Filmes por gênero

A PROPOSTA (2009)

The Proposal
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: La proposition (França)
La proposición (Espanha)
Ricatto d'amore (Itália)
Selbst ist die braut (Alemanha)
La propuesta (México, Argentina)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia Romântica
Direção: Anne Fletcher
Roteiro: Pete Chiarell
Produção: David Hoberman, Todd Lieberman, Vitaliy Versace
Design Produção: Nelson Coates
Música Original: Aaron Zigman
Fotografia: Oliver Stapleton
Edição: Priscilla Nedd-Friendly
Direção de Arte: Scott Meehan
Figurino: Catherine Marie Thomas
Guarda-Roupa: Jodi Baldwin, Laura Downing, Rosa Colón e outros
Maquiagem: Ann Masterson, Pamela S. Westmore, Natasha Ladek
Efeitos Sonoros: Jon Taylor, David Young, Karen Baker e outros
Efeitos Especiais: Nathanial Brotherhood, Jeff Naparstek, Roland Blancaflor
Efeitos Visuais: Sean Devereaux, Gaia Bussolati, Geoff McAuliffe e outros
Nota: 8.0
Filme Assistido em: 2011

Elenco

Sandra Bullock Margaret Tate
Ryan Reynolds Andrew Paxton
Mary Steenburgen Grace Paxton, mãe de Andrew
Craig T. Nelson Joe Paxton, pai de Andrew
Betty White Annie, avó de Andrew
Denis O'Hare Sr. Gilbertson
Anne Fletcher Jill
Oscar Nuñez Ramone
Malin Akerman Gertrude
Michael Nouri Presidente Bergen
Gregg Edelman Conselheiro Malloy
Dan Marshall Advogado da Publishing Company
Haytham Kandil Advogado
Mary Linda Rapelye Secretária Executiva
Alexis Garcia Funcionário da Imigração
Dale Place Jim McKittrick
Phyllis Kay Sra. McKittrick
Michael Mosley Chuck
Jerrell Lee Jordan
Rich Skinner Taxista

Indicações

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Sandra Bullock)

Sinopse

Em Nova York, Margaret Tate é uma bem-sucedida editora-chefe da Ruick & Hunt Publishing. Canadense, ela perdeu os pais quando tinha apenas dezesseis anos e se tornou durona com os funcionários do escritório, que a odeiam. Seu assistente e aspirante a editor, Andrew Paxton, trabalha com ela há três anos sem qualquer reconhecimento.

Logo depois que demite Bob Spaulding, por falta de cumprimento de prazos, ela é chamada à Diretoria, onde lhe é dito que será deportada por falta de renovação de seu visto para trabalhar nos Estados Unidos. Margaret tenta, então, conseguir uma solução para o seu caso, chegando a sugerir que poderia continuar a fazer seu trabalho a partir de um escritório em Toronto, até resolver seu problema com a Imigração. Seus superiores não acham viável tal sugestão, acreditando que a única saída é a de promoverem Bob Spaulding ao cargo de editor-chefe.

Margaret entra em pânico e decide chantagear Andrew para que aceite se casar com ela. Em troca, ele seria promovido a editor e ela publicaria seu livro. Como Andrew pretende viajar para o Alaska, no final de semana, a fim de participar das comemorações dos 90 anos de sua avó, os dois precisam correr contra o tempo, na tentativa de conseguirem uma solução para o caso de Margaret. Assim, correm até o Departamento de Imigração, onde são recebidos pelo agente, Sr. Gilbertson. Este adverte Andrew que se ele estiver apenas tentando evitar a deportação de Margaret, será multado em US$ 250.000 e enviado para uma prisão federal por cinco anos. Em seguida, diz que vai querer ver os dois na próxima 2ª feira, quando eles serão colocados em salas diferentes e terão que responder perguntas sobre o outro, com 100% de acertos.

