Filmes por gênero

JOGOS DO PODER (2007)

Charlie Wilson's War
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Der krieg des Charlie Wilson (Alemanha)
La guerre selon Charlie Wilson (França, Bélgica)
Le combat de Charlie Wilson (Canadá francês)
La guerra di Charlie Wilson (Itália)
La guerra de Charlie Wilson (Espanha)
Pais: Estados Unidos, Alemanha
Gênero: Biográfico, Comédia Dramática
Direção: Mike Nichols
Roteiro: Aaron Sorkin
Produção: Gary Goetzman, Tom Hanks
Design Produção: Victor Kempster
Música Original: James Newton Howard
Coreografia: Fatima Robinson
Fotografia: Stephen Goldblatt
Edição: John Bloom, Antonia Van Drimmelen
Direção de Arte: Brad Ricker
Figurino: Albert Wolsky
Guarda-Roupa: Pablo Borges, Chic Gennarelli, Linda Henrikson e outros
Maquiagem: Vivian Baker, Zhor Bennani, Richard Dean e outros
Efeitos Sonoros: Chris Atkinson, Ron Bochar, Lee Dichter e outros
Efeitos Especiais: Eric Allard, Jason Dodd, John Hartigan e outros
Efeitos Visuais: Richard Edlund, Helena Packer, Robert Skotak e outros
Nota: 8.1
Filme Assistido em: 2008

Elenco

Tom Hanks Charlie Wilson
Julia Roberts Joanne Herring
Amy Adams Bonnie Bach
Philip Seymour Hoffman Gust Avrakotos
Terry Bozeman Apresentador Prêmio CIA
Brian Markinson Paul Brown
Jud Tylor Crystal Lee
Hilary Angelo Kelly
Cyia Batten Stacey
Daniel Eric Gold Donnelly
Emily Blunt Jane Liddle
Peter Gerety Larry Liddle
P.J. Byrne Jim Van Wagenen
John Slattery Cravely
Joe Roland McGaffin
Patrika Darbo Leiloeira
Om Puri Presidente Zia
Faran Tahir Brigadeiro Rashid
Rizwan Manji Coronel Mahmood
Denis O'Hare Harold Holt
Michael Spellman Agente Patrick
Russell Edge Agente Wells
Christopher Denham Mike Vickers
Aharon Ipalé Ministro da Defesa Egípcio
Ned Beatty Doc Long
Ron Fassler Mario
Nancy Linehan Charles Sra. Long

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Philip Seymour Hoffman)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Philip Seymour Hoffman)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Roteiro

Prêmio de Melhor Ator em um Musical ou Comédia (Tom Hanks)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Philip Seymour Hoffman)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Julia Roberts)

Videoclipes

70 anos de cinema 70 anos de cinema 70 anos de cinema 70 anos de cinema 70 anos de cinema 70 anos de cinema 70 anos de cinema 70 anos de cinema 70 anos de cinema

Sinopse

O Congressista Charlie Wilson representa o segundo distrito congressional do Texas. Para aqueles poucos que o conhecem, ele é visto como um deputado do baixo clero, sempre disposto a vender seus votos na Casa. Ele é também um usuário de drogas ilícitas e mulherengo, a ponto de sua assessoria parlamentar ser basicamente composta por mulheres jovens e atraentes.

Em 1980, ele começa a se interessar pela ocupação soviética do Afeganistão, depois de ler notícias na internet a respeito e conversar com uma de suas amigas mulheres, a rica Joanne Herring, uma fanática cristã fundamentalista. Ao tomar conhecimento de que os Estados Unidos não têm uma política oficial em relação à situação afegã, apoiando apenas o lado radical muçulmano com parcos US$ 10.000.000, Charlie se mostra consternado.

Dentro da Agência Central de Inteligência, há apenas uma política não oficial e clandestina que deseja sangrar os soviéticos às custas do povo afegão. Charlie, então, procura falar com um oficial do alto escalão da CIA, mas é dirigido para Gust Avrakotos, um empenhado mas descontente agente, encarregado dos arquivos afegãos.

Os dois terminam trabalhando juntos numa missão secreta, cujo objetivo é o de armar e treinar os radicais muçulmanos para que estes consigam derrotar os soviéticos. Gust trabalha o lado estratégico dentro da CIA, enquanto Charlie fica responsável pelos lados político e diplomático. Ele consegue sucessivos aumentos de verba do governo americano para que os oprimidos se defendam e combatam o inimigo comum: o comunismo. Mesmo assim, as tarefas de Charlie não são fáceis de serem conseguidas, uma vez que, para alcançar seus objetivos, terá que reunir as hostis forças políticas de oposição e as religiosas. Ele também descobre que sua vida pessoal pode voltar a assombrá-lo e que, mesmo ganhando a guerra, poderão ocorrer consequências inesperadas.

imagem imagem imagem imagem imagem imagem

Comentários

Escrito pelo roteirista Aaron Sorkin, a partir de um livro de George Crile, “Jogos do Poder” é um ótimo filme. Sua trama gira em torno da vida do congressista americano Charlie Wilson, durante os anos 80, quando o mesmo foi um dos senadores democráticos do Estado do Texas. Na época, Wilson mobilizou-se para conseguir apoios para a luta dos mujahidines, no Afganistão, em sua luta contra as tropas da União Soviética.

Muito bem dirigido pelo grande cineasta Mike Nichols, responsável por filmes como “Quem Tem Medo De Virginia Woolf?”, de 1966, e “A Primeira Noite De Um Homem”, de 1967, sua trama é apresentada num ritmo que prende a atenção do espectador do início ao fim. A trilha sonora de James Newton Howard é um outro quesito que merece ser destacado.

O elenco, com atores da estirpe de Philip Seymour Hoffman, Tom Hanks e Julia Roberts, dispensa comentários. Merece ainda ser citada a atuação de Amy Adams, a qual mais uma vez contagia o público com seu carisma no papel da assistente de Charlie Wilson.

CAA