Filmes por gênero

NATAL BRANCO (1954)

White Christmas
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Noël blanc (França, Bélgica, Canadá)
Bianco Natale (Itália)
Navidades blancas (Espanha)
Blanca Navidad (Argentina, México)
Weiße Weihnachten (Alemanha, Austria)
Biale Boze Narodzenie (Polônia)
Valkea joulu (Finlândia)
Светлое Рождество (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia Musical
Direção: Michael Curtiz
Roteiro: Melvin Frank, Norman Krasna, Norman Panama
Produção: Robert Emmett Dolan
Música Original: Gus Levene, Joseph J. Lilley, Van Cleave
Direção Musical: Joseph J. Lilley
Coreografia: Bob Fosse
Fotografia: Loyal Griggs
Edição: Frank Bracht
Direção de Arte: Hal Pereira, Roland Anderson
Figurino: Edith Head
Guarda-Roupa: Joan Joseff
Maquiagem: Wally Westmore
Efeitos Sonoros: Hugo Grenzbach, John Cope, Lyle Figland
Efeitos Visuais: John P. Fulton, Farciot Edouart
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1955

Elenco

Bing Crosby Bob Wallace
Danny Kaye Phil Davis
Rosemary Clooney Betty Haynes
Vera-Ellen Judy Haynes
Dean Jagger Major General Thomas F. Waverly
Mary Wickes Emma Allen
John Brascia John
Anne Whitfield Susan Waverly
Gavin Gordon General Harold G. Carlton
Grady Sutton Sr. Herring
Sig Ruman Senhorio
Barrie Chase Doris Lenz
Percy Helton Condutor do trem
Bea Allen Auxiliar da diretora de dança
Joan Bayley Auxiliar da diretora de dança
Lorraine Crawford Rita
James Parnell Xerife
Johnny Grant Ed Harrison
George Chakiris Dançarino
Ernie Flatt Dançarino
Bess Flowers Mulher dançando
Richard Shannon Joe
Herb Vigran Novello

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Canção Original (Irving Berlin)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1944, na véspera do Natal, em algum lugar da Europa arrasada pela guerra, dois militares do exército americano, o capitão Bob Wallace e o soldado Phil Davis, dão um show para as tropas da 151ª Divisão do Exército Americano. O show homenageia o querido Major General Thomas Waverly, que está de partida.

Terminada a guerra e durante dez anos, a dupla se torna um grande sucesso nas casas noturnas, no rádio e na Broadway, produzindo inúmeras canções e, finalmente, tornando-se bem-sucedidos produtores na Flórida. Em uma noite de dezembro, quando eles estão se apresentando em sua revista “Playing Around”, Phil tenta fazer com que o amigo se interesse por uma corista, mas ele irritadamente resiste. Phil se preocupa porque, não tendo uma vida amorosa, Bob passa todo o seu tempo a trabalhar e, consequentemente, faz com que ele fique igualmente sem tempo para melhor cuidar de sua vida pessoal. Depois que Bob admite que deseja encontrar uma boa mulher, os dois vão a uma boate onde Betty e Judy Haynes, irmãs de um antigo companheiro do exército, estão se apresentando. Ao vê-las, Bob sente-se imediatamente atraído por Betty, ocorrendo o mesmo com Phil em relação à Judy. Quando Betty admite para Bob que a carta de seu irmão, convidando-os para o show, na verdade foi escrita por Judy, ele solta uma piada. Betty, a irmã mais velha, sente-se ofendida com o comentário de Bob, e os dois calmamente discutem. Judy e Phil, no entanto, ficam encantados com o casal.

Logo depois, Novello, o dono da boate, informa Judy que o xerife está em seu escritório, esperando para prendê-la, bem como, sua irmã, por falta de pagamento de uma taxa de US$200 devida ao seu senhorio. Depois que Judy confessa a Phil que elas estão quebradas e que tinham um compromisso em Vermont, ele lhe dá os bilhetes de trem que ele e Bob iriam usar naquela noite. Enquanto Novello ganha tempo junto ao xerife, Betty e Judy conseguem sair da boate e fugir em um taxi. Para assegurar que elas cheguem à estação ferroviária sem quaisquer problemas, Bob e Phil sobem ao palco e distraem os espectadores.

Pouco tempo depois, os dois deixam apressadamente a boate, ocasião em que Phil comenta que perdeu seus bilhetes de trem. Bob, então, o convence a passar uns dias em Vermont. Ao chegarem lá, eles se mostram chocados ao encontrarem a grama verde e temperaturas elevadas. Na Pousada Columbia, onde Betty e Judy devem se apresentar, elas tomam conhecimento de que, por causa do tempo e dos ventos fora da temporada, a pousada encontra-se com poucos hóspedes e não se acha em condições de pagar pelos shows programados. No entanto, quando Betty, Judy, Bob e Phil estão prestes a partir, o Major General Waverly entra na pousada com sua neta Susan. Ao encontrá-los, ele revela que, depois de deixar o exército, aplicou todas as suas economias naquela pousada e insiste em honrar o contrato das irmãs. Naquela noite, enquanto Betty e Judy cantam para os presentes, Bob e Phil engendram um plano para salvar a Pousada. Assim, depois de pensarem bastante sobre o assunto, eles decidem trazer para Vermont sua revista “Playing Around”, explicando a Waverly que a pousada é o lugar perfeito para se prepararem para sua estreia na Broadway.

Mais tarde, depois que Phil e Judy conspiram para deixarem Bob e Betty sozinhos, esta admite que o julgou mal e elogia sua abnegação. Embora os ensaios na pousada caminhem bem, Waverly sente-se angustiado quando recebe uma carta de um amigo do exército, informando-o que foi negado seu pedido de reintegração. Na esperança de melhorar a autoestima de Waverly, Bob decide ir ao programa de televisão de Ed Harrison e convidar os veteranos da 151ª Divisão para um show de véspera de Natal na pousada. Enquanto ele fala ao telefone com Ed sobre seu plano, uma empregada escuta às escondidas a conversa e comenta com Betty o que ouviu. Mal interpretando as intenções de Bob, Betty decide, na manhã seguinte, escrever uma carta de despedida para a irmã e, em seguida, viaja para Nova York a fim de procurar um novo emprego.

Na véspera do Natal, conforme planejado, centenas de veteranos e suas famílias chegam à pousada para surpresa geral e Betty, percebendo o engano que cometera, retorna de Nova York a tempo de participar do grande evento. Waverly se mostra profundamente comovido com a presença de seus antigos comandados e, terminado o show, a neve volta a cair em Vermont enquanto Betty e Bob, bem como Phil e Judy, se beijam felizes por saberem que em breve vão se casar.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Michael Curtiz, a partir de um roteiro escrito por Melvin Frank, Norman Krasna e Norman Panama, “Natal Branco” é um ótimo filme norte-americano produzido pela Paramount Pictures em 1954. Primeiro filme rodado em VistaVision, um processo desenvolvido para competir com o CinemaScope, sua trama envolve um constante deleite musical, com excelentes números de dança.

Na direção, Curtiz realiza um ótimo trabalho, no que é ajudado pela excelente fotografia a cargo de Loyal Griggs. Merecem ainda atenção sua trilha sonora, composta pelo legendário Irving Berlin, bem como os números de dança, brilhantemente coreografados por Bob Fosse e interpretados por Vera-Ellen. Adicionalmente, Bing Crosby e Rosemary Clooney nos seduzem pela excelência de suas vozes.

Enfim, “Natal Branco” é um filme que recomendo, principalmente para os fãs dos musicais hollywoodianos.

CAA