Filmes por gênero

COPACABANA (2010)

Copacabana
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Pais: França, Bélgica
Gênero: Comédia
Direção: Marc Fitoussi
Roteiro: Marc Fitoussi
Produção: Caroline Bonmarchand
Design Produção: Michel Barthélémy
Música Original: Tim Gane, Seán O'Hagan
Fotografia: Hélène Louvart
Edição: Martine Giordano
Guarda-Roupa: Judith de Luze
Efeitos Sonoros: Olivier Le Vacon, Alexis Oscari, Pierre Picq e outros
Efeitos Especiais: Julien Poncet de la Grave, Olivier Marais
Efeitos Visuais: Stephane Bidault, Bruno Nicolas
Nota: 7.5
Filme Assistido em: 2011

Elenco

Isabelle Huppert Babou
Lolita Chammah Esméralda
Aure Atika Lydie
Jurgen Delnaet Bart
Chantal Banlier Irène
Magali Woch Sophie
Nelly Antignac Amandine
Guillaume Gouix Kurt
Joachim Lombard Justin
Noémie Lvovsky Suzanne
Luis Rego Patrice
Cyril Couton Martial
François Comar Jacques
Léonie Simaga Katia
Veerle Dobbelaere Petra
Simone Milsdochter Marleen
Lise Lamétrie Geneviève
Dominique Foure Viviane
Anna Sigalevitch Colega de Esméralda
Eric Savin Recrutador

Prêmios

Festival Internacional de Cinema do Cairo, Egito

Prêmio de Melhor Atriz (Isabelle Huppert)

Videoclipes

70 anos de cinema 70 anos de cinema

Sinopse

Babou é uma mulher alegre que nunca se preocupou com as convenções sociais até que, de repente, se depara com a percepção de que sua filha Esmeralda, de 23 anos de idade, tem vergonha dela e, portanto, recusa-se a convidá-la para seu casamento.

Ferida em seu orgulho, ela tenta recuperar o respeito de sua filha. Para tanto, aceita o desafio de vender flats num luxuoso condomínio em Ostende, no litoral belga em pleno inverno, numa desesperada tentativa para provar o seu real valor e seu amor maternal para com a filha.

Sua natureza amigável faz com que ela obtenha bons conselhos de moradores locais sobre a venda para turistas e, assim, torna-se uma funcionária bem-sucedida na Empresa, embora Esmeralda desconfie de que sua mãe não consiga manter esse status por muito tempo.

imagem imagem imagem

Comentários

Escrito e dirigido pelo cineasta Marc Fitoussi, “Copacabana” é uma boa comédia franco-belga. Sua trama gira em torno do esforço de uma mãe na tentativa de reconquistar o amor de sua filha de 23 anos.

Apesar do ritmo lento, Fitoussi realiza um bom trabalho ao captar com êxito a relação tensa mãe-filha, bem como, o desconforto de iniciar um trabalho duvidoso.

O ponto alto do filme é, sem dúvida alguma, a magnífica interpretação de Isabelle Huppert no papel da mãe. Ela realmente domina todas as cenas de que participa. A atriz Lolita Chammah, que faz o papel da filha descontente, é na verdade filha de Huppert na vida real.

CAA