Filmes por gênero

ESQUEÇA PARIS (1995)

Forget Paris
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Esquecer Paris (Portugal(
Oublions Paris (Canadá)
Olvídate de París (Argentina, Espanha< México, Peru)
Vergiß Paris (Alemanha)
Glöm Paris (Suécia)
Sa uiti Parisul (Romênia)
Zapomniec o Paryzu (Polônia)
Забыть Париж (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia Romântica
Direção: Billy Crystal
Roteiro: Billy Crystal, Lowell Ganz, Babaloo Mandel
Produção: Billy Crystal
Design Produção: Terence Marsh
Música Original: Marc Shaiman
Direção Musical: Artie Kane, Marc Shaiman, Scott Stambler
Coreografia: Debbie Allen, Lisa Estrada
Fotografia: Don Burgess
Edição: Kent Beyda
Direção de Arte: William Cruse
Figurino: Judy L. Ruskin
Guarda-Roupa: Linda Matthews, Marcie Olivi, Melissa Binder e outros
Maquiagem: Peter Montagna, Brad Wilder
Efeitos Sonoros: Gregory King, Jeff Wexler, Bobby Mackston, G.King e outros
Efeitos Especiais: Everett Burrell, Mark Killingsworth, Terry Sandin
Nota: 7.9
Filme Assistido em: 1996

Elenco

Billy Crystal Mickey Gordon
Debra Winger Ellen Andrews Gordon
Joe Mantegna Andy
Cynthia Stevenson Liz
William Hickey Arthur
Richard Masur Craig
Julie Kavner Lucy
Robert Costanzo Garçom
John Spencer Jack
Tom Wright Tommy
Cathy Moriarty Lois
Johnny Williams Lou
Allan Kolman Garçom francês
Margaret Nagle Marilyn
Bert Copello Funcionário da Empresa Aérea
Andy Flaster Funcionário da Empresa Aérea
Tim Halligan Médico
Lisa Rieffel Recepcionista
Judyann Elder Ivy
Deb Lacusta Enfermeira
Tom Ohmer Policial
Jean Shum Garçonete
Genelle Lee Baumgardner Véronique
Dan Majerle Dan Majerle
Kevin Johnson Kevin Johnson
Paul Westphal Paul Westphal
Sean Elliott Sean Elliott
Patrick Ewing Patrick Ewing
Tim Hardaway Tim Hardaway
Reggie Miller Reggie Miller
Rush Limbaugh Rush Limbaugh

Prêmios

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Dublagem Masculina (Luca Biagini)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em um restaurante de Nova York, Andy prepara-se para apresentar sua noiva, Liz, a seus amigos. Enquanto o grupo não chega, ele começa a contar à Liz como seus amigos Mickey e Ellen se conheceram e se apaixonaram. À medida que outros amigos vão chegando, mais histórias são contadas a ela:

Mickey Gordon era um árbitro da Associação Nacional de Basquetebol que desejava atender ao desejo de seu recém-falecido pai, de ser enterrado no local destinado aos soldados que serviram na França durante a 2ª Guerra Mundial. No entanto, seus planos atrasaram porque a Companhia Aérea havia extraviado o caixão.

Ellen Andrews, uma funcionária de Wichita, trabalhando em Paris, auxiliou Mickey a localizar e recuperar o caixão extraviado. Quando o caixão foi localizado, ela o surpreendeu ao assistir o enterro no interior da França. Os dois voltaram para Paris e terminaram se apaixonando. Depois de uma semana juntos, no entanto, ele foi forçado a voltar para os Estados Unidos face ao início da nova temporada dos jogos de basquete.

Constantemente pensando no tempo passado em Paris, Mickey perdeu a cabeça durante um jogo televisionado para todo o País, resultando em uma suspensão de uma semana. Nesse período em que se achava suspenso, ele voltou à Paris para rever Ellen, ocasião em que descobriu que ela era casada, embora separada. Com o coração partido, ele retornou aos Estados Unidos. Certo dia, quando ele se achava em Charlotte para apitar um jogo, Ellen chegou inesperadamente e lhe revelou que conseguiu seu divórcio. Por outro lado, tendo deixado seu antigo emprego na França, ela se casou com Mickey e, depois de uma lua-de-mel, o casal se instalou no Vale de San Fernando, na Califórnia.

Quando a nova temporada de basquetebol começou, Ellen conseguiu um trabalho na American Airlines. Face a esse novo trabalho, ela passou a ver Mickey apenas por alguns dias em cada mês, tornando-se solitária e deprimida. A seu pedido, ele conseguiu uma licença de um ano, junto à ANB, e nesse período, passou a trabalhar como vendedor de carros. No entanto, quando ela foi promovida a um alto cargo na Empresa, ela pediu para que o marido deixasse o trabalho e ficasse em casa cuidando de seu velho e irritante pai, Arthur.

Lidando com problemas conjugais comuns, incluindo a incongruência de suas vidas profissionais e a incapacidade de conceberem um filho, os dois começaram a se sentir emocionalmente distantes. Infeliz, Mickey decidiu voltar para a ANB. Certo dia, depois de apitar um jogo, ao voltar para casa, não encontrou Ellen. No entanto, antes de ler um bilhete encontrado no local, Mickey foi surpreendido com a chegada dela, que lhe explicou ter ido ao Kansas para deixar seu pai aos cuidados de seus irmãos e, assim, os dois poderem ficar sozinhos para tentarem reparar seu casamento.

Pouco tempo depois, no entanto, Ellen comunicou-lhe que lhe foi oferecida uma transferência para Dallas. Mickey se recusou a se afastar da Califórnia, e ela decidiu, então, ser transferida para Paris. Assim, separados, ele continuou a viajar com a NBA, enquanto ela retomou suas atividades na França.

Meses depois, no Madison Square Garden, durante o tradicional canto do “The Star-Spangled Banner”, Mickey decidiu tirar uma licença de seu trabalho a fim de voltar à Paris para reencontrar Ellen. Logo em seguida, no entanto, ele a viu na própria arena. Os dois se encontraram e se reconciliaram no meio da quadra.

Um espectador, que assistiu a tudo, irrompe no restaurante onde Andy e seus amigos se encontram, e lhes relata o que acabara de acontecer. Logo em seguida, Mickey e Ellen chegam juntos ao restaurante, e começam a recontar, para Liz, a história de seu relacionamento.

imagem

Comentários

Realizado pelo ator e cineasta Billy Crystal, “Esqueça Paris” é uma boa comédia romântica de meados dos anos 1990.

Na direção, Crystal realiza um bom trabalho, marcado por bons diálogos e pela bela fotografia de Don Burgess. Outro quesito que merece ser destacado é sua belíssima trilha sonora com músicas como “April in Paris”, interpretada por Ella Fitzgerald e Louis Armstrong, “Love is Here to Stay”, de George e Ira Gershwin, interpretada por Billie Holiday, “Just One of Those Things”, de Cole Porter, dentre outras.

No elenco, Debra Winger e Billy Crystal se saem muito bem, demonstrando haver uma ótima química entre os dois.

CAA