Filmes por gênero

AVANTI... AMANTES À ITALIANA (1972)

Avanti!
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Che cosa è successo tra mio padre e tua madre? (Itália)
Avanti, Avanti! (Alemanha)
¿Qué ocurrió entre mi padre y tu madre? (Espanha)
Pais: Estados Unidos, Itália
Gênero: Comédia Romântica
Direção: Billy Wilder
Roteiro: Billy Wilder, I.A.L. Diamond
Produção: Billy Wilder
Fotografia: Luigi Kuveiller
Edição: Ralph E. Winters
Direção de Arte: Ferdinando Scarfiotti
Guarda-Roupa: Annalisa Nasalli-Rocca
Maquiagem: Franco Freda, Harry Ray
Efeitos Sonoros: Basil Fenton-Smith, Bill Varney, Frank E. Warner
Nota: 7.6
Filme Assistido em: 2009

Elenco

Jack Lemmon Wendell Armbruster, Jr.
Juliet Mills Pamela Piggott
Clive Revill Carlo Carlucci
Edward Andrews J.J. Blodgett
Gianfranco Barra Bruno
Franco Angrisano Arnold Trotta
Franco Acampora Armando Trotta
Pippo Franco Mattarazzo
Giselda Castrini Anna
Lino Coletta Cipriani
Harry Ray Dr. Fleischmann
Giacomo Rizzo Barman
Yanti Somer Enfermeira
Antonino Faà di Bruno Enfermeira
Aldo Rendine Rossi
Antonino Faà di Bruno Porteiro
Ty Hardin Piloto do helicóptero

Prêmios

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Ator em um Musical ou Comédia (Jack Lemmon)

Indicações

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Direção (Billy Wilder)

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Juliet Mills)

Prêmio de Melhor Roteiro

Videoclipes

70 anos de cinema 70 anos de cinema

Sinopse

O arrogante Vice-Presidente das Indústrias Armbruster, Wendell Armbruster Jr., viaja para a Itália a fim de providenciar o traslado do corpo de seu pai, Wendell Armbruster Sr., morto em um trágico acidente automobilístico. Ao chegar à Roma, em uma manhã de sábado, Wendell imediatamente pega o trem para Nápoles, de onde embarca numa pequena viagem por mar até a ilha de Ischia, onde seu pai morreu.

No caminho para a ilha, ele se sente incomodado com a aproximação de uma jovem inglesa, Pamela Piggott, que lhe dá a impressão de conhecê-lo e de que o está seguindo. Ao chegar ao pequeno porto de Ischia, Wendell é recebido por Carlo Carlucci, diretor do Grand Hotel Excelsior, local onde seu pai havia passado suas férias de verão nos últimos dez anos.

Uma vez no hotel, quando Pamela vai à suíte de Wendell, à procura de Carlo, e aproveita a oportunidade para pegar uma camisola de seda e os chinelos de sua mãe, o industrial fica chocado ao descobrir que os pais deles tinham sido amantes por dez anos. No final daquela tarde, Carlo leva Wendell ao necrotério local, a fim de que ele faça o reconhecimento do corpo do pai e assine o primeiro de uma série de documentos legais. Lá, ele se emociona quando Pamela, que se acha presente, coloca um ramo de flores no corpo da mãe e outro no do pai dele. Ela ainda sugere que, em respeito ao amor de seus pais, os dois corpos deveriam ser enterrados lado-a-lado no cemitério local, mas Wendell continua convencido de que o corpo do pai deve ser sepultado em Baltimore.

 Enquanto Pamela continua no necrotério, Wendell retorna ao hotel onde é procurado por Bruno, um camareiro, que lhe diz amar a América onde viveu por vários anos até ser deportado. Na ocasião, ele fala sobre o grande amor vivido pelo Senhor Wendell Sr. e Katherine, mãe de Pamela, e descreve o hábito que os dois tinham de nadarem nus, um pouco antes do nascer do sol. Quando Bruno menciona que guarda várias fotos tiradas dos dois, Wendell deduz que está sendo chantageado. Nesse momento, Carlo chega à suíte para informar que os corpos foram roubados do necrotério. Furioso, por supor que Pamela é a responsável pelo ocorrido, o industrial corre até o apartamento dela, a quem se refere como “sua bunda gorda”. No entanto, ao vê-la revoltada com seu insulto, ele lhe pede desculpas, dizendo-lhe que na realidade prefere mulheres com formas mais completas e, como uma forma de se redimir, faz reservas para que os dois jantem juntos naquela noite.

Ainda à noite, Armando Trotta procura Carlo para falar sobre os corpos desaparecidos. Logo em seguida, Wendell e Carlo se dirigem com Armando para a vinha da família Trotta, local do acidente, onde a família exige 3.000 dólares para cobrir os danos à propriedade. Percebendo que a família está se aproveitando da situação, Wendell tenta negociar, mas o pai de Armando se mostra irredutível.

Exausto por se achar acordado há quarenta horas, Wendell quer dormir ao voltar para o hotel, mas é atraído pelo som da orquestra que se acha a tocar uma música romântica para Pamela. Como já está quase amanhecendo, a jovem decide terminar a noite como sua mãe, nadando nua. Assim, ela corre até o píer do Hotel, deixando suas roupas pelo caminho. Perplexo num primeiro momento, Wendell finalmente segue-a e, juntos, nadam nus até uma pedra, aproveitando os primeiros raios de sol da manhã. Despertado pelo barulho deles, Bruno pega sua Polaróide e tira várias fotos dos dois.

