Filmes por gênero

A DELICADEZA DO AMOR (2011)

La délicatesse
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A delicadeza (Portugal)
Delicacy (USA, UK)
La delicadeza (Espanha, México)
Nathalie Küsst (Alemanha)
Pais: França
Gênero: Comédia Romântica
Direção: David Foenkinos, Stéphane Foenkinos
Roteiro: David Foenkinos
Produção: Marc-Antoine Robert, Xavier Rigault
Design Produção: Maamar Ech-Cheikh
Música Original: Émilie Simon
Fotografia: Rémy Chevrin
Edição: Virginie Bruant
Figurino: Emmanuelle Youchnovski
Guarda-Roupa: Sandrine Langen
Maquiagem: Thi Thanh Tu Nguyen, Alice Robert, Jean-Christophe Roger
Efeitos Sonoros: Felix Rost, Daniel Sobrino, Vincent Vatoux e outros
Efeitos Visuais: Cédric Fayolle, Sophie Denize, Olivier Blanchet e outros
Nota: 7.9
Filme Assistido em: 2012

Elenco

Audrey Tautou Nathalie Kerr
François Damiens Markus Lundl
Bruno Todeschini Charles, chefe de Nathalie
Pio Marmaï François
Mélanie Bernier Chloé, secretária de Nathalie
Joséphine de Meaux Sophie
Monique Chaumette Madeleine, a avó
Alexandre Pavloff Benoît
Vittoria Scognamiglio Mãe de François
Olivier Cruveiller Pai de François
Ariane Ascaride Mãe de Nathalie
Christophe Malavoy Pai de Nathalie
Louise Ressort Nathalie, criança
Louise Gaubert Nathalie, adolescente
Audrey Fleurot Ingrid, secretária de Charles
Bénédicte-Lala Ernoult Lanterninha do teatro
Asa Verdin Kallman Mãe de Markus
Stellan Sundlof Pai de Markus
Pom Klementieff Garçonete do restaurante de Charles
Dan Dan Lau Garçonete do restaurante chinês
Nadège Perrier Médica
Violette Renard Filha de Sophie

Indicações

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Roteiro Adaptado

César de Melhor 1º Longa-Metragem

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Nathalie é uma jovem e atraente mulher inteiramente apaixonada por François. Quando este lhe propõe casamento, ela imediatamente dá o seu sim. De volta da lua-de-mel, o casal é pressionado pela família para ter filhos. Por outro lado, ela aceita um novo emprego numa Empresa sueca, contratada parcialmente porque seu novo chefe é sexualmente interessado nela. Um dia, François sai para correr e é morto em um acidente de carro, deixando-a devastada.

Dias depois, ela recolhe a maioria das coisas que a fazem lembrar François e as coloca no lixo. Seus amigos e familiares ficam bastante preocupados com ela. Ao retornar ao trabalho, volta a sentir a pressão do seu chefe, mas não cede. Três anos se passam, sempre focada em seu trabalho, sem qualquer tipo de relação amorosa.

Certa noite, seu chefe a leva a um restaurante para celebrarem um grande contrato, oportunidade em que ele procura mais uma vez seduzi-la. Ela, no entanto, lhe diz que não sente a menor atração por ele, mas que acredita numa relação de respeito que permita continuarem a trabalhar juntos.

Dias depois, Markus, um subordinado seu, entra em sua sala para discutir um assunto do trabalho e, inesperadamente, ela se levanta e o beija apaixonadamente. Mesmo atordoado com o ocorrido, ele deixa o trabalho naquele dia mais confiante e feliz. À noite, em casa, fica a pensar sobre o ocorrido. Afinal de contas, ele é um estrangeiro nascido na Suécia, com 40 anos, careca, não imaginando como alguém como Nathalie pudesse se interessar por ele.

Na manhã seguinte, ao chegar ao trabalho, Markus procura Nathalie e lhe pergunta por qual motivo ela o beijou. Ela lhe pede desculpas pelo ocorrido e lhe diz que o incidente deve ser esquecido. Ele lhe responde que não poderá esquecê-lo. No dia seguinte, às 5 horas da tarde, ele volta à sala de Nathalie e a beija. Embora surpresa, ela retribui o beijo e, naquela noite, os dois jantam juntos. Markus ainda não acredita que tudo aquilo esteja ocorrendo com ele.

Depois de sairem juntos algumas noites, Markus propositadamente a ignora, deixando-a aborrecida. O caso dos dois passa a ser motivo de fofoca no escritório. Ela o procura para dizer-lhe que se sente muito bem quando estão juntos, mas ele continua a ignorá-la. Nesse mesmo dia, durante uma festa de aniversário para o assistente, Nathalie o confronta sobre sua atitude, o que faz na frente de todos os que se acham presentes, gerando mais motivos para fofocas. Eles, no entanto, se reconciliam e Nathalie recebe dele um presente muito especial. À noite, na casa do pai, Nathalie chora.

Dias depois, seu chefe a chama em seu escritório para dizer-lhe que não aprova  o seu novo relacionamento, deixando-a furiosa. Em seguida, ele convida Markus para jantarem juntos, com a intenção de compreender o que Nathalie vê em seu assistente, descobrindo que se trata de uma pessoa muito especial. Em seguida, após colocar seu chefe embriagado em um taxi, Markus vai ao encontro de Nathalie, que se acha na casa de amigos onde está ocorrendo uma pequena festa. Ao chegar lá, é apresentado a todos, os quais não conseguem também vislumbrar o que a amiga vê nele.

Ao perceber o desconforto de Markus, Nathalie decide ir pra casa em sua companhia, onde os dois adormecem em cadeiras separadas. Na manhã seguinte, durante o café, eles conversam sobre o relacionamento que não estão tendo, que todos pensam que estão, e que tanto tem aborrecido o chefe.

Ao chegar ao trabalho, ela procura o chefe para saber sobre o encontro dele com Markus. Ele lhe diz que se trata de um cara insignificante e, depois de insultá-la a ponto de considerá-la uma pessoa que se mostra infiel ao marido falecido, Nathalie deixa o local, ignorando inclusive uma reunião que iria ocorrer logo em seguida.

Ela viaja para o campo, de onde telefona para Markus marcando um encontro numa pequena cidade. Ao apanhá-lo no local combinado, o leva até o cemitério onde François foi enterrado, mas o encontra fechado. Em seguida, os dois vão até a casa da avó dela, onde o casal é muito bem recebido. Naquela noite, após a ceia, os dois finalmente consumam o seu relacionamento.

imagem imagem imagem imagem imagem imagem

Comentários

Realizada pelos cineastas David e Stéphane Foenkinos, a partir de um romance do primeiro, “A Delicadeza do Amor” é uma ótima comédia romântica do cinema francês. Sua trama gira em torno dos problemas vividos por uma jovem e bela mulher que, pouco tempo depois de se casar com o homem de sua vida, torna-se viúva.

O filme é marcado por momentos comoventes, personagens humanos e uma bela trilha sonora. A direção dos irmãos Foenkinos apresenta altos e baixos, melhorando consideravelmente nos últimos quarenta minutos.

O elenco, de um modo geral, apresenta-se muito bem, com destaque para as atuações de Audrey Tautou e François Damiens, principalmente para a deste último.

CAA