Filmes por gênero

GUERRA AO TERROR (2008)

The hurt locker
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Estado de Guerra (Portugal)
En tierra hostil (Espanha)
Démineurs (França)
Zona de miedo (México)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Ação, Drama, Guerra
Direção: Kathryn Bigelow
Roteiro: Mark Boal
Produção: Kathryn Bigelow, Mark Boal, Nicolas Chartier, Greg Shapiro
Design Produção: Karl Juliusson
Música Original: Marco Beltrami, Buck Sanders
Fotografia: Barry Ackroyd
Edição: Chris Innis, Bob Murawski
Direção de Arte: David Bryan
Figurino: George L. Little
Guarda-Roupa: Moira Anne Meyer, Abed Al Fatah Rayan e outros
Maquiagem: Dana Hamel, Daniel Parker, Elizabeth Rapley
Efeitos Sonoros: Paul N.J. Ottosson, Ray Beckett e outros
Efeitos Especiais: Ernst Gschwind, Richard Stutsman e outros
Efeitos Visuais: Dan Lopez, Bob Minshall, Alex Romano, Doug Spilatro
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 2010

Elenco

Jeremy Renner Sargento William James
Anthony Mackie Sargento Sanborn
Guy Pearce Sargento Matt Thompson
Brian Geraghty Especialista Owen Eldridge
Christopher Sayegh Beckham
Ralph Fiennes Líder do Grupo de Contratantes
David Morse Coronel Reed
Christian Camargo Coronel John Cambridge
Evangeline Lilly Connie James
Suhail Aldabbach Homem de terno preto
Nabil Koni Professor Nabil
Nibras Quassem Esposa de Nabil
Michael Desante Tradutor iraquiano
Sam Spruell Contratante Charlie
Sam Redford Contratante Jimmy
Feisal Sadoun Contratante Feisal
Barrie Rice Contratante Chris
Imad Dadudi Capt. da Polícia iraquiana nas Nações Unidas
Justin Campbell Sargento Carter
Malcolm Barrett Sargento Foster

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Roteiro Original

Oscar de Melhor Direção (Kathryn Bigelow)

Oscar de Melhor Edição de Som

Oscar de Melhores Efeitos Sonoros

Oscar de Melhor Edição

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Fotografia

Prêmio de Melhor Roteiro Original

Prêmio de Melhores Efeitos Sonoros

Prêmio de Melhor Edição

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Diretor do Ano (Kathryn Bigelow)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Kathryn Bigelow)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Kathryn Bigelow)

Associação dos Críticos de Cinema de Toronto, Canadá

Prêmio de Melhor Direção (Kathryn Bigelow)

Festival Internacional de Veneza, Itália

Prêmio Gucci

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Fotografia

Oscar de Melhor Trilha Sonora

Oscar de Melhor Ator (Jeremy Renner)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Ator (Jeremy Renner)

Prêmio de Melhores Efeitos Visuais Especiais

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Roteiro

Prêmio de Melhor Direção (Kathryn Bigelow)

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Filme do Ano

Festival Internacional de Veneza, Itália

Prêmio Leão de Ouro (Kathryn Bigelow)

Sinopse

Em 2004, na cidade de Bagdad, três soldados de uma unidade antibombas do exército estão investigando um dispositivo explosivo improvisado (DEI). Eles usam um sofisticado robô para examinar o dispositivo, que consiste em várias bombas de artilharia não detonadas, ligadas entre si e escondidas debaixo de folhas de plástico/tecido. A unidade, liderada pelo Sgt. Thompson, decide que eles podem detonar o DEI usando explosivos plásticos ativados de  uma distância segura. Thompson também afirma que a explosão não irá causar danos maiores nem qualquer perda de vida. Entretanto, ao surgir uma dificuldade, eles recuam o robô, acoplam uma pequena carreta à sua parte traseira e o enviam de volta à zona da explosão. Antes de atingir o DEI, a carreta perde uma roda, fazendo com que Thompson decida ir pessoalmente até lá. Seus colegas, Sgt. Sanborn e o especialista Owen Eldridge o observam de longe. Quando Thompson se acha a uns 25 metros do DEI, Eldridge avista um homem próximo ao local usando um telefone celular. Ele avisa Sanborn e corre em direção ao homem, ordenando-lhe que largue o telefone. Sanborn grita para que Eldridge atire no homem, que pressiona uma seqüência de números no telefone. A bomba detona, matando Thompson.

