Filmes por gênero

CONSCIÊNCIAS MORTAS (1943)

The Ox-Bow incident
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: L'étrange incident (França)
L'aube fatale (Bélgica)
Alba fatale (Itália)
Incidente en Ox-Bow (Espanha)
Conciencias muertas (Argentina, Chile)
Strange Incident (UK)
Ritt zum Ox-Bow (Alemanha, Austria)
Möte vid Ox-oket (Suécia)
De døde ved daggry (Dinamarca)
Случай в Окс-Боу (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Faroeste
Direção: William A. Wellman
Roteiro: Lamar Trotti
Produção: Lamar Trotti
Música Original: Cyril J. Mockridge
Fotografia: Arthur C. Miller
Edição: Allen McNeil
Direção de Arte: James Basevi, Richard Day
Figurino: Earl Luick
Guarda-Roupa: Sam Benson
Maquiagem: Guy Pearce
Efeitos Sonoros: Roger Heman Sr., Alfred Bruzlin
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1949

Elenco

Henry Fonda Gil Carter
Dana Andrews Donald Martin
Mary Beth Hughes Rose Mapen / Rose Swanson
Anthony Quinn Juan Martínez / Francisco Morez
William Eythe Gerald Tetley
Marc Lawrence Jeff Farnley
Harry Morgan Art Croft
Willard Robertson Xerife Risley
Daniel Tyler Sub-xerife Butch Mapes
Matt Briggs Juiz Daniel Tyler
Harry Davenport Arthur Davies
Frank Conroy Major Tetley
Jane Darwell Jenny Grier
George Chandler Jimmy Cairnes
Paul Hurst Monty Smith
Stanley Andrews Bartlett
Frank Orth Larry Kinkaid
Francis Ford Halva Harvey
George Meeker Sr. Swanson
Almira Sessions Srta. Swanson
Victor Kilian Darby
Margaret Hamilton Sra. Larch
George Lloyd Moore
Chris-Pin Martin Poncho
Ted North Joyce
Leigh Whipper Sparks

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Direção (William A. Wellman)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1885, os pecuaristas Gil Carter e Art Croft viajam de seu pequeno rancho para a cidade vizinha de Bridger’s Wells, em Nevada. Ao entrarem em um bar, Gil tem a esperança de reencontrar sua namorada, Rose Mapen, ficando furioso quando o barman, Darby, lhe informa que ela deixou a cidade para se casar. Seu temperamento piora quando o rancheiro Jeff Farnley insinua que ele e Croft, como únicos forasteiros presentes, podem ser os responsáveis pelos recentes roubos de gado que atingiram cada rancheiro da região.

Gil e Farnley envolvem-se numa briga que termina quando Darby quebra uma garrafa na cabeça de Gil. Imediatamente após a luta, um homem chega à cidade a cavalo, entra no bar e anuncia que o rancheiro Larry Kinkaid acaba de ser assassinado. Arthur Davies, proprietário de um armazém, tenta convencer os homens que se acham no Saloon a esperarem o xerife Risley e o juiz Daniel Tyler. Quando a maioria persiste na formação de um grupo para tentar localizar os assassinos, Davis envia Gil e Joyce, um morador da cidade, à casa de Tyler. Davis pede ainda a Gil que evite envolver o assistente do xerife, Butch Mapes, por se tratar de um homem muito grosseiro. Entretanto, Mapes encontra-se na casa de Tyler quando os dois chegam com a notícia e logo se une ao grupo mais exaltado.

O juiz tenta dissuadir os homens de perseguirem os supostos criminosos, mas Smith, Farnley e outros insistem em que a justiça de Tyler se move muito lentamente. Depois de um bate-boca, o juiz e Davies quase convencem os homens a desistirem, mas o Major Tetley, um antigo soldado confederado que agora se imagina um líder da cidade, chega e anuncia que três homens foram vistos em Bridger’s Pass com quarenta cabeças de gado com a marca de Kinkaid.

