Filmes por gênero

SIMPLESMENTE COMPLICADO (2009)

It's complicated
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Amar... é complicado! (Portugal)
Pas si simple (França)
Wenn Liebe so einfach wäre (Alemanha)
No es tan fácil (Espanha)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia Romântica
Direção: Nancy Meyers
Roteiro: Nancy Meyers
Produção: Nancy Meyers, Scott Rudin
Design Produção: Jon Hutman
Música Original: Heitor Pereira, Hans Zimmer
Coreografia: Joey Pizzi, Keith Young
Fotografia: John Toll
Edição: Joe Hutshing, David Moritz
Direção de Arte: W. Steven Graham
Figurino: Sonia Grande
Guarda-Roupa: Cheryl Kilbourne-Kimpton, Valentina Aulisi e outros
Maquiagem: Margot Boccia, Patricia Regan, Anita Brabec
Efeitos Sonoros: Will Riley, Kira Smith, Don White e outros
Efeitos Especiais: Fred Buchholz, Edward T. Reiff Jr., Gary Elmendorf
Efeitos Visuais: Les Hunter, Isaac Lipstadt, Dan Levitan
Nota: 7.9
Filme Assistido em: 2010

Elenco

Meryl Streep Jane
Alec Baldwin Jake
Steve Martin Adam
Lake Bell Agness
John Krasinski Harley
Caitlin Fitzgerald Lauren
Zoe Kazan Gabby
Hunter Parrish Luke
Bruce Altman Ted
Nora Dunn Sally
Robert Curtis Brown Peter
Peter Mackenzie Dr. Allen
James Patrick Stuart Dr. Moss
Mary Kay Place Joanne
Rita Wilson Trisha
Alexandra Wentworth Diane
Marina Squerciati Melanie
Emjay Anthony Pedro
Pat Finn Médico do Hotel
Michael Rivera Eddie
Deidre Goodwin Enfermeira na Clínica de Fertilidade
Michael Yavnielli Policial

Indicações

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Alec Baldwin)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Roteiro

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Meryl Streep)

Sinopse

Na casa de Ted e Sally, Jake propõe um brinde pelo 30º aniversário de casamento do casal. Ao seu lado, acha-se também sua ex-mulher, Jane, de quem se divorciou há dez anos. Os quatro conversam sobre a próxima formatura de Luke, filho de Jake e Jane, três dias depois em Nova York. A atual esposa de Jake, Agness, uma bela mulher bem mais nova que ele, aproxima-se do grupo. Antes de se retirar, Jane troca algumas palavras com ela sobre o próximo encontro em Nova York. Depois de se despedir de todos, Jane se dirige ao portão de saída, sendo acompanhada por Sally, ocasião em que as duas falam sobre o divórcio de Jane e sobre o fato de Sally não se sentir confortável quando se encontra ao lado de Agness. No momento em que Jane fecha o portão, Jake se vira a tempo de vê-la, deixando claro que ainda tem sentimentos por ela.

Ao chegar em casa, Jane encontra sua filha do meio, Gabby, preparando-se para viajar e morar só. Embora relutante em deixar a filha sair de casa, ela concorda. Lauren, a filha mais velha, que também vai viajar com seu noivo, Harley, brinca com a mãe perguntando-lhe se não vai ficar com medo de dormir sozinha.

No dia seguinte, em sua padaria, seu amigo Peter chega com um novo arquiteto, Adam, os quais trazem o anteprojeto das reformas a serem realizadas na casa dela. Enquanto o analisa, a cada elogio que faz de um determinado detalhe, Peter lhe diz que foi idéia de Adam. Ao terminar, ela se lembra que tem uma consulta com o Dr. Moss, seu dentista, mas antes de sair, marca um novo encontro para voltarem a analisar o desenvolvimento do projeto.

Na véspera da formatura de seu filho caçula, Luke, Jane e sua família se reúnem com ele em Nova York. Quando os filhos saem para uma festa, ela vai até o bar do hotel para tomar uma bebida. Lá, volta a se encontrar com Jake e os dois se divertem, bebendo, jantando e dançando juntos. Na manhã seguinte, Jane descobre que bebeu além da conta, ao tomar consciência de que dormira com seu ex-marido.

