Filmes por gênero

O DIABO RIU POR ÚLTIMO (1953)

Beat the devil
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O tesouro de África (Portugal)
Plus fort que le diable (França)
Mort au diable (Bélgica)
La burla del diablo (Espanha, Argentina)
Schach dem Teufel (Alemanha, Austria)
Afrikan aarre (Finlândia)
Skälmarnas marknad (Suécia)
Fuld af løgn (Dinamarca)
Посрами дьявола (União Soviética)
Pais: Reino Unido, Estados Unidos, Itália
Gênero: Ação, Aventura, Comédia Dramática, Romance
Direção: John Huston
Roteiro: John Huston, Truman Capote
Produção: John Huston
Música Original: Franco Mannino
Direção Musical: Lambert Williamson
Fotografia: Oswald Morris
Edição: Ralph Kemplen
Direção de Arte: Wilfred Shingleton
Maquiagem: Connie Reeve
Efeitos Sonoros: George Stephenson, E. Law, Stan Hawkes
Efeitos Especiais: Reg Johnson
Efeitos Visuais: Bryan Langley
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1955

Elenco

Humphrey Bogart Billy Dannreuther
Jennifer Jones Sra. Gwendolen Chelm
Gina Lollobrigida Maria Dannreuther
Robert Morley Peterson
Peter Lorre Julius O'Hara
Edward Underdown Harry Chelm
Ivor Barnard Major Jack Ross
Marco Tulli Ravello
Bernard Lee Inspetor Jack Clayton
Mario Perrone Comissário de bordo do SS Nyanga
Giulio Donnini Administrador
Saro Urzì Comandante do SS Nyanga
Aldo Silvani Charles, gerente do restaurante
Alex Pochet Gerente do hotel
Mimmo Poli Barman
Manuel Serano Ahmed, inquisidor árabe
Julie Gibson .
Dave Crowley .

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em um pequeno porto italiano, quatro executivos, Petersen, Julius O´Hara, Major Jack Ross e Ravello, os quais são representados por Billy Dannreuthers em um plano para adquirir uma terra rica em urânio na África Oriental Britânica, são levados por policiais. Billy relata como eles foram presos:

Seis meses antes, Billy, um americano, sua esposa italiana Maria e seus sócios embarcaram em um navio a vapor para a África, onde ele tem um contato que vai arranjar para que o grupo seja beneficiado em um leilão de terras. O navio, entretanto, apresenta um problema em suas máquinas, causando um atraso na partida. Enquanto esperam, Billy encontra um casal britânico de classe alta, Harry e Gwendolen Chelm, que estão viajando no mesmo navio para tomarem posse  de uma plantação de café herdada por Harry.

A excêntrica Sra. Gwendolen, que mente em relação à sua classe social e tem uma imaginação fértil, diz a Billy que ele e seus sócios são muito misteriosos e que ela suspeita de que eles sejam maus médicos interessados em fazerem experiências com os nativos. Mais tarde, Billy encontra-se com Petersen e os outros, que estão preocupados que seu amigo faça outro trato, pois não chegarão na hora. Depois de acusar Ross de ser o assassino de um oficial colonial britânico, que fazia parte de seu plano, Billy reafirma a eles que seu amigo não os decepcionará. Quando Billy e Maria levam os Chelms para jantar, ele revela que possue um conhecimento profundo da área.

No dia seguinte, Harry amanhece resfriado e Billy aproveita a oportunidade para convidar a Sra. Gwendolen para visitar uma Villa que um dia foi dele, vivenciando mais um de seus delírios, quando ela alega que ele está dando em cima dela. Depois de ouvir a Sra. Gwendolen dizer a Billy que a plantação que Harry está herdando é rica em urânio, O´Hara informa os outros. Enquanto isso, Maria, uma  anglófila, serve ao adoentado Harry um chá da tarde e mais tarde diz a Billy que está interessada no inglês. Por outro lado, em nome do grupo, O´Hara expressa sua preocupação de que Billy talvez não esteja inteiramente comprometido com eles. Petersen o procura e lhe diz que ambos deverão voar para a África a fim de protegerem seus interesses. Embora Billy enfatize de que o leilão acontecerá em duas semanas e a sua chegada antecipada poderá ser considerada suspeita, Petersen insiste que ele e Billy devem seguir em um táxi velho para o aeroporto mais próximo.