Ao voltarem para o hotel, ela lhe agradece por lhe ter proporcionado a mais bela noite de sua vida. No final daquela manhã, quando Wendell se acorda, é procurado por Carlo que lhe informa que, agora, eles estão com três caixões, os dois do pai dele e da mãe de Pamela, e um terceiro perdido no trânsito. Depois que Carlo se retira, Bruno chega com as fotos comprometedoras do pai de Wendell. Este tenta comprá-las por 100 dólares, mas o camareiro os recusa, alegando que o que ele realmente pretende é um visto para voltar para a América. Quando o industrial lhe diz que não tem como ajudá-lo nesse seu intento, Bruno lhe responde que ele pode recorrer a amigos influentes como Henry Kissinger.

O camareiro diz ainda que possui fotos semelhantes dele com Pamela e que precisa fugir por causa de Anna, sua namorada que se acha grávida e que insiste em se casar com ele. Enquanto isso, Anna, que também trabalha no hotel e que escutara a conversa por trás da porta, vai ao quarto de Bruno para roubar seu revólver. Quando Pamela sai para ir à cidade, Anna vai ao apartamento dela e, de lá, chama Bruno. Ao atender ao suposto chamado de Pamela, o camareiro é morto a tiros pela desesperada Anna. Como o assassinato se deu enquanto a jovem se encontrava fora do hotel, Carlo se apressa em transferir os pertences de Pamela para a suíte de Wendell, antes que a polícia investigue a cena do crime. Carlo entrega também a Wendell as fotos comprometedoras que se achavam com o camareiro.

Mais tarde, quando Pamela retorna ao hotel e toma conhecimento que suas malas foram transferidas para a suíte de Wendell, ela assume que ele está querendo ter um caso, ficando ao mesmo tempo lisonjeada e irritada com essa sua presunção. Eles discutem sobre sua arrogância americana, mas logo começam a se beijar. Depois de passarem a noite do domingo fazendo sexo, Wendell se oferece para comprar algumas coisas para Pamela, mas ela revela que, apesar de sua mãe ter sido apenas uma manicure, nunca recebeu presentes ou dinheiro do pai dele. Enquanto isso, um helicóptero da Marinha dos Estados Unidos, transportando o diplomata J. J. Blodgett, chega à ilha. A vinda de Blodgett à Ischia é conseqüência de um pedido da esposa de Wendell para que fossem agilizadas as providências para o traslado do corpo do Senhor Wendell Sr. Quando o diplomata lhe telefona do saguão do hotel, Wendell, ajudado por Pamela, procura evitar que qualquer pertence dela fique à vista em sua suíte.

Dessa forma, quando Blodgett chega, Pamela finge estar prestando algum serviço de manicure. Mesmo assim, suspeitas são despertadas no diplomata até Carlo comentar que a jovem é sua sobrinha e que ele deve experimentar o excelente e medicinal banho de lama oferecido pelo hotel. Triste, ao perceber que a presença de Blodgett significa que ele terá que deixar Ischia imediatamente, Wendell bola o seguinte plano: enterrar secretamente os corpos de seu pai e da mãe de Pamela, no cemitério local, e usar o terceiro caixão para levar o corpo de Bruno, cujo sonho era voltar para a América.

Após uma breve cerimônia no cemitério, Wendell sugere que os túmulos recebam os nomes de “Willie” e “Kate”, seguidos do sobrenome “Carlucci”. Pouco tempo depois, quando ele está prestes a embarcar no helicóptero com o corpo de Bruno no caixão de seu pai, Carlo lhe informa que a suíte vai estar disponível no próximo verão, no período de 15 de julho a 15 de agosto. Wendell e Pamela confirmam que estarão de volta no referido período.

imagem imagem imagem

Comentários

Baseada numa peça de Samuel Taylor, "Avanti... Amantes à Italiana" é uma deliciosa comédia romântica ítalo-americana. Em 1954, Wilder já havia adaptado e levado para as telas do cinema outra peça de Taylor, “Sabrina”, que se transformou num grande sucesso de bilheteria, tendo como personagem-título a bela atriz Audrey Hepburn. Aqui, a trama gira em torno de um industrial de Baltimore que viaja para a Itália a fim de trasladar o corpo do pai, morto em um trágico acidente de carro e, uma vez lá, descobre que há dez anos ele vinha passando todas as suas férias de verão ao lado de uma mulher inglesa, também morta no acidente.

Conhecido como um grande diretor de atores, Wilder consegue capturar a essência de seus personagens. "Avanti... Amantes à Italiana" não foge à regra. A personagem de Juliet Mills, no início sem um maior brilho, vai-se tornando cada vez mais atraente e sexy aos olhos de Wendell. Por outro lado, vemos o personagem vivido por um Jack Lemmon em plena forma, alternando habilmente humor e ternura.

Embora de certo modo previsível, essa deliciosa comédia tem seu charme e se revela como outra jóia do último período de Wilder como cineasta. No elenco, o grande destaque é Jack Lemmon, seguido por Juliet Mills e Clive Revill.

CAA