De volta à Base, enquanto o corpo de Thompson é preparado para ser enviado de volta aos Estados Unidos, Eldridge se sente culpado por não ter atirado no homem que portava o celular, sendo inclusive avaliado pelo psicólogo, Cel. Cambridge. O Sargento James chega à Base para assumir a liderança do grupo.

No dia seguinte, o grupo responde a um relato sobre outro DEI em uma rua estreita da cidade. Após a investigação inicial, James encontra um projétil de artilharia enterrado sob uma pequena pilha de lixo. Após desarmá-lo, ele percebe fios enterrados que o levam a outros artefatos similares. Com muita calma e sangue frio, consegue igualmente desarmá-los. Na manhã seguinte, a equipe é chamada para examinar mais uma ameaça de bomba. Desta vez, o artefato se encontra em um carro estacionado defronte ao edifício das Nações Unidas. Após o prédio ser evacuado, James aproxima-se do veículo, enquanto Eldridge e Sanboard permanecem como vigias. Seguem-se momentos de grande tensão até que James desarme as bombas e retire o dispositivo de acionamento. Nesse período, Eldridge e Sanboard permanecem atentos às movimentações de vários grupos de iraquianos que os observam a partir de telhados e de um minarete. Observando a cena de longe, um coronel se aproxima de James para parabenizá-lo pelos nervos que possui e, impressionado, pergunta-lhe quantas bombas ele já teve a oportunidade de desarmar, ao que o sargento lhe responde que, considerando essas últimas, um total de 873.

O grupo vai ao deserto para detonar alguns dos explosivos recolhidos em missões. Enquanto se preparam para explodir mais uma bomba, Sanborn diz a Eldridge que poderiam se livrar de James, detonando a bomba quando o líder estivesse próximo ao explosivo. Para todos, tudo não passaria de um episódio acidental, proposta imediatamente rejeitada por Eldridge.

Ao voltar para a Base, a equipe encontra dois veículos estacionados na estrada. Sem usarem fardamento militar, ao serem abordados, um deles informa que fazem parte de um comando britânico e que estão levando dois prisioneiros, possivelmente oficiais de alta patente do Iraque, pelos quais está sendo oferecida uma recompensa por suas capturas, vivos ou mortos. Continuando, pede ajuda ao Sgt. James para poder trocar um pneu, pois estão tendo dificuldades com sua chave de roda.

De repente, o homem que fixa o pneu é atingido por disparos de franco-atiradores. Todos correm para se abrigar. O Comando britânico atira sem piedade contra seus dois presos, enquanto estes fogem. A unidade antibombas e os britânicos se vêem encurralados. Um dos britânicos é morto enquanto maneja uma metralhadora do veículo americano. Seu líder ocupa uma posição de atirador numa pequena colina, começando a responder ao fogo inimigo concentrado em uma pequena e distante casa de pedra. Pouco tempo depois, entretanto, ele é morto com um tiro no peito. Sanborn pega o rifle, enquanto James o ajuda a identificar os alvos utilizando-se de um pequeno telescópio. Assim, depois de algum tempo, todos os homens que se encontravam na casa de pedra acham-se mortos. Tal incidente faz com que seja criado um forte vínculo entre James e seus companheiros, deixando claro que eles podem trabalhar muito bem juntos, como uma verdadeira equipe.

Na missão seguinte, o coronel Cambridge acompanha o grupo vai inspecionar um edifício onde o material para fabricação de bombas foi visto. Cambridge fica do lado de fora, enquanto a equipe faz buscas no edifício. Lá dentro, o grupo encontra material para fabricação de bombas e descobre que os fabricantes haviam acabado de sair. James encontra o corpo de um jovem que parece ser Beckham, que ele conhecera na rua ao comprar um DVD pirata. Ele o pega em seus braços e o leva para fora. Na rua, o coronel Cambridge tenta afastar os moradores do local quando outro DEI explode, matando-o.

