Filmes por gênero

CANÇÃO DA INDIA (1949)

Song of India
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: La révolte des fauves (França)
Il canto dell'India (Itália)
Canción de la India (Venezuela)
Die braut des Maharadscha (Alemanha, Austria)
Junglens søn (Dinamarca)
Djungelns härskare (Suécia)
Laulu Intiasta (Finlândia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Aventura, Fantasia, Romance
Direção: Albert S. Rogell
Roteiro: Art Arthur, Kenneth Perkins
Produção: Albert S. Rogell
Música Original: Alexander Laszlo
Direção Musical: Morris Stoloff
Fotografia: Henry Freulich
Edição: Charles Nelson
Direção de Arte: Sturges Carne
Maquiagem: Paul Malcolm
Efeitos Sonoros: Jack A. Goodrich
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1950

Elenco

Sabu Ramdar
Gail Russell Princesa Tara
Turhan Bey Príncipe Gopal
Anthony Caruso Major Doraj
Aminta Dyne Tia Shayla
Fritz Leiber Nanaram
Trevor Bardette Rewa
Robert Barrat Marajá de Ramjat
David Bond Ranjit Singh
Marilyn Cooper Princesa Tara
Ted Hecht Numtai
Rodd Redwing Kumari
Al Kikume Sargento Tandu
Ethan Laidlaw Sargento de Comunicações
Ian MacDonald Assistente do Príncipe
Edwin Max Mensageiro do Príncipe
Jay Silverheels .

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Com planos para estabelecer um zoológico moderno em sua província natal na Índia, o príncipe Gopal e sua noiva, a princesa Tara, partem para a selva de Combi a fim de capturarem uma grande quantidade de animais. Acompanhando-os encontra-se a Tia Shayla.

Enquanto os dois rejeitam a supersticiosa crença dos nativos de que um ser humano deve morrer para cada animal morto, Ramdar, conhecido como o príncipe da selva, acredita que o perigo é real. Ele chega à aldeia e imediatamente começa a libertar os animais capturados.

Depois de libertar uma grande quantidade, ele explica a Gopal e à Tara que os animais são inofensivos e devem ser deixados em paz. Para provar seu ponto de vista, ele demonstra como até mesmo o tigre pode ser domado, ao ficar sozinho com o animal em sua jaula. Durante a demonstração, ele tenta libertar o tigre, mas Gopal dispara sua arma e fere o animal.

Em seguida, sob o pretexto de mostrar um pouco de sua amizade à Tara, Ramdar se oferece para levá-la até o local onde se encontram as valiosas joias dos Rajás. Seus verdadeiros motivos, no entanto, ficam claros quando ele deixa uma nota para Gopal informando-o que Tara é sua refém e que só a libertará quando todos os animais capturados forem soltos.

Ao descobrir a nota, o príncipe ordena a captura e execução de Ramdar e, em seguida, anuncia que se Tara não retornar até o anoitecer, ele irá autorizar uma verdadeira matança na aldeia.

Quando Ramdar e Tara atingem o árido penhasco, que ele chama de palácio da família, ele admite que a trouxe como refém e explica que as "joias" de que falou são, na verdade, a lua, o céu, o sol e as estrelas. Tara logo começa a entender e apreciar o amor de Ramdar pela natureza.

Em seguida, ao atingirem um penhasco mais alto e perigoso, ele é atacado pelo tigre que Gopal havia ferido. Ramdar consegue escapar sem ferimentos, e o tigre vai embora. O animal retorna, no entanto, quando o príncipe chega com seus soldados. Ramdar rapidamente desarma Gopal, que é então atacado pelo tigre e cai do penhasco para a morte.

Tendo convertido Tara de uma caçadora para uma amante da natureza, Ramdar se casa com ela e compartilha o trono da selva ao seu lado.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Albert S. Rogell, a partir de um roteiro escrito por Art Arthur e Kenneth Perkins, “Canção da Ìndia” é um razoável filme norte-americano produzido pela Columbia Pictures Corporation em 1949. Sua trama, baseada num livro de Jerome Odlum, fala de uma caçada promovida por um marajá que provoca o enfrentamento entre humanos e animais.

A direção de Rogell se mostra apenas razoável, pecando principalmente pelo ritmo por ele imposto à narrativa. Por outro lado, a fotografia de Henry Freulich é, sem nenhuma dúvida, um dos poucos quesitos que merecem ser destacados.

No elenco, embora não se mostrem em seus melhores momentos, Sabu, Gail Russell e Turhan Bey se saem bem.

Enfim, “Canção da Ìndia” é um filme dirigido mais para o público infantil.

CAA