Filmes por gênero

TORPEDO (1958)

Torpedo run
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Rumo, Tóquio (Portugal)
La dernière torpille (França)
Inferno sul fondo (Itália)
El último torpedo (Espanha)
Ataque submarino (Argentina)
Torpedo los! (Alemanha, Austria)
Sista torpeden (Suécia)
De laatste torpedo (Holanda)
Kampen under stillehavet (Dinamarca)
Пуск торпеды (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: 2ª Guerra Mundial
Direção: Joseph Pevney
Roteiro: Richard Sale, William Wister Haines
Produção: Edmund Grainger
Fotografia: George J. Folsey
Edição: Gene Ruggiero
Direção de Arte: Malcolm Brown, William A. Horning
Figurino: Helen Rose
Maquiagem: William Tuttle
Efeitos Sonoros: Wesley C. Miller, James Brock, Harold Humbrock
Efeitos Especiais: A. Arnold Gillespie, Harold Humbrock
Nota: 8.0
Filme Assistido em: 1960

Elenco

Glenn Ford Tenente Comandante Barney Doyle
Ernest Borgnine Tenente Archer Sloan
Dean Jones Tenente Jake Foley
Philip Ober Almirante Samuel Setton
Richard Carlyle Comandante Don Adams
Robert Hardy Tenente Redley
Paul Picerni Tenente Burt Fisher
Biff Elliot Tenente Paul Buckeye
William Schallert Capitão Randy Vandercook
Diane Brewster Jane Doyle
Kimberly Beck Dede Doyle
Virginia Gregg Rosa de Tóquio
L.Q. Jones Benson
Fredd Wayne Orville Goldstein
Don Keefer Guarda-marinha Ron Milligan
Sam Edwards Coleman, operador de rádio
Al Freeman Jr. Sam Baker
Howard Dayton Walker
Frank London Al Garrity
Karl Lukas Hallert
Celeste Madamba Terese
Edward McNally Pete Waldeman
Hugh Pryor Jennings
Robert Reed Woolsey
Ken Wales Meadows

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhores Efeitos Especiais (A. Arnold Gillespie, Harold Humbrock)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

No Pacífico Sul, em 1942, o Tenente Comandante Barney Doyle e a tripulação do submarino Greyfish participam de uma intensiva caçada ao porta-aviões japonês Shinaru, que liderou o ataque à Pearl Harbor. Além das tensões provocadas pela situação, Doyle recebe uma informação de que um dos navios que estão escoltando o porta-aviões, o Yoshida Maru, transporta prisioneiros americanos capturados nas Filipinas, dentre os quais se encontram sua esposa Jane e sua filha Dede.

Ao localizar o porta-aviões, o tenente Archer Sloan tenta convencer o amigo a não arriscar a vida de sua família, mas Doyle prossegue com o ataque, terminando por afundar o Yoshida Maru, que se posicionara na frente do Shinaru, como uma forma de proteger o porta-aviões. Os japoneses não tentam resgatar os sobreviventes, na esperança de atrair o submarino para a superfície, fazendo com que Doyle seja forçado a deixar os prisioneiros se afogarem.

Em seguida, Doyle consegue seguir o porta-aviões até a Baia de Tóquio, onde tenta novamente afundar o inimigo, mas ao ser detectado por um destróier japonês, ele consegue manter o submarino precariamente escondido em um campo de minas, após conseguir eliminar o destróier. Numa segunda tentativa de acabar com o porta-aviões, o Greyfish se vê novamente obrigado a fugir de outro destróier, ocasião em que, seguindo uma sugestão do Tenente Redley, um oficial britânico que se encontra a bordo, ele detona diversas minas para fazer com que os japoneses acreditem que o Greyfish foi destruído.

Doyle retorna, em seguida, à Pearl Harbor, onde o Almirante Samuel Setton deseja promovê-lo para um cargo em terra, mas termina sendo dissuadido da ideia. Assim, ele parte mais uma vez em busca do Shinaru, desta vez acompanhado de outro submarino, o Bluefin. Algum tempo depois, ele recebe uma informação de que o Shinaru foi avistado perto do porto de Kiska.

Ao localizarem o porta-aviões, eles lançam seus torpedos, enquanto o Greyfish é bombardeado por cargas de profundidade. Incapaz de se comunicar com o Bluefin, Doyle está considerando suas opções, quando o Bluefin o localiza e vem ao seu resgate. Usando aparelhos respiratórios autônomos, os membros do Greyfish nadam até o Bluefin, onde Doyle exige saber o resultado de seu ataque. Apesar do mau tempo, ele e Archer se mostram aliviados ao testemunharem o naufrágio do porta-aviões.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Joseph Pevney, a partir de um roteiro escrito por Richard Sale e William Wister Haines, “Torpedo” é um filme norte-americano sobre a 2ª Guerra Mundial, produzido pela Metro-Goldwyn-Mayer (MGM) em 1958.

Na direção, Pevney realiza um bom trabalho, principalmente na primeira metade, no que é ajudado pela bela fotografia em Metrocolor CinemaScope, assinada por George J. Folsey. Merecem ainda ser destacados os efeitos especiais, a cargo de A. Arnold Gillespie e Harold Humbrock, indicados ao Oscar.

No elenco, Glenn Ford brilha no papel principal, seguido pela ótima atuação de Ernest Borgnine.

CAA