Apesar dos protestos de Tyler de que apenas o xerife Risley pode nomear novos assistentes, Mapes empossa todos os membros do grupo e partem depois que o juiz alerta para o fato de que deverão trazer os supostos ladrões vivos a fim de serem submetidos a julgamento. Gil e Croft juntam-se ao grupo para evitar que alguma suspeita caia sobre eles se se negarem a participar. A inquietação de Gil aumenta quando Sparks observa que ainda tem pesadelos com o irmão sendo linchado muitos anos antes. A noite cai e todos começam a sofrer com o frio. Quando param para descansar um pouco, uma diligência passa e seu condutor, acreditando serem eles os ladrões, dispara contra o grupo, ferindo Croft no ombro esquerdo. Por outro lado, Gil descobre que os passageiros são Rose, seu novo marido, Swanson, e sua irmã. Depois que Swanson adverte Gil para ficar longe de Rose, a diligência se afasta.

Horas depois, naquela noite, o grupo continua sua perseguição ao se dirigir para o vale de Ox-Bow, onde encontra três homens dormindo e o gado com a marca de Kincaid. Os três homens são o jovem rancheiro Donald Martin, o mexicano Juan Martínez e um mais idoso, Halva Harvey. Quando são acordados, Martin afirma que comprou o gado de Kincaid, mas que não recebeu a nota fiscal de venda porque o negócio foi fechado fora do rancho. Durante a discussão que se segue, o mexicano, que na realidade é um jogador de nome Francisco Morez, tenta fugir e é baleado. O grupo descobre que ele fala inglês e dez outras línguas, bem como, que está com a arma de Kincaid. Gil tenta persuadir os outros a levarem os três suspeitos para o juiz Tyler, mas Croft o lembra que se interferirem estarão se arriscando a serem linchados. Davies também pede pela vida dos homens e, finalmente, através de uma votação dos cerca de 25 membros do grupo, apenas 7 são favoráveis a voltarem com os prisioneiros. O major Tetley afirma que os três homens serão enforcados ao amanhecer.

Como seu último desejo, Martin escreve uma carta particular para sua esposa e seus dois filhos pequenos e pede a Davies, único membro do grupo em que confia, para entregá-la. Davies lê a carta e, na esperança de salvar a vida de Martin, dá para que os outros a leiam. No entanto, Martin descobre que sua carta foi lida, e torna-se furioso com a traição de sua privacidade.

Como estabelecido, os três suspeitos são enforcados e, no caminho de volta, os homens liderados por Tetley encontram-se com o xerife Risley que lhes informa que não só Kincaid está vivo, sob os cuidados do médico em Corner Pike, como os homens que atiraram nele já foram presos. Risley promete que os responsáveis pelo enforcamento vão pagar caro pelo que fizeram.

Ao chegarem à Bridger’s Wells, Gerald Tetley castiga seu pai por sua crueldade, e o desesperado major comete suicídio. Enquanto isso, no bar lotado, uma coleta é feita em favor da viúva de Martin. Depois de contribuir, Gil tenta fazer com que Croft leia a carta de Martin. Como este não consegue, ele a lê em voz alta, deixando todos envergonhados no trecho em que Martin fala sobre a natureza da justiça e da consciência. Em seguida, Gil e Croft deixam a cidade para entregarem a carta e cuidarem da viúva e de seus filhos.

imagem

Comentários

Baseado em um livro de Walter Van Tilburg Clark, “Consciências Mortas” é um dos melhores faroestes de todos os tempos. Há quem diga que se trata de uma história real. Com um roteiro sóbrio, conciso e estilizado, escrito por Lamar Trotti, o filme foi soberbamente dirigido pelo cineasta William Wellman e conta a história de um grupo de homens que tomam a justiça pelas próprias mãos e cometem um erro irreparável.

A ação é intensa e o ritmo da narrativa muito bom, mostrando o triunfo da iniqüidade em sua mais brutal estupidez. Por outro lado, na mais bela seqüência do filme, vemos o personagem de Henry Fonda ler em voz alta para uma multidão reunida no Saloon da cidade, a carta deixada para a família por um dos homens executados, que bate forte na consciência de todos, principalmente na daqueles que participaram do linchamento, que terão que viver com o peso do crime cometido pelo resto de suas vidas.

A primorosa fotografia de Arthur C. Miller é outro quesito que merece ser ressaltado. No elenco, destacam-se as brilhantes atuações de Henry Fonda e Dana Andrews, com ênfase para o primeiro.

Enfim, “Consciências Mortas” é um imperdível clássico do gênero faroeste.

CAA