Filmes por gênero

SOBRE MENINOS E LOBOS (2003)

Mystic River
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Río místico (México, Argentina)
Mystic river (Portugal, França, Itália, Espanha)
Pais: Estados Unidos, Austrália
Gênero: Crime, Drama, Suspense
Direção: Clint Eastwood
Roteiro: Brian Helgeland
Produção: Clint Eastwood, Judie Hoyt, Robert Lorenz
Design Produção: Henry Bumstead
Música Original: Clint Eastwood
Fotografia: Tom Stern
Edição: Joel Cox
Direção de Arte: Jack G. Taylor Jr.
Figurino: Deborah Hopper
Guarda-Roupa: Lynda Foote, Ann Culotta, Brian Callahan
Maquiagem: Tania McComas, Mary Ellen James
Efeitos Sonoros: Christopher Boyes, Michael Semanick, Alan Murray e outros
Efeitos Especiais: Steve Riley, Dominic Ruiz, H. Barclay Aaris
Efeitos Visuais: Mark Freund, James Tittle, Liz Radley
Nota: 8.6
Filme Assistido em: 2009

Elenco

Sean Penn Jimmy Markum
Tim Robbins Dave Boyle
Kevin Bacon Sean Devine
Laura Linney Annabeth Markum
Emmy Rossum Katie Markum
Laurence Fishburne Whitey Powers
Tom Guiry Brendan Harris
Spencer Treat Clark Ray Harris
Marcia Gay Harden Celeste Boyle
Cayden Boyd Michael Boyle
Kevin Chapman Val Savage
Adam Nelson Nick Savage
Andrew Mackin John O'Shea
Robert Wahlberg Kevin Savage
Jenny O'Hara Esther Harris
Cameron Bowen Dave, quando garoto
Jason Kelly Jimmy, quando garoto
Connor Paolo Sean, quando garoto
T. Bruce Page Pai de Jimmy
Miles Herter Pai de Sean
Will Lyman Agente do FBI

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Ator (Sean Penn)

Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Tim Robbins)

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Golden Coach (Clint Eastwood)

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Filme Estrangeiro (Clint Eastwood)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Ator em um Drama (Sean Penn)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Tim Robbins)

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Diretor do Ano (Clint Eastwood)

Prêmio Ator do Ano (Sean Penn)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme

Oscar de Melhor Direção (Clint Eastwood)

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Marcia Gay Harden)

Associação dos Críticos de Cinema da Argentina

Condor de Prata de Melhor Filme Estrangeiro (Clint Eastwood)

Instituto Australiano de Cinema

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Clint Eastwood)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Roteiro Adaptado

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Tim Robbins)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Laura Linney)

Prêmio de Melhor Ator (Sean Penn)

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Americano (Clint Eastwood)

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Palma de Ouro (Clint Eastwood)

Grande Prêmio Brasileiro de Cinema, Brasil

Prêmio de Melhor Longa-Metragem Estrangeiro

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Filme Estrangeiro (Clint Eastwood)

Academia do Cinema Europeu

Prêmio Internacional (Clint Eastwood)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Direção (Clint Eastwood)

Prêmio de Melhor Roteiro

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Filme do Ano

Prêmio Roteirista do Ano ( Brian Helgeland)

Festival Robert de Copenhague, Dinamarca

Robert de Melhor Filme Americano (Clint Eastwood)

Academia Japonesa de Cinema, Japão

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em Boston, três adolescentes jogam hockey numa rua próxima das instalações portuárias no Rio Mystic. Quando suas bolas caem em um ralo, os rapazes passam a caminhar sem destino quando veem uma área recentemente concretada. Decidem, então, escrever seus nomes no cimento ainda molhado para que os mesmos sejam preservados para sempre. Jimmy Markum e Sean Devine são os primeiros a escreverem seus nomes. Quando Dave Boyle inicia a escrever o seu, um homem forte desce de um carro com umas algemas e começa a ameaçar os três adolescentes, sob a alegação de que estão destruindo uma propriedade municipal. Ele, então, agarra Dave e lhe diz que vai levá-lo a uma Delegacia de Polícia e, em seguida, chamar sua mãe.

Dave é assim levado no tal carro. Os pais dos rapazes, alguns com passagem pela polícia, logo percebem que não se trata de um procedimento policial e rapidamente organizam um grupo de busca. Entretanto, nada acontece por quatro longos dias até que Dave, que tinha sido mantido trancado no porão de uma casa abandonada, finalmente escapa de seus captores e foge para casa.

