Filmes por gênero

NA SELVA DA MALAYA (1952)

The planter's wife
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Sangue branco (Portugal)
Sangue bianco (Itália)
La femme du planteur (França, Bélgica)
Malasia (Espanha)
Outpost in Malaya (Estados Unidos)
Weiße Frau im Dschungel (Alemanha, Austria)
Utpost i Malaya (Suécia)
Nat over Malaya (Dinamarca)
Pais: Reino Unido
Gênero: Aventura, Drama
Direção: Ken Annakin
Roteiro: Guy Elmes, Peter Proud
Produção: John Stafford
Música Original: Allan Gray
Direção Musical: Ludo Philipp
Fotografia: Geoffrey Unsworth
Edição: Alfred Roome
Direção de Arte: Ralph W. Brinton
Figurino: Doris Lee
Maquiagem: Sidney Turner
Efeitos Sonoros: Gordon K. McCallum, Dudley Messenger, Graeme Hamilton
Efeitos Especiais: Albert Whitlock, Bill Warrington
Nota: 7.2
Filme Assistido em: 1954

Elenco

Claudette Colbert Liz Frazer
Jack Hawkins Jim Frazer
Anthony Steel Hugh Dobson
Ram Gopal Nair
Jeremy Spenser Mat
Peter Asher Mike Frazer
Andy Ho Wan Li
Tom Macaulay Jack Bushell
Sonya Hana Ah Mov
Yah Ming Ah Siong
Ng Cheuk Kwong Ho Tang
Bill Travers Plantador
Victor Maddern Operador de rádio
Helen Goss Eleanor Bushell
Shaym Bahadur Putra
Bryan Coleman Capt. Dell
Don Sharp Ten. Summers
Maria Baillie Arminah
John Stamp Len Carter
John Martin Harry Saunders
Myrette Morven Mildred Saunders

Sinopse

Na Malásia, o plantador de borracha britânico Jim Frazer e sua esposa americana Liz tomam conhecimento de que seus vizinhos, os Carters, foram mortos por bandidos nativos. Jim tem se mantido distante, temendo pela segurança de sua família e da plantação, enquanto sua mulher, que está prestes a acompanhar seu filho, Mike, em uma viagem para a Inglaterra, secretamente planeja não voltar para a Malásia. Ao inspecionar sua plantação em companhia de seu capataz, Nair, Jim descobre que os trabalhadores locais estão sendo pressionados a fornecerem comida para os bandidos. Enquanto isso, o inspetor britânico Hugh Dobson visita Liz e, supondo que ela pretende deixar Jim, a incita a revelar seus verdadeiros sentimentos para com o marido.

Na estrada de volta para casa, Jim pega Wan Li, um chinês que afirma ter sido assaltado pelos bandidos e que, agora, precisa de uma carona para a cidade. Embora desconfiado, Jim concorda em levá-lo. Ao passar primeiro em sua casa, sua mulher lhe diz que sente que ele quer mandá-la embora, mas Jim permanece em silêncio e, numa última tentativa de sentir-se perto dele, ela pede para acompanhá-lo até a cidade. Ao longo do caminho, Wan Li menciona Ah Siong, o líder dos bandidos, aumentando as suspeitas de Jim. No entanto, ao chegarem à cidade, Wan Li revela ser o tio da menina que foi ferida durante a invasão da casa dos Carters, fazendo com que Jim peça desculpas por desconfiar dele. Enquanto Liz vai ao hospital visitar a menina gravemente ferida, Wan Li informa a polícia sobre seu assalto. Tão logo ele deixa a polícia, no entanto, ele é visto por bandidos e assassinado.

Liz e Jim passam um dia agradável juntos e, em seguida, visitam o Clube Britânico, onde ela diz a Hugh que planeja pedir ao marido para que ele vá ao seu encontro em Londres, ignorando os argumentos de Hugh de que Jim é necessário na Malásia. Ao voltar para casa, o casal fica ainda mais preocupado ao ver o corpo de Wan Li na estrada e seu guarda estirado no chão. Embora pensem no pior, eles logo descobrem que o guarda está apenas brincando com Mike e seu amigo Mat. Em casa, Jim adormece e, sonhando com sua internação em um campo de prisioneiros japonês, chama por Liz. Quando ela lhe pede para retornar para a Inglaterra com ela, no entanto, ele lhe diz que infelizmente não pode, e ela chora. Enquanto isso, Mike quase é mordido por uma naja, mas Mat consegue matar a cobra. Nos dias que se seguem, os homens de Ah Siong aumentam suas atividades, matando trabalhadores e destruindo árvores de borracha. Depois que um bandido é localizado na selva, ele corre para a cidade e encurrala Liz, que atira nele com uma pistola e, em seguida, desmaia. Jim a carrega para casa, onde ela desperta e descobre que suas linhas telefônicas foram cortadas.

Jim começa a montar umas barricadas e a estocar em um túnel que passa sob sua propriedade e Nair vai morar com sua namorada, Arminah. Eles montam dois anéis de luzes ao redor da casa como defesa, mas pouco antes de escurecer, verificam que as linhas de energia estão inoperantes.  Pouco tempo depois, no entanto, Nair corrige o problema e, ao serem acesas, as luzes revelam os bandidos sob a cerca de arame farpado. Jim e Nair abrem fogo, forçando os bandidos a recuar. Jim abraça Liz, admitindo que ia mandá-la embora apenas para protegê-la. Horas mais tarde, ele ouve um barulho que indica que os bandidos estão cortando todas as suas árvores e, impulsivamente, corre para a selva, tendo Mat como guia. Quando os bandidos retomam seu ataque, Liz não quer que Nair abra fogo, temendo que Jim seja atingido, mas quando eles eliminam as luzes ao redor da casa, o capataz se vê forçado a responder ao ataque. Pouco tempo depois, Nair é ferido, ocasião em que Ah Siong, mentindo, grita para Liz dizendo que Jim se encontra em seu poder.

Quando um bandido mira sua arma em Liz, Jim o impede de dispará-la e, em seguida, lança uma granada, matando Ah Siong. Perseguido pelos capangas de Ah Siong, Jim é salvo com a chegada da polícia que dispara algumas bombas de fumaça, assustando os criminosos. No final, o casal decide permanecer unido.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Ken Annakin, a partir de um roteiro escrito por Guy Elmes e Peter Proud, “Na Selva da Malaya” é um filme razoável produzido pela Pinnacle Productions em 1952. Sua trama, baseada no livro "Planter's Wife" de S.C. George, conta a história de um plantador de borracha inglês e de sua mulher americana, nos últimos anos do colonialismo britânico. O filme é o último de uma trilogia que começou com “Terra de Paixão”, de 1932, e deu sequência com “Malaia”, de 1949.

A direção de Annakin se mostra apenas razoável, apesar de conter boas cenas de ação. No elenco, destacam-se as atuações de Jack Hawkins e Anthony Steel. Infelizmente, nossa querida Claudette Colbert não se acha em seus melhores momentos.

CAA