Filmes por gênero

ENTRE O CRIME E A LEI (1951)

Al Jennings of Oklahoma
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Os quatro cavaleiros de Oklahoma (Portugal)
Al Jennings de Oklahoma (Espanha)
Hijos de la violencia (Chile)
I quattro cavalieri dell'Oklahoma (Itália)
Jag levde laglös (Suécia)
Togrøverne fra Oklahoma (Dinamarca)
Oklahoman kauhu (Finlândia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Faroeste
Direção: Ray Nazarro
Roteiro: George Bricker
Produção: Rudolph C. Flothow
Música Original: George Duning, Paul Mertz
Direção Musical: Mischa Bakaleinikoff
Fotografia: W. Howard Greene
Edição: Richard Fantl
Direção de Arte: Victor Greene
Efeitos Sonoros: Jack A. Goodrich
Nota: 6.9
Filme Assistido em: 1953

Elenco

Dan Duryea Al Jennings
Gale Storm Margo St. Claire
Dick Foran Frank Jennings
Gloria Henry Alice Calhoun
Guinn Williams Lon Tuttle
Raymond Greenleaf Juiz Jennings
Stanley Andrews Delegado Ken Slattery
John Ridgely Detetive Dan Hanes
James Millican Ed Jennings
Harry Shannon Fred Salter
Helen Brown Sra. Salter
Robert Bice Pete Kincaid
John Dehner Tom Marsden
William Bailey Robert Kyle
William Phillips Bill Mertz
Louis Jean Heydt John Jennings
Mary Alan Hokanso Sra. Jennings
George J. Lewis Sammy Page
James Griffith Slim Harris
Charles Meredith Juiz Evans
Harry Cording Mike Bridges
Theresa Harris Terese
George Lloyd Engenheiro Ferroviário
Ann Codee Mme. Le Cler
Libby Taylor Martha
Guy Beach 1º Jurado

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em meados do século XIX, no Tennessee, nasce em uma pequena cabana abandonada, um garoto que recebe o nome de Al Jennings. À medida que cresce em Coldwater, Kansas, o garoto se torna muito temperamental e propenso à violência. Anos mais tarde, ele e seu irmão Frank decidem deixar Coldwater e se juntar a seus irmãos John e Ed em Woodward, no território de Oklahoma. Na viagem, ele conhece a jovem Margo St. Claire, que lhe diz estar igualmente viajando para Woodward a fim de visitar seu tio, Bob Kyle. Ao chegar à cidade, Al e Frank descobrem que Ed está no meio de um caso de direitos de água, defendendo Kyle de acusações de não pagamento proferidas pelo conhecido vigarista Bill Mertz.

No dia seguinte, no tribunal, Al flerta com Margo. Embora encantada, ela lhe diz que brevemente estará voltando para casa, em Nova Orleans, ocasião em que ele promete visitá-la. Mais tarde, ele interrompe o processo judicial quando o outro advogado, Tom Marsden, calunia Ed. Uma briga tem início, mas uma vez que Al é subjugado, Ed eventualmente ganha seu caso, enraivecendo Mertz e Marsden. Na noite seguinte, ao ver Ed e Al jogando baralho no Saloon local, Mertz avisa Marsden, que confronta e mata Ed. O xerife prende Marsden e assegura a um furioso Al que a justiça prevalecerá no tribunal.

No dia seguinte, quando o juiz Jennings junta-se a seus filhos, o xerife lamentavelmente os informa que Marsden saiu após pagar fiança. Irritado, Al vai ao rancho de Marsden, determinado a conseguir uma confissão dele. Ao chegar lá, no entanto, ele é recebido por Marsden com uma arma na mão, mas sendo mais rápido no gatilho, consegue matá-lo. Mertz, que assistiu a tudo, corre para informar o xerife sobre o ocorrido, ocasião em que põe toda a culpa em Al. Este foge com o irmão e, juntos, vão até um rancho que descobrem ser utilizado pelo bandido Fred Salter e sua gangue. Salter chantageia os dois irmãos para que entrem para seu bando, ameaçando entregar Al ao xerife pela recompensa oferecida de US$ 1000. Rapidamente, Al se torna o chefe do bando especializado em assaltar bancos, trens e diligências.

Quando a recompensa pela prisão de Al sobe para US$ 20.000, os irmãos decidem largar o grupo de Salter e fugir para a Louisiana onde, com o sobrenome de Thompson, iniciam um negócio ligado ao comércio de algodão. Lá, Al reencontra Margo, a quem confessa seu passado, que ela perdoa e, pouco tempo depois, os dois ficam noivos.

Um dia, no entanto, um detetive da ferrovia, Dan Hanes, reconhece os irmãos e planeja raptá-los a fim de levá-los de volta ao território de Oklahoma. No entanto, com a ajuda de Margo, eles conseguem escapar. Convencidos de que não podem continuar na Louisiana, os irmãos retornam ao rancho de Salter com a intenção de conseguirem algum trabalho que lhes permita obter o dinheiro suficiente para deixarem o país.

A Sra. Salter, de olho no dinheiro da recompensa, informa o delegado sobre os planos do assalto. Um grupo armado captura toda a gangue, com exceção dos dois irmãos que atravessam a fronteira do estado de Arkansas. No entanto, o delegado decide não considerar a linha de fronteira e prende os dois irmãos. Em Oklahoma, o juiz Jennings defende seus filhos no tribunal, mas ao final do julgamento, Frank é condenado a cinco anos de prisão, enquanto Al recebe uma pena de prisão perpétua.

Cinco anos mais tarde, no entanto, tendo em vista as irregularidades cometidas pelo delegado, quando da prisão de Al em território do estado de Arkansas, este finalmente recebe um indulto do Presidente Theodore Roosevelt.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Ray Nazarro, a partir de um roteiro escrito por George Bricker, “Entre o Crime e a Lei” é um faroeste norte-americano produzido pela Columbia Pictures Corporation em 1951. Sua trama conta a história de um advogado americano, Al Jennings, que se tornou criminoso na 2ª metade do século XIX, e teve por base um livro escrito pelo próprio advogado, juntamente com Will Irwin.                                           

A direção de Nazarro se mostra apenas razoável. Na realidade, eu destacaria apenas a bela fotografia a cores a cargo de W. Howard Greene.

No elenco, embora não se mostrem em seus melhores momentos, Dan Duryea e Gale Storm se saem bem em seus respectivos papéis.

CAA