Filmes por gênero

PERDIDOS NA NOITE (1969)

Midnight cowboy
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O cowboy da meia-noite (Portugal)
Macadam cow-boy (França, Canadá)
Un uomo da marciapiede (Itália)
Cowboy de medianoche (Espanha)
Perdidos en la noche (Argentina, México, Peru)
Asphalt-Cowboy (Austria, Alemanha)
Keskiyön cowboy (Finlândia)
Éjféli cowboy (Hungria)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: John Schlesinger
Roteiro: Waldo Salt
Produção: Jerome Hellman
Design Produção: John Robert Lloyd
Música Original: John Barry
Fotografia: Adam Holender
Edição: Hugh A. Robertson
Figurino: Ann Roth
Guarda-Roupa: Max Soloman
Maquiagem: Irving Buchman, Dick Smith
Efeitos Sonoros: Abe Seidman, Dick Vorisek, V. Connelly, Jack Fitzstephens
Efeitos Especiais: Joshua White
Nota: 9.4
Filme Assistido em: 1970

Elenco

Dustin Hoffman Enrico Salvatore 'Ratso' Rizzo
Jon Voight Joe Buck
Sylvia Miles Cass
John McGiver Sr. O'Daniel
Brenda Vaccaro Shirley
Barnard Hughes Towny
Ruth White Sally Buck
Jennifer Salt Annie
Gary Owens O pequeno Joe
George Eppersen Ralph
Al Scott Gerente da Cafeteria
Linda Davis Mãe, no ônibus
Jonathan Kramer Jackie
Vito Siracusa Vendedor de legumes
Peter Zamagias Proprietário de uma chapelaria
Gastone Rossilli Hansel McAlbertson
Joan Murphy Garçonete
M. Emmet Walsh Passageiro do ônibus
Al Stetson Motorista do ônibus

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Direção (John Schlesinger)

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (Waldo Salt)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Roteiro Adaptado (Waldo Salt)

Prêmio de Melhor Edição (Hugh A. Robertson)

Prêmio de Melhor Direção (John Schlesinger)

Prêmio de Melhor Ator (Dustin Hoffman)

Prêmio de Melhor Revelação Masculina (Jon Voight)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Jon Voight)

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio OCIC (John Schlesinger)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Revelação Masculina (Jon Voight)

Prêmios David di Donatello, Itália

Prêmio de Melhor Direção de um Filme Estrangeiro (John Schlesinger)

David de Melhor Ator Estrangeiro (Dustin Hoffman)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro (John Schlesinger)

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Não Europeu (John Schlesinger)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (John Schlesinger)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Drama adaptado de material previamente publicado (Waldo Salt )

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (John Schlesinger)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Ator (Jon Voight)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Ator (Dustin Hoffman, Jon Voight)

Oscar de Melhor Edição (Hugh A. Robertson)

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Sylvia Miles)

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio Urso de Ouro (John Schlesinger)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Roteiro (Waldo Salt)

Prêmio de Melhor Direção (John Schlesinger)

Prêmio de Melhor Ator em um Drama (Dustin Hoffman, Jon Voight)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Brenda Vaccaro)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio Nações Unidas (John Schlesinger)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Dustin Hoffman)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Joe Buck é um caipira ingênuo do Texas que se muda para Nova York com planos de fazer fortuna como gigolô.  Ao chegar lá, ele se depara com a dura realidade das ruas.  Inicialmente, ele vai a alguns lugares freqüentados por mulheres ricas, mas é totalmente ignorado.

Numa de suas saidas, ele encontra uma loura chamada Cass, passeando com Baby, seu 'poodle' branco.  Ele a acompanha até o apartamento dela, onde, após ela marcar por telefone um encontro com um homem casado, os dois têm uma relação sexual.  Certo de que encontrou sua primeira cliente rica, Joe se desaponta quando, ao final da relação, ela lhe cobra US$ 20 pelo serviço.

De volta às ruas, ele conhece Enrico Salvatore 'Ratso' Rizzo, um vigarista manco e tuberculoso do Bronx.  Sem dinheiro e faminto, Joe passa a dividir uma espelunca com Rizzo, com quem termina construindo uma sólida amizade.  Juntos, fazem de tudo para descolar uns trocados, seja roubando frutas na feira ou bolando estratégias para a promíscua carreira de Buck.  Rizzo sonha em recuperar sua saúde e poder um dia mudar-se para a idílica Flórida.

Um dia, depois de fumar maconha, Joe chama a atenção de uma rica mulher, chamada Shirley, disposta a pagar-lhe US$ 20 pelos seus serviços.  Ela o leva até seu luxuoso apartamento, onde Joe fracassa sexualmente.  Furioso quando ela o chama de 'gay', ele prova sua masculinidade a ponto de, na manhã seguinte, Shirley telefonar para uma amiga, Marjorie, recomendando-o.

Joe encontra Rizzo gravemente enfermo, com pneumonia, e percebe que tem que fazer algo para ajudar o amigo.  Ele tenta um contato telefônico com Shirley, sem sucesso.  Assim, quando é assediado por um homossexual de meia-idade, Towny, ele aceita ir até o hotel onde 'o cliente' acha-se hospedado.  Lá, quando recebe apenas US$ 10, ele fica furioso, ataca brutalmente Towny, roubando-lhe todo o seu dinheiro.

Uma vez com o dinheiro, Joe corre ao encontro de Rizzo, apanha-o e o leva até a Rodoviária, onde embarcam num ônibus para a Flórida, a fim de realizar o sonho do amigo.  Pouco depois do ônibus atravessar a fronteira do Estado da Flórida, Joe percebe que Rizzo acaba de falecer. 

Com lágrimas nos olhos, Joe ampara o amigo, ao mesmo tempo em que percebe que vai ter que enfrentar a vida sozinho.  De qualquer forma, agora, graças a Rizzo, Joe conhece suas limitações.

imagem imagem imagem

Comentários

Com um excelente roteiro e a direção segura e eficiente de John Schlesinger, "Perdidos na Noite" é um ótimo filme.

Dustin Hoffman e Jon Voight estão sensacionais em seus papeis.

A câmera de Schlesinger consegue capturar com realismo os horrores e a crueldade do sub-mundo de Nova York.

"Perdidos na Noite" contém várias cenas memoráveis.  Uma delas é quando Rizzo está morrendo e é amparado por Joe.

Finalmente, merece ainda destaque a música de John Barry.

CAA