Filmes por gênero

MÉXICO DOS MEUS AMORES (1953)

Sombrero
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Mexican Village (USA)
México de mis amores (Venezuela)
Glødende kærlighed (Dinamarca)
Kanli Ask (Turquia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Musical, Romance
Direção: Norman Foster
Roteiro: Norman Foster, Josefina Niggli
Produção: Jack Cummings
Música Original: Leo Arnaud, Geronimo Villavino
Coreografia: José Greco, Hermes Pan
Fotografia: Ray June
Direção de Arte: Cedric Gibbons, Daniel B. Cathcart
Figurino: Helen Rose
Guarda-Roupa: Helen Scovil Roup
Efeitos Especiais: Warren Newcombe
Nota: 7.0
Filme Assistido em: 1954

Elenco

Ricardo Montalban Pepe Gonzales
Pier Angeli Eufemia Calderon
Vittorio Gassman Alejandro Castillo
Yvonne De Carlo Maria, do River Road
Cyd Charisse Lola de Torrano
Rick Jason Ruben
Nina Foch Elena Cantu
Kurt Kasznar Padre Zacaya
Walter Hampden Don Carlos Castillo
Thomas Gomez Don Homero Calderon
José Greco Gitanillo de Torrano
Andrés Soler Mariano Martínez (Little Doctor)
John Abbott Don Daniel
Fanny Schiller Doña Fela
Luz Alba Rosaura
Rosaura Revueltas Tia Magdalena
Alfonso Bedoya Don Inocente
Beatriz Ramos Señora Inocente
Jorge Treviño Don Nacho
Tito Novaro Napoleon Lopez
Felipe de Flores Tomas
Arturo Soto Rangel Professor
Rita Conde Silveria

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em Columba, no México, Pepe Gonzales gosta de colocar um bigode para as fotos dos concorrentes do concurso anual de beleza. Ele quer, dessa forma, protestar contra a desclassificação de María, uma mulher que ele corteja e que vive perto do rio. Maria havia misteriosamente participado e ganho o concurso, mas temendo a reação da população, o prefeito nomeia vencedora Elena Cantu, uma jovem da sociedade. Naquela noite, o abastado Alejandro Castillo visita Maria, seu amor secreto, e confessa ter sido ele o responsável por inscrevê-la no referido concurso.

Enquanto isso, Pepe decide se tornar um herói, recuperando os ossos do grande Don Romulo Balderas, que se acham no cemitério de uma cidade próxima, marcada por sua amarga rivalidade com Columba.  Seu amigo Ruben, um fabricante de doces, concorda em acompanhá-lo, mas eles são apanhados ao tentarem entrar no túmulo de Don Romulo, por Eufemia Calderón, que chama por socorro depois que Pepe a beija.

Os dois amigos conseguem fugir, mas o braço de Ruben é quebrado quando ele cai do cavalo. Pepe o leva até Mariano Martínez, conhecido como Little Doctor, que o aconselha a consultar um especialista na cidade do México. Assim, Ruben viaja para a capital em companhia de Alejandro Castillo, que vai igualmente procurar o especialista por conta de uma dor de cabeça persistente. Ao chegarem lá, Ruben vende seus doces na arena de touradas da cidade, onde ele fica imediatamente encantado com Lola, irmã do arrogante cigano e toureiro Gitanillo de Torrano. Terminada a tourada, Ruben visita Lola, mas ela se mostra receosa de assumir o romance com medo da reação de seu cruel irmão.

De volta à Columba, Pepe diz a seus amigos que se acha apaixonado por Eufemia Calderon e que pretende cortejá-la. No final de semana, ele vai até a casa de Don Homero Calderon, onde está sendo dada uma festa de celebração do aniversário de Eufemia. Como presente, ele leva um renomado queijo de cabra de sua família. Rapidamente, ele cai nas graças de Don Homero e começa a cortejar Eufemia, mas é forçado a fugir quando um dos convidados reconhece que o queijo é de outra procedência.