Durante a cerimônia de formatura de Luke, toda a família se acha reunida, com os filhos super contentes por estarem com o pai, apesar do divórcio. Logo depois, durante o almoço, Jake levanta um brinde à Jane, parabenizando-a pelo primoroso trabalho realizado por ela, ao conseguir criar e educar sozinha aqueles filhos maravilhosos.

Ao deixar Nova York, Jane volta à sua rotina. No dia seguinte, ao retornar de sua corrida matinal, ela se encontra com Adam, que estava indo procurá-la para falarem sobre a reforma da casa. Quando terminam de re-analisar o projeto, Jake chega em seu Porsche. Depois das apresentações, o arquiteto vai embora, enquanto Jake entra para um café que termina em sexo. Mais uma vez, ele se acha extremamente feliz, enquanto ela se mostra preocupada por estar fazendo o papel da “outra”.  Ao se reunir com suas três melhores amigas, ela comenta essas aventuras que vem tendo com Jake, sendo largamente apoiada por elas.

À noite, em sua casa, Jane oferece um pequeno jantar a Adam. Jake chega e, ao ver o carro do arquiteto, estaciona o seu em um lugar mais afastado. Enciumado, corre para uma das janelas iluminadas para ver o que está se passando lá dentro. Não vendo nada demais, decide aguardar a saída de Adam para bater na porta. Quando isso ocorre, Jane o recebe dizendo-lhe que está muito cansada e que vai apenas tomar um banho antes de dormir. Depois de provar um excelente “croque-monsieur”, Jake se serve de um pouco de sorvete e vai se sentar ao lado da banheira onde Jane se banha. Ainda lá, ele lhe oferece um cigarro de maconha, mas ela não o aceita. De qualquer forma, ele o coloca no armário da pia, dizendo-lhe que um dia eles vão fumar juntos por causa dos velhos tempos.

Na manhã seguinte, Jane procura Dr. Allen, seu psiquiatra há oito anos, para pedir-lhe ajuda. Depois de ouvi-la por alguns minutos, o médico lhe diz que reparou que ela se acha mais aberta e que por suas colocações, poderia dizer-lhe que fosse em frente, observando com cuidado o desenrolar dessa relação. Num hotel de luxo, Lauren e Harley, já casados, estão almoçando quando este vê Jake e Jane entrarem num dos elevadores aos beijos, mas não faz qualquer comentário com Lauren. Ao chegarem ao apartamento, Jake desmaia e um médico é chamado, o qual atribui o episódio a um dos medicamentos que ele vem tomando. O médico suspende o tal medicamento por duas semanas e pede para que ele repouse por toda aquela tarde. No salão de almoço, Harley ouve quando o médico diz para alguém do hotel que o paciente está bem.

Naquela noite, Jane prepara um jantar especial para Jake, com seus pratos favoritos, e escolhe um vestido bonito para usar. Entretanto, ele não consegue sair de casa por conta de Pedro, filho de Agness. Sem saber o que está ocorrendo, Jane bebe um copo de vinho, enquanto a comida esfria. Na manhã seguinte, Jake a procura para se justificar, mas ela o ignora.

A relação entre Jane e Adam torna-se mais forte. Os dois jantam juntos e uma noite, ela o leva à sua padaria onde prepara uns croissants. Quando ele se prepara para perguntar-lhe se pode beijá-la, ela se adianta e o beija. Em seguida, o leva à festa preparada para Luke. No caminho, pergunta a Adam se ele gosta de maconha, quando descobre que ambos não a fumam há 27 anos, ou seja, desde o nascimento de seus primeiros filhos. Ato contínuo, Jane pega o cigarro da erva que Jake havia deixado no armário de seu banheiro e o mostra ao amigo.

Ao estacionarem o carro no local da festa, os dois fumam o referido cigarro atrás de uns arbustos. Depois, animados pelo efeito da droga, entram no salão, dançam, riem, sempre aos olhos de Jake que, com inveja, os observa da mesa em que se encontra.