Passam-se 25 anos. Nesse longo período, os três não se mantiveram próximos. Jimmy, agora, tem um mini-mercado que pode ou não ser um ponto para alguma atividade de contrabando. Dezesseis anos atrás, alguém o traiu e ele acabou passando dois anos na prisão. Essa traição, no entanto, não foi o único motivo que o transformou num homem irritado. Ele, por exemplo, nunca se perdoou por se achar na prisão quando da morte de sua primeira esposa, sem poder estar ao seu lado para confortá-la. Agora, ele se acha com o corpo coberto por tatuagens, como forma de mantê-lo lembrado de seu passado como um detento da prisão.

Ao ser solto, Jimmy voltou a se casar, desta vez com Annabeth, uma esposa dedicada que lhe deu duas outras filhas, uma com onze anos, que fará sua 1ª comunhão amanhã, e a outra com oito anos. Do primeiro casamento, ele tem Katie, com 19 anos, sua preferida. Tal fato faz com que Annabeth esteja sempre a lembrar-lhe que as duas filhas menores também precisam de seu amor.

Dave Boyle também vive no antigo bairro, não muito longe da casa de Markum. Ele se casou com uma linda mulher, Celeste, prima de Annabeth, que é tão dedicada ao seu marido como Annabeth é com Jimmy, mas está com medo de seus ataques frequentes de mau humor e depressão. Ela tem o olhar nervoso de alguém que vive ao lado de um barril de pólvora, sem saber quando o mesmo vai explodir. Eles têm um filho e um dos pequenos prazeres de Dave é jogar hockey com seu filho no quintal de sua modesta casa.

Sean Devine, o terceiro membro do trio, tem feito de tudo para ficar longe de seu sórdido passado, principalmente por estar associado ao sequestro e estupro de Dave. Ele tornou-se um detetive de homicídios que faz a ronda na área do Rio Mystic, juntamente com seu companheiro Whitey Powers. Sean tem uma esposa, da qual se acha separado. Magoada, ela costuma ligar para o celular dele, mas não consegue dizer-lhe uma só palavra. Ele a ama e mantém uma tênue esperança de que ainda conseguirão viver juntos, apesar de todas as provas em contrário.

Katie entra no mini-mercado para avisar ao pai que vai sair com seus amigos e que, por consequência, vai voltar pra casa mais tarde. Ao entrar em seu carro, ela é surpreendida por Brendan Harris, um colega de classe, que se achava escondido no banco traseiro. Os dois se beijam amorosamente e prometem se encontrar mais tarde.

Nessa mesma noite, Dave se acha com um amigo num Bar quando Katie e dois de seus amigos chegam e, embriagados, começam a dançar. Mais tarde, ao chegar em casa com a mão machucada e a camisa manchada de sangue, ele encontra Celeste altamente preocupada. Ele então diz à mulher que fora assaltado quando se dirigia para seu carro e que está com medo de ter matado o assaltante em legítima defesa.

Na manhã ensolarada do domingo, Jimmy se acorda e vai até o quarto de Katie para ver se ela já saiu para seu turno no minimercado e fica perturbado ao constatar que ela não dormiu em casa.

Mais tarde, Brendan entra no minimercado com seu irmão mais novo, Ray, um surdo-mudo. Eles conversam animadamente através de sinais. Surpreso por não encontrar Katie trabalhando ali, ele pergunta por ela sem obter uma resposta. Depois que deixam o local, um funcionário do minimercado pergunta a Jimmy o que ele tem contra Brendan, mas ele se recusa a falar sobre o assunto, deixando claro que existe algo por algum motivo desconhecido.

A preocupação de Jimmy transforma-se num pesadelo quando o carro da filha é encontrado desocupado em um parque da cidade, com manchas de sangue no banco da frente. A polícia rapidamente isola a área, enquanto estações de televisão noticiam o ocorrido.

Por outro lado, Dave muda a história que contara à esposa, alegando que, na realidade, o problema de sua mão ocorrera quando estava sendo interrogado por Sean e Whitey. Preocupada, Celeste permanece colada à televisão à espera de ouvir algo sobre o assaltante que supostamente teria sido morto por seu marido, mas são apenas as circunstâncias que rodearam a morte de Katie que enchem os noticiários locais. Como é louca pelo marido, ela quer acreditar em sua versão, mas sem qualquer evidência que corrobore com suas declarações, tem dificuldade de evitar a conclusão óbvia de que há uma relação entre suas atividades suspeitas e o assassinato de Katie, já que ambos os fatos ocorreram ao mesmo tempo na mesma noite.

