Filmes por gênero

A DAMA DA MADRUGADA (1961)

All in night's work
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A história daquela noite (Portugal)
Il a suffi d'une nuit (França)
Una notte movimentata (Itália)
Todo en una noche (Espanha)
La dama de la madrugada (México)
Alles in einer nacht (Austria, Alemanha)
Dziewczyna w hotelu (Polônia)
Munter pige på eventyr (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia
Direção: Joseph Anthony
Roteiro: Edmund Beloin, Maurice Richlin, Sidney Sheldon
Produção: Hal B. Wallis, Joseph H. Hazen
Música Original: André Previn
Fotografia: Joseph LaShelle
Edição: Howard A. Smith
Direção de Arte: Hal Pereira, Walter H. Tyler
Figurino: Edith Head
Guarda-Roupa: Edith Head
Maquiagem: Wally Westmore
Efeitos Sonoros: Charles Grenzbach, Gene Merritt
Efeitos Visuais: Farciot Edouart, John P. Fulton
Nota: 7.9
Filme Assistido em: 1962

Elenco

Dean Martin Tony Ryder
Shirley MacLaine Katie Robbins
Cliff Robertson Warren Kingsley, Jr.
Charles Ruggles Dr. Warren Kingsley Sr.
Norma Crane Marge Coombs
Jack Weston Lasker
John Hudson Harry Lane
Jerome Cowan Sam Weaver
Gale Gordon Oliver Dunning
Ralph Dumke Baker
Mabel Albertson Sra. Kingsley
Rex Evans Carter
Mary Treen Srta. Schuster
Roy Gordon Albright
Ian Wolfe O'Hara
Eugene Borden Garçom
John Diggs George
Charles Evans Coronel Ryder
Bess Flowers Mulher nas compras
Donald Foster Médico
Reed Hadley General Pettiford
Carl Saxe Policial

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Enquanto se encontrava de férias em Palm Beach, Katie Robbins, pesquisadora de uma editora de Manhattan, salva um milionário de afogamento. Quando ela muda suas roupas molhadas, no entanto, o agradecido milionário se mostra tão amoroso que Katie se vê forçada a fugir, usando apenas uma toalha e brincos.

Em sua correria, ela entra no quarto de outra pessoa e encontra um homem deitado na cama com um sorriso feliz no rosto. Quando ela volta apressada para o corredor, o detetive da casa a observa e inicia uma perseguição. Embora ele a perca de vista, ele encontra um de seus brincos. Sem que ela soubesse, o estranho na cama era o chefe falecido da empresa editorial onde ela trabalha.

O playboy Tony Ryder herda a empresa e adverte que a mesma provavelmente será chantageada pela misteriosa mulher vista no quarto do homem morto. Quando Tony vê Katie sem um dos brincos, ele imediatamente tira uma conclusão errada e tenta evitar qualquer tentativa de chantagem, por parte dela, dando-lhe um aumento de US$ 200 por semana. Além disso, ele procura acelerar o casamento dela com o veterinário Warren Kingsley, Jr., na esperança de que ela se torne uma mulher mais moderada.

Quando todas suas iniciativas se mostram contraproducentes, Tony a convida para um jantar em seu apartamento. Uma vez lá, depois de enchê-la com champanhe e idéias românticas, ele anuncia que está disposto a perdoá-la por tentar chantagear a empresa. Furiosa, Katie sente-se ofendida, fazendo com que ele, finalmente, perceba que ela é inocente e que ele se acha perdidamente apaixonado por ela.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Joseph Anthony, a partir de um roteiro escrito por Edmund Beloin, Maurice Richlin e Sidney Sheldon, “A Dama da Madrugada”, é uma comédia romântica norte-americana produzida pela empresa Wallis-Hazen em 1961. Sua trama, baseada numa peça de Owen Elford, é marcada por inúmeros momentos bastante espirituosos.

Embora não seja excepcional, a direção de Anthony se mostra consistentemente boa. Por outro lado, a fotografia, assinada por Joseph LaShelle, em Technicolor, é um dos quesitos que mais chamam a atenção. No elenco, o maior destaque é, sem nenhuma dúvida, Shirley MacLaine, seguida pelas boas atuações de Dean Martin e Cliff Robertson.

CAA