Filmes por gênero

NÃO CAIA N'ÁGUA MARUJO (1957)

Don't go near the water
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Marujos de água doce (Portugal)
Prenez garde à la flotte (França)
Alla larga dal mare (Itália)
Marinero, no te metas en el agua (México, Argentina)
Vaya marineros (Espanha)
Geh nicht zu nah ans Wasser (Austria, Alemanha)
Akta er för vatten (Suécia)
Vandet er vådt, sømand! (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Aventura, Comédia Romântica, Guerra
Direção: Charles Walters
Roteiro: George Wells, Dorothy Kingsley
Produção: Lawrence Weingarten
Música Original: Bronislau Kaper
Fotografia: Robert J. Bronner
Edição: Adrienne Fazan
Direção de Arte: William A. Horning, Urie McCleary
Figurino: Helen Rose
Maquiagem: William Tuttle
Efeitos Sonoros: Wesley C. Miller, Lowell Kinsall, John Lipow
Efeitos Especiais: A. Arnold Gillespie, Lee LeBlanc
Nota: 8.1
Filme Assistido em: 1959

Elenco

Glenn Ford Tenente J.G. Max Siegel
Gia Scala Melora Alba
Earl Holliman Adam Garrett
Fred Clark Tenente Comandante Clinton T. Nash
Anne Francis Tenente Alice Tomlen
Jeff Richards Tenente Ross Pendleton
Howard Smith Almirante Junius Boatwright
Keenan Wynn Gordon Ripwell
Eva Gabor Deborah Aldrich
Russ Tamblyn Guarda-Marinha Tyson
Mickey Shaughnessy Farragut Jones
Romney Brent Sr. Alba, pai de Melora
Paul Bryar Tenente Comandante Flaherty
Jack Straw Tenente Comandante Gladstone
Robert Nichols Tenente Comandante Hereford
John Alderson Tenente Comandante Diplock
Don Burnett Tenente Hepburn
William Joyce Tenente Boone
Jack Albertson George Jansen
Charles Watts Arthur Smithfield
Mary Wickes Janie
Audrey Swanson Enfermeira

Prêmios

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Ator em uma Comédia (Glenn Ford)

Indicações

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro de uma Comédia Americana (Dorothy Kingsley, George Wells )

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Comédia

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Ator em uma Comédia (Mickey Shaughnessy)

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Atriz em uma Comédia (Eva Gabor)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Ator em um Musical ou Comédia (Glenn Ford)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na ilha do Pacífico Sul de Tulura, o Tenente-Comandante Clinton Nash, um corretor na vida civil, assume o Departamento de Relações Públicas da Marinha com uma pequena equipe. Nash atribui a seus homens várias tarefas para aplacar os exigentes correspondentes de guerra e promover uma imagem romântica, embora falsa, do povo de Tuluran, como curiosos nativos com sua própria língua.

Certo dia, ao acompanhar dois congressistas em um tour pela ilha, o Tenente Max Siegel, único membro do Departamento de Relações Públicas com experiência no mar, fica surpreso ao encontrar uma bem educada e jovem professora local, chamada Melora Alba. Enquanto isso, o soldado Adam Garrett, um dos homens de Siegel, se apaixona por uma enfermeira da Marinha, a Tenente Alice Tomlen, o que constitui uma grave violação dos regulamentos, já que ela ocupa um cargo mais alto que o dele.

No dia seguinte, mostrando-se igualmente interessado na Tenente Tomlen, o playboy Tenente Ross Pendleton sugere que Adam o escolte enquanto eles se encontram. Por outro lado, depois de várias visitas à escola de Melora, para fornecer material de pesquisa para as crianças, o apaixonado Siegel pede para chamá-la pelo primeiro nome, mas ela não permite, alegando que eles são de culturas diferentes. Dias mais tarde, Adam procura Siegel para ajudá-lo a se encontrar com a tenente Tomlen. Naquela noite, quando ele leva Pendelton para se encontrar com a tenente, Siegel e vários outros homens estouram os pneus do jipe com tiros e, em seguida, raptam Pendelton enquanto Adam evita que a Tenente Tomlen reconheça a identidade dos culpados. Uma vez a sós com ela, ele confessa seu amor e afirma que o rapto foi uma artimanha utilizada para ele se livrar de Pendelton. Impressionada com sua determinação, ela o beija.

Passados alguns dias, ao receber um conjunto de enciclopédias para a escola, levadas por Siegel, Melora finalmente o chama pelo primeiro nome e o convida para conhecer seu pai. A rica casa da família e os conhecimentos de seu pai deixam Siegel inseguro e nervoso. No entanto, quando o pai dela o convida para um jogo de xadrez, o antigo campeão de sua faculdade aceita o desafio, sabendo que finalmente encontrou um terreno comum. Ao sair de lá, Siegel vai até o Bar do Clube dos Oficiais, onde o arrogante correspondente de guerra, Gordon Ripwell, mostra aos presentes uma nota de mil dólares, assinada por seu estimado editor.

No dia seguinte, Siegel diz à Melora que se ela conseguir que uma de suas amigas se encontre com Ripwell, ele poderia convencê-lo a fazer uma doação para reconstrução da escola. No entanto, quando Ripwell se encontra com a amiga de Melora, Siegel grava o encontro e, em seguida, o chantageia, ameaçando-o de contar ao seu editor sua aventura romântica com uma jovem menor de idade. Meses depois, na cerimônia da reinauguração da escola, Ripwell felicita Melora pela forma como ela se dedica à educação de crianças. Ao ver os dois juntos, Siegel se sente culpado por ter feito a aproximação dos dois e percebe que ele quer Melora para si próprio.

Dias depois, o Tenente-Comandante Nash indica Siegel para acompanhar a correspondente de guerra Deborah Aldrich, que insiste em cobrir as operações de combate. Assim, a bordo de um navio de guerra, com 1.700 marinheiros que não viam uma mulher há 31 meses, ele se vê com sua responsabilidade redobrada. Meses mais tarde, durante a festa de comemoração das forças aliadas, no Clube dos Oficiais, quando Nash comunica que o clube será doado ao povo de Tulura, com o consentimento de seu pai, Melora se junta a Siegel na pista de dança, onde Adam, que retornara do combate, dança com a Tenente Tomlen. Por outro lado, percebendo que não pode viver sem Melora, Siegel decide permanecer na ilha.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Charles Walters, a partir de um roteiro escrito por George Wells e Dorothy Kingsley, “Não Caia N’Água Marujo” é um interessante filme norte-americano produzido pela Avon Productions em 1957. Sua trama, baseada num romance de William Brinkley, acompanha um hipotético grupo de militares da marinha dos Estados Unidos, durante a 2ª Guerra Mundial, numa ilha do Pacífico.

A direção de Walters é consistentemente boa, apresentando um ótimo ritmo do início ao fim. Os diálogos são inteligentes, dentro de um roteiro muito bem estruturado. Merece ainda ser destacada a bela fotografia a cores, em CinemaScope, assinada por Robert Bronner.

No elenco, Glenn Ford, Mickey Shaughnessy e Eva Gabor brilham em seus respectivos papéis, seguidos pelas boas atuações de Gia Scala e Earl Holliman.

CAA