Filmes por gênero

A NOITE DOS GENERAIS (1967)

The night of the Generals
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: La nuit des Généraux (França)
La notte dei Generali (Itália)
La noche de los generales (Espanha, México)
Die Nacht der Generale (Alemanha)
Generalernas natt (Suécia)
Noc generalów (Polônia)
Tábornokok éjszakája (Hungria)
Ночь генералов (União Soviética)
Pais: Reino Unido, França
Gênero: Drama, Crime, Suspense, 2ª Guerra Mundial
Direção: Anatole Litvak
Roteiro: Paul Dehn, Joseph Kessel
Produção: Sam Spiegel, Anatole Litvak
Design Produção: Alexandre Trauner
Música Original: Maurice Jarre
Direção Musical: Maurice Jarre
Fotografia: Henri Decaë
Edição: Alan Osbiston
Direção de Arte: Auguste Capelier
Figurino: Rosine Delamare, Jean-Claude Philippe
Guarda-Roupa: Jean Zay
Maquiagem: Michel Deruelle, Bill Lodge
Efeitos Sonoros: Jacques Carrère, Teddy Mason, William Robert Sivel
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1996

Elenco

Peter O'Toole General Tanz
Omar Sharif Major Grau
Donald Pleasence Major-General Kahlenberge
Philippe Noiret Inspetor Morand
Charles Gray General von Seidlitz-Gabler
Harry Andrews General Stulpnagel
Tom Courtenay Cabo Kurt Hartmann
Joanna Pettet Ulrike von Seydlitz-Gabler
Coral Browne Eleanore von Seidlitz-Gabler
John Gregson Coronel Sandauer
Nigel Stock Sargento Otto Kopkie
Christopher Plummer Marechal de Campo Rommel
Juliette Gréco Juliette
Yves Brainville Liesowski
Sacha Pitoëff Médico
Charles Millot Wionczek
Véronique Vendell Monique Demond
Jean Ozenne General Dietrich
Patrick Allen Coronel Mannheim
Gordon Jackson Capitão Engel
Michael Goodliffe Inspetor Hauser
Pierre Mondy Sargento Kopatski
Eléonore Hirt Mélanie
Nicole Courcel Raymonde
Jenny Orléans Esposa de Otto
Gérard Buhr Von Stauffenberg

Prêmios

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Ator Estrangeiro (Peter O'Toole)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1942, durante a ocupação de Varsóvia, uma prostituta é brutalmente assassinada. Como ela era uma agente alemã, o Major Grau, do Serviço de Inteligência, é indicado para investigar o crime. As evidências apontam para três oficiais-generais do alto escalão nazista: o General von Seidlitz-Gabler, o Major-General Kahlenberg e o General Tanz.

As investigações em Varsóvia, entretanto, não caminham como desejado. A persistência do Major Grau em levar à justiça um assassino, durante a guerra, irrita o Alto Comando e ele é transferido.

Em julho de 1944, os três oficiais suspeitos voltam a se encontrar em Paris, quando de uma conspiração para assassinar Adolf Hitler. Kahlenberg acha-se profundamente envolvido na trama, enquanto Seidlitz-Gabler se mostra indeciso e Tanz permanece totalmente leal ao Führer.

Na noite de 19 de julho, o General Tanz ordena ao seu motorista, o Cabo Kurt Hartmann, que lhe consiga uma prostituta que, como ocorrera em Varsóvia, no final é brutalmente assassinada. Tanz age de forma a implicar Hartmann, mas lhe oferece a chance de desertar, que ele aceita.

Quando Grau, agora um Tenente-Coronel, toma conhecimento do assassinato, cometido da mesma forma que o anterior, ele retoma sua investigação. Por outro lado, ciente de que o tenente-coronel continua em sua pista, Tanz acusa Hartmann, agora tendo um caso com a filha de Seidlitz-Gabler, Ulrike, de ser o assassino.

As investigações de Grau, no entanto, concluem pela culpabilidade do General Tanz. Entretanto, quando ele procura o general para acusá-lo pessoalmente, é por este assassinado e rotulado como um dos conspiradores da agora fracassada tentativa de assassinar Hitler.

Muitos anos depois da guerra, o assassinato de uma prostituta em Hamburgo, em 1965, chama a atenção do Inspetor Morand, da Interpol, que tem uma dívida de gratidão para com o antigo Tenente-Coronel Grau, por ele não revelado sua conexão com a resistência francesa durante a guerra. Em sua memória, o inspetor reabre o caso e termina por concluir que o verdadeiro assassino da prostituta parisiense é o antigo General Tanz.  Assim, quando este chega a Hamburgo para um comício de neonazistas, após cumprir prisão como criminoso de guerra, o Inspetor Morand o confronta durante um jantar, tendo Hartmann ao seu lado. Diante da humilhação e da desgraça, Tanz vai até uma sala ao lado e se suicida.

imagem

Comentários

Realizado pelo grande cineasta Anatole Litvak, “A Noite dos Generais” é um ótimo filme anglo-francês de meados dos anos 1960. Sua trama incorpora, com sucesso, fatos históricos, ligados à 2ª Guerra Mundial, com ficção.

Na direção, Litvak nos brinda com um excelente trabalho, no que é ajudado pela brilhante trilha sonora de Maurice Jarre e por um elenco de primeira linha onde sobressaem as atuações de Peter O'Toole, Omar Sharif e Philippe Noiret.

A reconstituição do período, com cenários bem cuidados, é outro ponto que merece ser destacado.

Enfim, “A Noite dos Generais” é um filme imperdível.

CAA