Numa de suas buscas, a polícia descobre o corpo de Katie semienterrado num dos locais mais isolados do parque. Fora de controle, Jimmy é contido por meia dúzia de policiais. Mais tarde, ele pede para ver o corpo da filha no necrotério, ocasião em que leva um vestido para ela usar durante o funeral.

Enquanto isso, Whitey Powers não acredita no álibi apresentado por Dave para justificar sua mão machucada. Ao contrário, acha-se convencido de que o problema de sua mão deve estar ligado ao assassinato de Katie, até porque ele foi uma das últimas pessoas a vê-la com vida. Já Sean Devine, seu parceiro em investigações de homicídios, mas seu superior por ser um oficial graduado da faculdade, acredita que Dave pode ser inocente. Pouco depois, um link é descoberto durante a verificação de um computador, entre a bala encontrada no banco do carro e um roubo ocorrido muitos anos antes numa loja de bebidas alcoólicas. As marcas coincidem, mas a arma, originalmente pertencente ao pai de Brendan, nunca foi encontrada. Além disso, esse link é muito tênue, uma vez que o pai de Brendan havia abandonado a família há mais de uma década e nunca mais foi visto.

Em seguida, os dois detetives de homicídios tomam conhecimento de que Jimmy pediu aos irmãos Savage para investigarem todos os potenciais suspeitos no caso. Tal fato faz com que Sean e Whitey corram contra o tempo a fim de solucionarem o caso o mais rapidamente possível, evitando que Jimmy venha a fazer justiça com as próprias mãos. Inicialmente, procuram Brendan para saberem a respeito do seu relacionamento com Katie, ficando ambos convencidos de que o jovem verdadeiramente a amava e, por conseguinte, é inocente de seu assassinato. Na verdade, vários dos itens encontrados na bolsa de Katie tinham a ver com destinos turísticos em Las Vegas. Assim, os dois detetives tomam conhecimento de que Brendan e Katie tinham planejado fugir para Las Vegas no dia seguinte.

Durante o interrogatório de Brendan, sua mãe teve dificuldade de esconder seu ódio face à presença dos policiais em sua casa, já que seu marido fora um bandido pelo menos até quando a abandonou, quatorze anos atrás. Um caso curioso que vem à tona é que Brendan acredita que seu pai ainda se acha vivo, tendo em vista o fato de que sua mãe continua a receber mensalmente um cheque de US$500 enviado de uma Agência dos Correios do Brooklyn.

Sean e Whitey voltam para a Delegacia a fim de fazerem uma pesquisa sobre o pai de Brendan, num esforço para localizarem a arma desaparecida. Ele foi preso pelo FBI quando contrabandeava mercadorias em um automóvel roubado, mas para surpresa de ambos, nunca foi condenado por qualquer motivo. Assim, os dois vão aos Escritórios do FBI em Nova York, numa tentativa de encontrarem respostas para o caso que estão investigando.

Lá, descobrem que o pai de Brendan esteve no FBI, onde falou sobre outras atividades ilegais de Jimmy Markum, o qual esteve preso por dois anos, e desapareceu logo após Jimmy ser libertado da prisão. De qualquer forma, os detetives não encontram evidências fortes de que haja uma conexão entre os dois fatos.

De lá, eles vão até a loja de bebidas alcoólicas onde ocorrera o roubo com disparo de arma durante o assalto. O proprietário do estabelecimento, agora envelhecido, diz aos detetives que sabe quem foi o responsável pelo assalto, mas se queixa amargamente pelo fato dessa informação nunca ter sido considerada pela Corte. Continuando, diz que, três semanas após o assalto, o pai de Brendan esteve em sua loja onde, com um sorriso de deboche, lhe disse: “Eu fui rápido com você, não fui?”

Assim, de repente, a arma de Dave assume uma crítica importância no caso. Onde está ela e quem sabe a respeito? O carro de Dave havia sido apreendido por causa das manchas de sangue no banco da frente, não identificadas. No porta-malas, foram encontradas manchas que batem com o tipo sanguíneo de Katie.

Sean e Whitey fazem uma nova visita à Celeste e lhe apresentam essa aparentemente arrasadora prova, num esforço para pôr abaixo seu álibi em relação ao marido. No entanto, ela mantém sua versão de que o marido, na noite do assassinato, teria chegado em casa um pouco antes de 1 hora da manhã. Na realidade, naquele dia, Dave chegara em casa perto das 3 horas da manhã. Embora tenha agido assim com os detetives, suas dúvidas em relação à inocência do marido crescem ainda mais.