Na manhã seguinte, todos os filhos e Harley encontram-se em casa, quando Jake aparece com uma pequena maleta dizendo que acaba de se separar de Agness. Embora Jane não concorde, os filhos insistem para que o pai passe a próxima noite com eles, dando tempo para que ele encontre um lugar para ficar. Durante o dia, Jake procura ajudar na horta e, à noite, aluga um DVD para que todos o assistam juntos, enquanto comem pipoca.

Jane é a primeira a se retirar para, em seu quarto, poder conversar com Adam via computador. Depois de uns quinze minutos de bate-papo, os dois combinam ir rapidamente aos seus respectivos banheiros. Exatamente nesse momento, Jake entra no quarto da ex-mulher e, ao ver o notebook em sua cama, deduz que ela esteja conversando com Adam. Ato contínuo, fica completamente nu e se deita bem na frente da câmera do computador. Ao sair do banheiro, Adam vê aquela cena e fica estarrecido. Logo a seguir, é a vez de Jane se deparar com a mesma cena, o que a leva a gritar e a fazer com que seus filhos corram e batam à porta de seu quarto. Já vestido, Jake confessa para todos que se separou de Agness porque verificou que nunca deixou de amar Jane. Aborrecido, Adam desliga seu notebook. Na casa de Jane, sua filha Gabby pergunta aos pais se vão voltar a ficar juntos, ao que ela responde que definitivamente não.

Na manhã seguinte, Jane vai ao escritório de Adam e lhe pede desculpas. Este lhe diz que é melhor que eles não continuem a se encontrar, pois vê que o amor que Jake diz sentir por ela é real. Com relação ao projeto de reforma da casa dela, ele também acha que o melhor é ele se afastar do mesmo, entregando-o a Peter para que o conclua. Sem palavras, ela se retira.

Ao voltar para casa, ela encontra Jake sentado num balanço que fica ao ar livre. Ele lhe pede desculpas por todas as vezes em que não foi legal com ela e lamenta que tenha estragado tudo. Ela lhe responde que os dois estragaram na primeira vez e que, agora, deveriam ter melhor aproveitado a experiência. Finalmente, confessam que não se arrependem de se terem dado essa segunda oportunidade.

Na manhã seguinte, ao abrir a porta de sua casa, Jane vê um grupo de pessoas a trabalhar debaixo de uma chuva torrencial, protegidas apenas por uma pequena tenda por elas armada. Ela vai até o local e descobre que Adam é o líder daquele grupo. Ao vê-la, ele lhe pergunta se sabia que dava muita sorte começar uma construção debaixo de chuva. Respondendo que está precisando de sorte, ela convida a todos para continuarem a reunião em sua casa, pois, além de estar seco, ela tem um cafezinho bem quente. Enquanto o grupo corre para dentro da casa, Adam lhe pergunta se ela ainda tem aqueles croissants de chocolate maravilhosos. Ela lhe responde que não tem nenhum no momento, mas que podem ir à cidade e trazer alguns...

imagem imagem imagem

Comentários

“Simplesmente Complicado” é uma deliciosa comédia romântica do cinema norte-americano. Escrita e dirigida pela cineasta Nancy Meyers, sua trama gira em torno da complicada relação de uma mulher divorciada, de meia-idade, com seu ex-marido, o qual, mesmo tendo voltado a se casar, agora com uma mulher bem mais nova, faz de tudo para voltar pra ela.

Além de realizar um ótimo trabalho, Nancy Meyers parece estar se especializando em comédias românticas envolvendo personagens de meia-idade como, por exemplo, nos casos de “Do Que as Mulheres Gostam”, de 2000, e “Alguém Tem Que Ceder”, de 2003. Por outro lado, Meyers escreve com sofisticação. Embora haja algumas cenas envolvendo sexo, todas são tratadas com bastante recato.

O filme conta com uma magnífica trilha sonora, envolvendo mais de duas dúzias de músicas ligadas a nomes como os de Cole Porter, Elton John e David Bowie.

Meryl Streep e Alec Baldwin, com uma química perfeita, formam o maior destaque do filme, sendo seguidos por Steve Martin, no papel do arquiteto. As cenas em que ela aparece na festa do filho, em companhia de Martin, quando fumam um cigarro de maconha e ficam totalmente desinibidos, são inesquecíveis.

CAA