo-realismo, inicialmente fazendo curtas para o governo fascista, durante a guerra e, em seguida, surgindo internacionalmente em 1945 com o memorável "Roma, Cidade Aberta".

Realizado em 1946, "Paisà" é um filme em seis episódios que narra o avanço das tropas americanas, desde seu desembarque na Sicília, em 1943, até a libertação da Itália, em 1945.  As filmagens seguiram o estilo do seu filme anterior, usando luz natural e atores amadores.  Em "Paisà", cada episódio é separado por uma narração 'off screen', acompanhada do mapa da Itália, onde é mostrado o local onde o próximo episódio terá lugar.

Neste igualmente memorável filme, Rossellini consegue mostrar como a guerra se deu na Itália, captando os sentimentos do povo comum, seu heroísmo, seus medos, suas histórias de amor, sua lealdade.

Enfim, "Paisà" pode ser considerado como o supremo exemplo do neo-realismo italiano, bem como o segundo filme da famosa 'trilogia de guerra' de Rossellini, que começara com "Roma, Cidade Aberta" e terminaria em 1948 com "Alemanha, Ano Zero".

CAA