Os irmãos Savage informam Jimmy que as manchas de sangue encontradas no porta-malas do carro de Dave são do tipo sanguíneo de Katie. No entanto, para ele, essa hipótese não faz sentido, uma vez que o sangue da filha deixou um rastro ligando o carro dela ao local onde seu corpo foi encontrado. Mesmo assim, o impetuoso Jimmy vai à casa de Celeste, onde a encontra chorando em seu alpendre, pois a conversa que tivera com os detetives a deixou convencida da culpa do marido com relação ao assassinato da jovem. Jimmy a abraça e a conforta para, em seguida, perguntar-lhe se ela acha que Dave matou sua Katie. Celeste, triste e sem parar de chorar, acena-lhe afirmativamente.

Jimmy instrui os irmãos Savage sobre como procederem com Dave. Assim, eles o convidam para irem beber em um bar decadente localizado à beira do rio. Horas mais tarde, Jimmy junta-se aos três. Embriagado, Dave pede licença para sair por um minuto a fim de vomitar. Eles o deixam sair, mas logo em seguida os três vão até o local onde Dave está passando mal, ocasião em que Jimmy lhe diz que vai matá-lo caso ele seja o assassino de sua filha.

Reafirmando sua inocência, Dave explica que, no sábado em que Katie foi assassinada, ao sair do Bar, ele tropeçou num pedófilo que estava estuprando um garoto. Enquanto passou a bater no pedófilo, gritou para que o garoto fugisse do local. Depois de deixá-lo inconsciente, ou talvez morto, o colocou no porta-malas de seu carro. Não convencido com o relato de Dave, já que nenhum homem foi encontrado em seu carro, Jimmy o esfaqueia no estômago, matando-o.

Enquanto isso, na Delegacia de Polícia, Sean e Whitey interrogam mais uma vez Brendan, ocasião em que dizem ao rapaz que a arma do pai dele é aquela que assassinou Katie, a garota com quem ele planejara fugir para Las Vegas.

Embora não fale nada para os detetives, ao chegar em casa, Brendan vai ao esconderijo localizado no teto da cozinha à procura da arma escondida, ficando chocado ao descobrir que a mesma não se encontra lá. De repente, tudo começa a se tornar claro para esse pobre e inocente jovem. É que seu irmão surdo-mudo era a única pessoa, além dele, que sabia o local onde a arma havia sido escondida. Por outro lado, como odiava a ideia de perdê-lo, já que dependia tanto de sua proteção e amizade, deve ter perdido a cabeça e cometido o crime.

Logo a seguir, Ray chega em casa acompanhado de seu melhor amigo. Brendan o acusa de ter assassinado Katie. Ray, entretanto, confessa-lhe que queria apenas assustá-la, mas que, de repente, a situação ficou fora de controle. Descontrolado, Brendan parte para cima do irmão numa tentativa de estrangulá-lo, mas este puxa a arma exatamente no momento em que os detetives Sean e Whitey entram no recinto. Sean age rapidamente, conseguindo subjugar o garoto, apesar de a arma disparar e alojar uma bala no teto. Assim, o caso do assassinato de Katie é finalmente resolvido. Lamentavelmente, Dave também pagou com sua vida.

O detetive Sean Devine recebe mais uma chamada silenciosa de sua ex-esposa. Os dois finalmente conversam enquanto um olhar de alegria se espalha pelo rosto do detetive. É o dia da parada anual do bairro, Annabeth diz a Jimmy que, finalmente, a polícia resolveu o caso do assassinato da filha, mas ele lamenta ter matado um inocente. Ela o conforta ao dizer que o passado é passado e que ninguém pode alterá-lo, e o lembra de que Celeste suspeitava que o próprio marido fosse o assassino. Em seguida, ela diz a Jimmy que os dois vão sair para desfrutarem da parada, mas antes o leva para a cama onde fazem amor pela primeira vez depois da morte de Katie.

imagem imagem imagem

Comentários

Adaptação de um best-seller de Dennis Lehane, “Sobre Meninos e Lobos” é um magnífico filme de Clint Eastwood. Sua trama é absorvente ao sustentar um mistério (quem matou a jovem Katie?) até quase a última cena, o que prende a atenção do espectador do início ao fim.

Além da excelente direção proporcionada por Eastwood, ele ainda nos brinda com uma ótima trilha sonora. O roteiro de Brian Helgeland é outro quesito que merece ser mencionado. No que diz respeito ao elenco, podemos afirmar que, de uma maneira geral, todos os atores estão de parabéns, com destaques para as atuações de Sean Penn, Tim Robins, Kevin Bacon, Marcia Gay Harden e Laura Linney.

CAA