James faz várias tentativas para encontrar alguém que lhe diga algo sobre Beckham, todas sem sucesso.  Entretanto, ao encontrar na rua um homem a vender DVDs, ele decide fazer mais uma tentativa. Entretanto, perguntado, o vendedor não lhe diz absolutamente nada sobre o garoto. Mais tarde, depois que o homem empacota tudo para ir embora, James pula em sua camionete, de arma em punho, e o obriga a levá-lo até a casa do garoto.
Ao pararem diante de uma casa, o sargento salta e pede ao vendedor de discos que o aguarde.

Ao entrar na tal casa, James encontra um senhor que se apresenta como sendo professor Nabil, um homem que fala inglês, francês e árabe, e que nunca ouviu falar em Beckham. Ele percebe que, equivocadamente, entrou na casa errada. Ao sair, verifica que o vendedor de DVDs não ficou a esperá-lo, obrigando-o a fazer a pé todo o percurso de volta à Base, onde tem dificuldades para entrar devido ao adiantado da hora. Durante a noite, seu grupo é chamado para verificar uma nova zona de explosão de bomba. Ao chegarem ao local, descobrem que, provavelmente, um homem-bomba explodiu perto de um caminhão-tanque de petróleo, causando um enorme raio de destruição. James ordena a Sanborn e a Eldridge que façam uma completa varredura nas ruas próximas ao local. Pouco depois, ao verem Eldridge sendo arrastado por dois homens não identificados, James e Sanborn abrem fogo contra os seqüestradores, matando-os, mas Eldridge é atingido na perna por uma das balas disparadas por James. Este torna-se severamente abalado por ter ferido seu companheiro, o que o leva rapidamente a um esgotamento nervoso.

No dia seguinte, James e Sanborn vão ao encontro de Eldridge no helicóptero que o levará dali. Ao se aproximarem do local, Beckham, inesperadamente vivo, procura falar com James, mas este o ignora. No helicóptero, Eldridge é amargo com James, acusando-o de tê-lo ferido e de levá-los a uma zona de perigo para satisfazer sua adrenalina.

Ao surgir mais um episódio envolvendo bombas, James e Sanborn vão ao local onde encontram um homem sozinho, no meio de uma praça, usando um casaco que, ao ser aberto, mostra que ele está usando vários quilos de C-4 ligados a várias barras de acoque são presas por fortes cadeados. O homem implora por sua vida ao dizer que tem uma família. Com apenas dois minutos no timer da bomba, James tenta desesperadamente cortar os cadeados. O tempo passa e ele se vê obrigado a deixar o homem para trás. Segundos depois, a bomba explode, matando o homem e jogando James para fora da área da explosão. Pensando que seu líder e amigo teve o mesmo destino de Thompson, Sanborn corre até o local onde ele se achava, onde o encontra apenas atordoado.

Terminado o seu tempo de permanência no Iraque, James retorna para sua família. Uma vez em casa, seu relacionamento com a esposa e a filha se mostra cada vez mais tensa, fazendo com que ele decida voltar para o Iraque, onde assume uma nova unidade antibombas do exército americano.

imagem imagem imagem

Comentários

Escrito por Mark Boal e rodado na Jordânia sob o comando da cineasta Kathryn Bigelow, “Guerra ao Terror” é um ótimo filme de ação/guerra. Sua trama gira em torno do dia a dia de uma unidade antibombas do exército americano, baseada em Bagdad, durante a Guerra do Iraque.

Embora já tivesse realizado cerca de oito longas-metragens, é com “Guerra ao Terror” que Bigelow consegue alcançar finalmente sua consagração definitiva como uma grande cineasta. Ao contrário da maioria de seus colegas, ela não exagera nos efeitos especiais, procurando, dentro do possível, evitar o uso de truques ou artifícios.

Os demais quesitos técnicos merecem ser igualmente lembrados como de ótima qualidade, o mesmo ocorrendo com o desempenho dos principais atores, com ênfase para a atuação de Jeremy Renner no papel do Sgt. William James, um militar que só consegue viver em ambientes que exijam bastante adrenalina.

CAA