Enquanto isso, Little Doctor examina as radiografias feitas na cidade do México e, infelizmente, informa Alejandro que ele tem pouco tempo de vida e que deverá perder a visão antes de sua morte. Ele pede que o médico mantenha segredo e procura Maria, a quem conta tudo. Certa de que nunca seria aceita face à sua condição social, Maria insiste que ele obedeça a seu poderoso pai e se case com Elena Cantu. Alejandro, relutantemente, termina se casando com Elena e, ao partir em lua de mel, o casal é observado de longe por Maria.

Pepe continua seu namoro clandestino com Eufemia, mas esta não se mostra esperançosa enquanto houver problemas entre suas famílias. Por outro lado, Ruben volta à cidade do México, onde visita Lola. Na ocasião, ela explica que seu irmão é tão possessivo por ser extremamente supersticioso e acreditar que ele morrerá se ela vier a se casar. De qualquer forma, ela decide desafiar seu irmão, mas quando ele bate nela e ameaça Ruben, ela pede a ajuda de uma cartomante, que lhe dá uma boneca de vodu. No dia seguinte, quando se encontra na arena, ao ver Ruben, Gitanillo decide matá-lo. No entanto, ao tomar conhecimento das intenções do irmão, Lola joga sua boneca na arena e Gitanillo é ferido de morte pelo touro.

Em Columba, Alejandro e Elena retornam de sua lua de mel, e ela confessa para a mãe que o marido se recusou a consumar o casamento deles. Enquanto isso, Alejandro procura María e lhe entrega um medalhão com um bilhete, instruindo-a a levá-lo para seu pai depois de sua morte. De repente, ele perde sua visão e é levado para casa, mas Elena friamente recusa-se a mandar chamar um sacerdote, enquanto María estiver lá. Quando Alejandro morre, Maria procura o pai dele e lhe entrega o medalhão com o bilhete por ele deixado. Don Carlos Castillo lê o bilhete do filho, que fala do amor dele por Maria e da grande herança deixada para ela. Quando Maria declina da herança, Don Carlos lhe pede perdão e lhe implora para que ela venha viver com ele como sua filha.

Enquanto isso, Lola continua a ser assombrada pela morte de Gitanillo, mas depois de passar algum tempo sozinha no topo de uma montanha, ela supera sua culpa e é capaz de ser feliz em seu casamento com Ruben.

Mais tarde, Pepe desafia a cidade para uma luta de galos, apostando o queijo de sua família contra os restos de Don Romulo. Embora o padre Zacaya se mostre horrorizado com a ideia da luta de galos, ele ajuda Pepe a disfarçar o galo que tinha sido emprestado por Don Homero. No dia do evento, no entanto, o ardil de Pepe é descoberto e o padre Zacaya perde a aposta. No entanto, quando as pessoas da cidade ansiosamente desmontam uma torre do queijo, elas descobrem uma magnífica estátua de Don Romulo, que havia sido doada por Eufemia e Don Carlos. O padre Zacaya abençoa o noivado de Pepe e Eufemia e, não existindo mais a inimizade entre as famílias, todo mundo comemora.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Norman Foster, a partir de um roteiro escrito por ele e por Josefina Niggli, “México dos meus Amores” é um razoável filme produzido pela Stanley Kramer Productions em 1953. Sua trama, baseada no livro "Mexican Village", de Niggli, deixa um pouco a desejar.

Na direção, Foster se mostra apenas razoável, embora consiga manter um bom ritmo em sua primeira metade. Por outro lado, a fotografia a cores, assinada por Ray June, merece elogios por sua qualidade. Merece, ainda, ser mencionada a bela trilha sonora, onde se destacam as canções "Ufemia", interpretada por Ricardo Montalban, e "Gypsy Dance", um número de dança da consagrada Cyd Charisse.

No elenco, Yvonne DeCarlo destaca-se no papel de Maria, com uma ótima atuação.

CAA