Filmes por gênero

TRÁGICO AMANHECER (1939)

Le jour se lève
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Foi uma mulher que o perdeu (Portugal)
Daybreak (Estados Unidos)
Alba tragica (Itália)
Al despertar el día (Espanha)
Amanece (Argentina)
Der tag bricht an (Alemanha)
Dagen gryr (Suécia)
Brzask (Polônia)
De dag breekt aan (Holanda)
День начинается (União Soviética)
Pais: França
Gênero: Crime, Drama, Suspense
Direção: Marcel Carné
Roteiro: Jacques Prévert, Jacques Viot
Produção: Jean-Pierre Frogerais
Design Produção: Alexandre Trauner
Música Original: Maurice Jaubert
Fotografia: Philippe Agostini, André Bac, Albert Viguier
Edição: René Le Hénaff
Figurino: Boris Bilinsky
Efeitos Sonoros: Armand Petitjean
Nota: 8.8
Filme Assistido em: 1951

Elenco

Jean Gabin François
Jules Berry M. Valentin
Arletty Clara
Mady Berry Funcionária da Portaria
René Génin Funcionário da Portaria
Arthur Devère Sr. Gerbois
René Bergeron Proprietário do Café
Bernard Blier Gaston
Marcel Pérès Paulo
Germaine Lix Cantora
Gabrielle Fontan Senhora na escadaria
Jacques Baumer Comissário
Jacqueline Laurent Françoise
Annie Carriel Locatária
Georges Douking O cego

Indicações

Festival Internacional de Veneza, Itália

Copa Mussolini de Melhor Filme Estrangeiro (Marcel Carné)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

François, operário de uma fábrica, monta uma barricada no imóvel de um só cômodo onde vive, depois de atirar e matar um homem. Ele ignora os gritos de seus vizinhos e a polícia que o cerca e o ameaça de levá-lo à justiça.

À medida que a noite cai, ele analisa as circunstâncias que o levaram àquela situação. Tudo começou quando ele conheceu e se apaixonou por uma vendedora de flores chamada Françoise. Ele se achava na fábrica quando ela foi até lá para entregar uma encomenda à mulher do diretor. Ao vê-la, para ele foi paixão à primeira vista, mas ela o repeliu delicadamente.

Certa noite, quando ela lhe diz que vai se encontrar com alguém, ele a segue até um Café onde a vê com Valentin, um treinador de cachorros. Clara, assistente e amante de Valentin, tenta consolar François, mas em vão. Por outro lado, não satisfeito de ter seduzido a jovem, Valentin zomba do operário e o ameaça, ocasião em que este puxa seu revólver e o mata.

Antes que a polícia chegue para prendê-lo, François se suicida.

imagem

Comentários

Realizado pelo grande cineasta francês, Marcel Carné, “Trágico Amanhecer” é um excelente filme do final dos anos 30. Ao se reunirem os três grandes responsáveis pelo enorme sucesso obtido, no ano anterior, pelo filme “Cais das Sombras”, ou seja, o cineasta Marcel Carné, o roteirista Jacques Prévert e o ator Jean Gabin, o resultado não poderia ser outro.

Ao trabalho irrepreensível apresentado por Carné, Prévert e Gabin, devo ainda citar a bela fotografia e a ótima atuação de Arletty, trazendo um pouco de doçura a uma trama marcada por um amor trágico.

CAA