Filmes por gênero

A CHAVE DE VIDRO (1942)

The glass key
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Sou eu o criminoso (Portugal)
La clé de verre (França)
La chiave di vetro (Itália)
La llave de cristal (Espanha)
El hombre que supo perder (México)
Der gläserne Schlüssel (Alemanha, Austria)
Glasnyckeln (Suécia)
Storbyens hajer (Dinamarca)
Szklany klucz (Polônia)
Стеклянный ключ (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Filme Noir, Crime, Drama
Direção: Stuart Heisler
Roteiro: Jonathan Latimer
Produção: Fred Kohlmar
Música Original: Victor Young
Fotografia: Theodor Sparkuhl
Edição: Archie Marshek
Direção de Arte: Hans Dreier, Haldane Douglas
Figurino: Edith Head
Maquiagem: Wally Westmore
Efeitos Sonoros: Hugo Grenzbach, Don Johnson
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1949

Elenco

Brian Donlevy Paul Madvig
Veronica Lake Janet Henry
Alan Ladd Ed Beaumont
Bonita Granville Opal 'Snip' Madvig
Richard Denning Taylor Henry
Joseph Calleia Nick Varna
William Bendix Jeff
Frances Gifford Enfermeira
Donald MacBride Promotor
Margaret Hayes Eloise Matthews
Moroni Olsen Ralph Henry
Eddie Marr Rusty
Arthur Loft Clyde Matthews
George Meader Claude Tuttle
Joe McGuinn Repórter
Dane Clark Henry Sloss
Pat O'Malley Político
Jack Mulhall Lynch
Chuck Hamilton Policial
Frank Bruno Repórter
Frank Elliott Peter
George Turner Dr. Redmond
Bess Flowers Convidada no jantar de Henry

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Ed Beaumont é o assistente leal de Paul Madvig, um líder político. Ed fica preocupado quando Madvig resolve apoiar na próxima eleição a candidatura do senador Ralph Henry, pois crê que Ralph e Janet Henry, sua filha de quem Paul é noivo, estão só usando-o em proveito próprio.

Logo Taylor, o filho do senador, é assassinado. A vítima estava envolvida romanticamente com Opal Madvig, irmã de Paul. Por não aceitar essa situação, Paul é considerado suspeito e, como se isto não bastasse, uma carta anônima enviada ao promotor público o acusa do crime.

Ed está certo de que se trata de uma armação de Nick para incriminar Paul, e assim provoca o rompimento com Paul e procura Nick Varna, que quer que Beaumont dê informações contra Paul para o Observer, um jornal cujo editor Clyde Matthews atravessa uma crise financeira.

Clyde é manipulado por Varna, que oferece para Ed 10 mil dólares e o controle de uma casa de jogo caso ele lhe passe as informações que deseja. O objetivo é prejudicar a candidatura de Henry, mas como Ed não quer "colaborar" é barbaramente espancado por Jeff, um capanga de Nick, talvez tendo sido até morto caso não conseguisse fugir.

Após se recuperar da surra, Ed começa a concluir quem matou Taylor e volta a se encontrar com Varna e seus capangas na casa de Clyde. Lá a mulher dele, Eloise Matthews, se insinua tanto para Ed que estimula seus "avanços". Como conseqüência do problema financeiro e da humilhação pública que Eloise lhe impôs, Clyde se suicida.

imagem

Comentários

Baseado num livro de Dashiell Hammett, “A Chave de Vidro” é um dos bons filmes-noir do início da década de 40. Realizado pelo cineasta Stuart Heisler, sua trama gira em torno do relacionamento entre políticos corruptos e criminosos.

Heisler apresenta-nos um bom trabalho na direção, marcada por diversas reviravoltas e uma boa dose de suspense. A edição a cargo de Archie Marshek é, sem dúvida alguma, um dos outros quesitos que contribuem fortemente para o sucesso do filme.

No elenco, Brian Donlevy se destaca com uma bela atuação, seguido de perto pela dupla Alan Ladd – Veronica Lake, que nos brinda com uma excelente química.
 
CAA