No caminho, o táxi quebra e, ao ser empurrado, cai de um penhasco no mar. Depois que Harry é informado de que Billy e Petersen tinham sido dados como mortos no acidente, ele dá a noticia para Maria e a Sra. Gwendolen. O dinheiro que Petersen estava carregando em sua pasta foi todo perdido, fazendo com que Ravello tente levantar um novo capital, explicando seu plano para Harry. Pouco depois, no entanto, para surpresa de todos, Billy e Petersen retornam ao porto e o comissário de bordo anuncia que o navio está finalmente pronto para partir. A Sra. Gwendolen diz a Billy que falou para seu marido que está apaixonada por ele, com quem pretende fugir. Billy, no entanto, recusa sua proposta e os dois terminam embarcando no navio.

Logo em seguida, Petersen recebe um telegrama de um colega em Londres, que investigou os Chelms, no qual ele declara que o casal não é rico como a Sra. Gwendonen alega ser. Mais tarde, depois que ela confessa o mesmo para Billy, Harry declara que Ravello lhe informou que eles são uma dupla de vigaristas prestes a sabotar um país rico em urânio, e que ele tem a intenção de denunciá-lo às autoridades. O navio volta a ter problemas em suas máquinas e Harry, um ex-oficial da marinha real, tenta consertá-lo, mas depois de outra explosão o capitão o culpa e o leva preso.

Billy, preocupado que seus sócios venham a matar Harry, para silenciá-lo, avisa a Sra. Gwendolen que eles já mataram um homem em Londres, e que juntos eles farão de tudo para frustrarem uma tentativa contra a vida de Harry. Algum tempo depois, quando informado que o navio está afundando, Billy vai soltar Harry, mas descobre que ele havia fugido após deixar uma nota dizendo que esperava nadar até a praia. Todos os outros passageiros, inclusive Maria e a Sra. Gwendolen, entram em um barco salva-vidas e chegam a uma praia onde são presos por um cavaleiro árabe. Depois que todos são interrogados por Ahmed, um oficial árabe, que suspeita que eles sejam espiões ou revolucionários, Billy é surpreendido quando ele lhe pede informações sobre a atriz Rita Hayworth. Percebendo sua obsessão pela atriz americana, Billy o convence a libertá-los em troca de um grande suborno e a promessa de ser apresentado à bela Rita Hayworth.

Assim, o grupo consegue retornar em um pequeno bote até um porto italiano, de onde navegam e encontram um inspetor da Scotland Yard que está investigando o assassinato do oficial colonial britânico. Quando tudo indica que o inspetor acredita em suas diversas versões, a Sra. Gwendolen toma a iniciativa de acusar todos, exceto Billy, do assassinato ocorrido em Londres, e da tentativa contra a vida de seu marido. Depois que os quatro são levados em custódia, a Sra. Gwendolen recebe um telegrama da África Oriental Britânica e o mostra a Billy, que cai na gargalhada ao ler que Harry havia adquirido a terra que Petersen e os outros tentaram roubar, e que, agora, ele espera se tornar um homem rico. No telegrama, Harry ainda afirma estar disposto a levar em consideração seu comportamento extraordinário, pedindo-lhe para que ela vá ao seu encontro.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta John Huston, a partir de um roteiro por ele escrito juntamente com Truman Capote, “O Diabo Riu por Último” é um filme ítalo-anglo-americano produzido em 1953. Sua trama, baseada no livro "Beat the Devil", de  Claud Cockburn, embora não seja brilhante, consegue prender a atenção do espectador,  talvez por suas ironias e suas reviravoltas.

Embora não seja extraordinária, a direção de Huston se mostra segura, sendo ajudada pela bela fotografia assinada por Oswald Morris. O elenco, por outro lado, conta com grandes nomes do cinema internacional, tais como, Humphrey Bogart, Jennifer Jones, Gina Lollobrigida, Peter Lorre, dentre outros.

Enfim, “O Diabo Riu por Último” é um filme que merece ser visto.

CAA