Ao saírem do Departamento de Imigração, Andrew faz com que Margaret se ajoelhe na calçada, peça-lhe em casamento e renove suas promessas em relação à sua promoção. Em seguida, os dois embarcam em um avião com destino à Sitka, no Alasca. Na chegada à pequena cidade, para surpresa de Margaret, eles são recebidos calorosamente pela grande maioria da família dele. No caminho do aeroporto para a mansão onde eles vão ficar, situada numa ilha, Margaret observa que uma grande parte dos estabelecimentos comerciais leva o nome Paxton, concluindo que a família de Andrew é basicamente a dona da cidade.

Com exceção do pai, Joe Paxton, que se mantém à distância, Margaret é muitíssimo bem acolhida pelos familiares do rapaz, principalmente por sua avó, Annie, e por sua mãe, Grace. A avó, ao saber que os dois se acham comprometidos, faz questão que eles se casem naquele final de semana, aproveitando a data de comemoração de seus 90 anos. Juntamente com a mãe de Andrew, Annie providencia o vestido de noiva de Margaret, bem como a leva, à noite, para uma despedida de solteira.

Enquanto isso, sempre de olho na movimentação do casal, o Sr. Gilbertson telefona para Sitka, falando com o Sr. Paxton, ocasião em que toma conhecimento dos preparativos para o casamento de Andrew e Margaret. Assim, no dia seguinte, quando familiares e amigos acham-se reunidos para assistirem a celebração do esperado casamento, o Sr. Gilbertson encontra-se entre eles. Margaret, vestida de noiva, entra no recinto acompanhada pela Sra. Annie. Entretanto, antes de ser iniciada a cerimônia propriamente dita, ela pede a palavra e explica para os presentes como tudo ocorreu entre ela e Andrew, afirmando não ser justo que uma bela família como a deles, que a acolheu tão bem, seja por ela enganada. Com um risinho nos lábios, o Sr. Gilbertson se sente o vitorioso. Em sua companhia, Margaret parte de volta para Nova York. No caminho para o aeroporto, o Sr. Gilbertson lhe diz que, tendo em vista que as declarações dela foram feitas de livre e espontânea vontade, ela vai dispor de dois dias para deixar o país.

Ao verificar que o neto está realmente apaixonado por Margaret, Annie faz com que ele e seu pai assumam o compromisso de sempre respeitarem a vontade do outro. É que, tendo em vista o verdadeiro império por ele construído no Alaska, Joe Paxton não admitia outra solução que não passasse pela renúncia do filho aos seus sonhos profissionais, para que pudesse se dedicar inteiramente aos negócios da família.

Sentindo-se completamente liberado, Andrew voa para Nova York ao encontro de Margaret. Ele a encontra no escritório, a embalar todos os seus pertences para a viagem de volta ao Canadá. Os dois finalmente se entendem e se beijam, sendo festivamente aplaudidos pelos funcionários.

imagem imagem imagem

Comentários

“A Proposta” é mais uma deliciosa comédia romântica do cinema americano. Realizada pela cineasta Anne Fletcher, sua trama gira em torno de uma bem-sucedida editora-chefe da Ruick & Hunt Publishing, em Nova York, que ao se ver ameaçada de deportação para o Canadá, por falta de renovação de seu visto para trabalhar nos Estados Unidos, decide chantagear seu assistente para que aceite se casar com ela. Em troca, ele seria promovido a editor, além de ver seu livro publicado.

Nos primeiros minutos, o filme lembra “O Diabo Veste Prada”, 2006, pois a personagem vivida por Sandra Bullock é muito parecida com a de Meryl Streep, a chefa durona que ninguém ousa contestá-la, pois todos vivem pisando em ovos com receio de perderem o emprego. De modo diferente, o filme também lembra algumas comédias dos anos 60, nas quais os personagens principais, à primeira vista incompatíveis, iam aos poucos entrando em sintonia e, no final, achavam-se completamente apaixonados um pelo outro.

Durante os seus 108 minutos de projeção, são inúmeras as seqüências divertidas, principalmente protagonizadas por Betty White, no papel da avó de Andrew, e por Sandra Bullock. Adicionando a essas considerações, a bela fotografia de Oliver Stapleton, “A Proposta” é, sem dúvida, uma boa pedida para uma agradável tarde em uma sala de cinema.

CAA