Filmes por gênero

SISSI, A IMPERATRIZ (1956)

Sissi - die junge Kaiserin
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Sissi, a jovem imperatriz (Portugal)
Sissi impératrice (França)
Sissi: The young empress (USA, UK)
Sissi - la giovane imperatrice (Itália)
Sissi emperatriz (Espanha, Argentina)
Sissi - den unga kejsarinnan (Suécia)
Sissi - Mloda cesarzowa (Polônia)
Sissi - Den unge kejserinde (Dinamarca)
Pais: Áustria
Gênero: Melodrama, Histórico
Direção: Ernst Marischka
Roteiro: Ernst Marischka
Produção: Ernst Marischka, Karl Ehrlich
Design Produção: Fritz Jüptner-Jonstorff
Música Original: Anton Profes
Direção Musical: Anton Profes
Coreografia: Willy Franzl
Fotografia: Bruno Mondi
Edição: Alfred Srp
Figurino: Leo Bei, Franz Szivats
Maquiagem: Leopold Kuhnert, Rudolf Ohlschmidt
Efeitos Sonoros: Herbert Janeczka, Hans Riedl
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1958

Elenco

Romy Schneider Imperatriz Elisabeth / Sissi
Karlheinz Böhm Kaiser Franz Josef
Magda Schneider Duquesa Ludovika / Vickie
Gustav Knuth Duque Max de Bavaria
Vilma Degischer Arquiduquesa Sophie, mãe de Franz Josef
Walter Reyer Conde Andrassy
Senta Wengraf Gräfin Bellegarde
Josef Meinrad Major Böckl
Iván Petrovich Dr. Max Falk
Helene Lauterböck Gräfin Esterhazy
Erich Nikowitz Erzherzog Franz-Karl
Hans Ziegler Dr. Seeburger
Karl Fochler Graf Grünne
Otto Treßler Radetzky
Egon von Jordan Primeiro Ministro
Joseph Egger Mestre de Cerimônias

Indicações

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Palma de Ouro (Ernst Marischka)

Prêmios Bambi, Alemanha

Prêmio de Melhor Ator (Karlheinz Böhm)

Prêmio de Melhor Atriz (Romy Schneider)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Elisabeth Amalia Eugenia von Wittelsbach, duquesa da Baviera, é uma jovem adolescente filha do Duque Max da Baviera e de sua esposa, a duquesa Ludovika. Na Áustria, a arquiduquesa Sophie deseja que seu filho, Franz Josef, se case com Helene, a irmã mais velha de Elisabeth. No entanto, durante a apresentação formal, o imperador (kaiser) apaixona-se por Elisabeth (Sissi), então com apenas 15 anos.

Assim, no dia 24 de abril de 1854, ao toque dos sinos da igreja de Santo Agostinho, em Viena, Sissi, a essa altura com 16 anos, torna-se Elisabeth von Habsburg, imperatriz da Áustria.

Depois do casamento, Sissi se depara com os problemas e inconvenientes do protocolo da Corte e, principalmente, com o mau relacionamento com a sogra, a arquiduquesa Sophie, que sempre lutara para que o filho se casasse com Helene.

Em março de 1855, ao nascer sua primeira filha, Sofia Frederika, a criança lhe é retirada pela sogra por não considerá-la a pessoa adequada para dar uma boa educação à filha. Até o nome da criança foi escolhido pela sogra sem ao menos consultá-la. Descontente e magoada, Sissi retorna à casa dos pais, mas o imperador a segue e pede-lhe que retorne.

A tímida e jovem imperatriz continua a ter dificuldades para se acostumar à vida no palácio imperial austríaco. Nos dois anos que se seguem, ela dá à luz dois outros filhos, Gisela e Rudolfo.

Com o marido quase sempre ocupado com a política do império, Sissi acaba se afundando na solidão e, por consequência, passando a sofrer de depressão, confiando apenas ao seu diário o que sempre escondeu do marido.

Seu único objetivo político só foi alcançado quando, em 1867, Franz Josef e ela foram coroados rei e rainha da Hungria, na sequência da assinatura do compromisso austro-húngaro. Dez meses depois, nasceu sua última filha, Maria Valéria. Sua dificuldade de adaptação às rígidas regras da Corte de Viena, e sua preferência pela Hungria, chocaram a Áustria e a isolaram ainda mais da vida familiar e dos compromissos oficiais.

imagem imagem imagem

Comentários

Escrito e dirigido pelo cineasta vienense Ernst Marischka, “Sissi, a Imperatriz” é talvez o melhor filme da trilogia realizada sobre essa fascinante soberana austro-húngara.

Na direção, Marischka nos brinda com um excelente trabalho, o que lhe rendeu uma indicação ao Prêmio Palma de Ouro do famoso Festival de Cinema de Cannes. O roteiro, por sua vez, muito bem trabalhado, é recheado de excelentes diálogos. O figurino é outro quesito que chama a atenção do espectador. As cenas da cerimônia de coroação de Sissi como Rainha da Hungria são magníficas, realçadas ainda mais pela beleza de Romy Schneider.

No elenco, Romy Schneider, Karlheinz Böhm e Magda Schneider são os maiores destaques. A título de curiosidade, esta última, que no filme faz o papel da mãe de Sissi, é na vida real mãe da atriz Romy Schneider.

CAA