Filmes por gênero

FANFAN (1993)

Fanfan
imagem

Ficha Técnica

Pais: França
Gênero: Comédia Romântica
Direção: Alexandre Jardin
Roteiro: Alexandre Jardin
Produção: Alain Terzian
Design Produção: Hugues Tissandier
Música Original: Nicolas Jorelle
Fotografia: Jean-Yves Le Mener
Edição: Joëlle Hache, Claire Pinheiro
Figurino: Lyvia D'Alche
Guarda-Roupa: Françoise Arrieu, Patrick Lavoix, Annick Redon
Efeitos Sonoros: Michel Barlier, Gérard Lamps, Jean-Charles Ruault
Efeitos Especiais: Philippe Hubin, Bruno Vaillant
Efeitos Visuais: Jean-Marie Vives, Antoine Simkine
Nota: 8.0
Filme Assistido em: 1994

Elenco

Sophie Marceau Fanfan
Vincent Perez Alexandre
Marine Delterme Laure
Micheline Presle Maude
Gérard Séty Ti
Bruno Todeschini Paul
Arielle Sémenoff Mãe de Laure
Marcel Maréchal Pai de Fanfan
Gérard Caillaud Pai de Laure
Béatrice Esterle Mãe de Fanfan
Jean-Marie Cornille Proprietário
Maxime Lombard Advogado
Mathilde Vitry Mulher do Proprietário
Samuel Sogno Franck
Patrick Aubrée O presidente
Pierre Gérald O senhor idoso
Thierry Lhermitte .

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Alexandre conhece Fanfan na casa de Ti e Maude. Ela é cheia de vitalidade e naturalmente livre. Eles se sentem atraidos. Alexandre quer viver a paixão sem o compromisso do quotidiano, sem os hábitos, sem a nostalgia que precede o primeiro beijo. Deseja fazer a corte à Fanfan sem declarar seus sentimentos, não apenas por fidelidade à Laure, com quem deve se casar.

Alexandre convida Fanfan para um jantar num apartamento luxuoso, onde ela rapidamente percebe que não lhe pertence, quando da chegada do verdadeiro proprietário, um banqueiro suíço de língua alemã. Em seguida, juntos, eles sonham com um cantinho vienense. Quando Fanfan descobre a existência de Laure, Alexandre se vê obrigado a escolher entre as duas e parar de mentir. Por que não manifestar esse desejo que ainda sente tão forte por ela?  Na praia, ela o provoca, pedindo-lhe para passar creme solar em suas costas. Entretanto, quando ele se acha prestes a ceder e a beijá-la, eis que Laure chega repentinamente.

Esta não aceita a situação e larga Alexandre que, a essa altura, já queria escapar da rotina que mantinha com ela. Em seguida, ele decide alugar um estúdio vizinho àquele para onde Fanfan vai se mudar, e obtém autorização do proprietário para substituir a parede que separa os dois imóveis por um painel de vidro unidirecional. Assim, ele se faz um voyeur a fim de viver com Fanfan sem que ela o saiba, sem que haja uma vida normal a dois. Para ela, trata-se agora de usar toda sua imaginação para fazer com que ele ceda.

Quando de um fim de semana passado na casa de praia de Ti e Maude, Fanfan chega com um amigo escultor, Paul, que ela faz passar por seu futuro marido. De volta ao estúdio, Alexandre se torna evidentemente bastante ciumento, ao observá-la com Paul através do painel de vidro que colocara. Ao descobrir o estratagema utilizado por Alexandre e por este confiado à Ti, Fanfan manobra para que ele finalmente quebre o painel que os separa e passem a desfrutar de uma feliz vida a dois.

imagem

Comentários

Escrita e dirigida pelo cineasta Alexandre Jardin, “Fanfan” é uma deliciosa comédia romântica do cinema francês. Sua trama é uma verdadeira ode ao amor-paixão, marcada por uma incessante redescoberta do parceiro, onde a rotina não tem vez.

Vincent Perez está muito bem no papel de Alexandre, deixando clara a perfeita química que mantém ao lado de Sophie Marceau. Esta nos brinda, além de sua beleza, com uma de suas melhores atuações para o cinema.

Enfim, “Fanfan” é, sem dúvida alguma, uma comédia romântica leve, repleta de pequenos momentos de poesia, digna de ser vista por todos aqueles que apreciam o gênero.

CAA