Filmes por gênero

DANÚBIO VERMELHO (1949)

The red Danube
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Le Danube rouge (França, Bélgica)
El Danubio rojo (Espanha, Venezuela)
Il Danubio rosso (Itália)
Schicksal in Wien (Alemanha, Austria)
Röda Donau (Suécia)
De rode Donau (Holanda)
Den røde Donau (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Guerra, Romance
Direção: George Sidney
Roteiro: Gina Kaus, Arthur Wimperis
Produção: Carey Wilson
Música Original: Miklós Rózsa
Coreografia: Alex Romero
Fotografia: Charles Rosher
Edição: James E. Newcom
Direção de Arte: Cedric Gibbons, Hans Peters
Figurino: Helen Rose
Maquiagem: Jack Dawn
Efeitos Especiais: Warren Newcombe
Nota: 8.1
Filme Assistido em: 1951

Elenco

Walter Pidgeon Coronel Michael S. 'Hooky' Nicobar
Ethel Barrymore Madre Superiora
Peter Lawford Major John 'Twingo' McPhimister
Angela Lansbury Audrey Quail
Janet Leigh Olga Alexandrova / Maria Buhlen
Louis Calhern Coronel Piniev
Francis L. Sullivan Coronel Humphrey 'Blinker' Omicron
Melville Cooper Soldado David Moonlight
Robert Coote Brigadeiro C.M.V. Catlock
Alan Napier O General
Roman Toporow 2º Tenente Maxim Omansky
Kasia Orzazewski Irmã Kasmira
Tamara Shayne Helena Nagard
Konstantin Shayne Prof. Serge Bruloff
Janine Perreau Mickey Mouse
Victor Wood Tenente Guedalia-Wood
Doris Lloyd Sra. Omicron
Audrey Young Condessa Cressanti
Argentina Brunetti Mulher italiana
Lyle Clark Major britânico
Kenneth Hunter Brigadeiro
Henry Kulky Tenente russo
Mickey McCardle Major britânico
Margo Von Leu Lani Hansel

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Cenários (Cedric Gibbons, Hans Peters, Edwin Willis, Hugh Hunt)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em Roma, logo após a Segunda Guerra Mundial, o coronel britânico Michael "Hooky" Nicobar é transferido para Viena, uma cidade dividida em quatro zonas: a americana, a britânica, a francesa e a russa. Com ele, seguem também seus principais assessores, a comandante Audrey Quail, o major John 'Twingo' McPhimister e o soldado David Moonlight. Uma vez em Viena, o coronel Michael é indicado para ajudar o brigadeiro C.M.V. Catlock em seu esforço para identificar possíveis atividades subversivas contra as nações aliadas, bem como, no trabalho de repatriação de cidadãos soviéticos que vivem na zona britânica da cidade.

O grupo é alojado em um convento dirigido pela simpática Madre Superiora. No convento, o major McPhimister conhece uma bela e misteriosa dançarina, Maria Buhlen, cujo nome verdadeiro é Olga Alexandrova. Maria, que é russa, esconde sua verdadeira identidade de todos, com exceção da Madre Superiora, por temer que venha a ser deportada para seu país.

Determinado a ganhar as atenções de Maria, o major passa a assistir a seus ensaios de balé, mas não consegue impressioná-la. Certo dia, a Madre Superiora formalmente apresenta Maria ao major e eles participam de um jantar romântico. Durante o jantar, Maria diz a McPhimister que ela não é austríaca, mas não revela sua nacionalidade. Mais tarde, naquela noite, ao deixar o apartamento dela, o major vê uma figura misteriosa à espreita perto do convento.

No dia seguinte, quando o brigadeiro Catlock diz que os russos estão à procura de uma mulher chamada Olga Alexandrova, o coronel começa a suspeitar que Maria possa ser a russa procurada. À noite, a madre superiora e Maria revelam que esta última é, na realidade, Olga. Na ocasião, Maria confessa ser filha de dissidentes russos e que está muito assustada com sua situação. Ao verificar a posição adotada pela madre superiora, o coronel se sente no dilema de entregar a jovem às autoridades russas, ou protegê-la contra o perigo de cair nas mãos dos que a procuram.

Quando o coronel russo Piniev e seus ajudantes chegam ao convento à procura de Maria, o coronel Michael não revela o que sabe. No entanto, depois que os russos se retiram, ele diz à Maria que pretende entregá-la no dia seguinte. Preocupado, McPhimister entrega à Maria uma chave do convento, a fim de que ela fuja naquela noite, mas seu plano é descoberto por Michael que impede a fuga. No dia seguinte, quando o coronel Piniev retorna ao convento e assegura ao coronel Michael que ela será muito bem tratada, este a entrega, sendo depois fortemente criticado pela Madre Superiora.

Dias depois, continuando seu trabalho de repatriação de cidadãos soviéticos que vivem na zona britânica da cidade, o coronel Michael e McPhimister procuram o professor russo Serge Bruloff que, ao tomar conhecimento de sua deportação, se suicida com uma bala na cabeça. Tal incidente faz com que Michael questione o tratamento dado pelos russos a seus compatriotas.

Na véspera de Natal, quando a Madre Superiora pede-lhe perdão por não tratá-lo de uma maneira cristã, o coronel Michael diz a ela que ele perdeu a fé após a morte de seu filho em combate. Quando o brigadeiro Catlock informa Michael que os soviéticos enviaram, sem autorização, um comboio de refugiados para a zona britânica, Michael, enfurecido, vai à estação ferroviária, onde testemunha as más condições impostas aos deportados. A Madre Superiora culpa a crueldade dos russos, na sua falta de fé em Deus e, após a inspeção, ela diz a Michael que viu Maria no trem. Esta, no entanto, ao ser abordada pela polícia militar, joga-se pela janela e morre. Indignado, o coronel envia um relatório ao Ministério da Guerra de Londres protestando contra a repatriação forçada de dissidentes políticos.

No dia seguinte, Michael reúne-se com seus superiores, ocasião em que toma conhecimento que, face ao seu relatório, os britânicos e os franceses prometeram acabar com a política de repatriação obrigatória. Depois de receber a palavra de seus superiores que o exército está sendo humanizado, o coronel é promovido e encarregado de administrar a nova política.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta George Sidney, a partir de um roteiro escrito por Gina Kaus e Arthur Wimperis, “Danúbio Vermelho” é um ótimo filme produzido pela Metro-Goldwyn-Mayer (MGM) em 1949. Sua trama, baseada num romance de Bruce Marshall, fala de temas como moralidade, fé e conflitos entre ser soldado e, ao mesmo tempo, um ser humano.

Embora não se trate de uma obra premiada, a direção de George Sidney é de primeira linha, assim como a fotografia de Charles Rosher e a música de Miklós Rózsa.

No elenco, Ethel Barrymore brilha no papel da Madre Superiora, seguida pelas ótimas atuações de Walter Pidgeon e Peter Lawford.

CAA