Filmes por gênero

UMA VIDA MARCADA (1948)

Cry of the city
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A fera da cidade (Portugal)
La proie (França)
L'urlo della città (Itália)
Una vida marcada (Espanha, Argentina, México, Chile)
Schrei der Großstadt (Alemanha)
Ond stad (Suécia)
Gadens lov (Dinamarca)
Krzyk miasta (Polônia)
Плач большого города (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Filme Noir, Crime, Drama
Direção: Robert Siodmak
Roteiro: Richard Murphy
Produção: Sol C. Siegel
Música Original: Alfred Newman
Direção Musical: Lionel Newman
Fotografia: Lloyd Ahern
Edição: Harmon Jones
Direção de Arte: Lyle R. Wheeler, Albert Hogsett
Figurino: Bonnie Cashin
Guarda-Roupa: Charles Le Maire
Maquiagem: Ben Nye
Efeitos Sonoros: Roger Heman Sr., Eugene Grossman
Efeitos Especiais: Fred Sersen
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1950

Elenco

Victor Mature Tenente Candella
Richard Conte Martin Rome
Fred Clark Tenente Collins
Shelley Winters Brenda Martingale
Debra Paget Teena Riconti
Betty Garde Srta. Francis Pruett, enfermeira
Berry Kroeger W. A. Niles
Tommy Cook Tony Rome
Hope Emerson Rose Given
Walter Baldwin Orvy
Tom Moore Médico
Konstantin Shayne Dr. Veroff
June Storey Srta. Boone, Enfermeira
Ruth Clifford Enfermeira
Jane Nigh Enfermeira
Tito Vuolo Papa Roma
Mimi Aguglia Mama Roma
Dan Sheridan Detetive
Ken Christy Detetive Loomis
Thomas Ingersoll Padre
Dolores Castle Rosa
Claudette Ross Filha de Rosa
Joan Miller Vera, secretáris de Niles
Oliver Blake Sr. Masselli
Antonio Filauri Sr. Caputo

Indicações

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio Robert Meltzer (Richard Murphy)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Martin Rome, que matou um policial durante um assalto, encontra-se num hospital de uma prisão prestes a ser operado enquanto seus pais, irmãos, irmãs e um padre oram por ele. Por outro lado, o tenente da polícia de Nova York, Vittorio Candella, que cresceu no mesmo bairro italiano, como Rome, e seu colega, tenente Jim Collins, esperam lá fora, para interrogá-lo.

W. A. Niles, um advogado, também deseja ver Rome para pedir-lhe que confesse seu envolvimento no assassinato da Sra. de Grazia e, assim, salvar um homem inocente que foi preso pelo crime. Rome se recusa a cooperar, mas depois, ao se recuperar da cirurgia, é interrogado por Candella sobre um anel encontrado em sua posse, que havia sido roubado da Sra. de Grazia, após ter sido torturada para revelar o paradeiro de suas joias, antes de ser estrangulada.

Embora Rome esteja indo para a cadeira elétrica por matar o policial, ele nega envolvimento no assassinato da Sra. de Grazia e diz que ganhou o anel em um jogo de dados. Depois que Candella vai embora, Rome pede à sua enfermeira de meia-idade, Srta. Francis Pruett, que envie uma nota para sua namorada, Teena Riconti, pedindo-lhe para que se esconda a fim de não ser presa como cúmplice. Quando Niles se oferece para defender Rome em troca de sua confissão em relação ao assassinato da Sra. de Grazia, ele novamente se recusa. Candella, então, visita os pais de Rome, à procura de informações sobre suas amigas.

Enquanto isso, ele é transferido para uma prisão, onde lhe oferecem ajuda para fugir de lá. Depois que escapa de sua cela por meio de uma chave duplicada, Candella e Collins são avisados de que ele se acha com Teena, mas os policiais vão até lá e encontram apenas seu irmão mais novo, Tony Rome. Enquanto isso, Martin vai ao escritório de Niles, ameaça-o com uma faca e, enquanto procura dinheiro no cofre, descobre as joias da Sra. de Grazia em um compartimento escondido. Niles tenta atirar em Rome mas, acidentalmente, acerta em seu secretário e é esfaqueado até a morte por Rome, que, em seguida, pega as joias e uma arma e vai para casa de seus pais.

Embora seu pai o repudie, sua mãe tenta ajudá-lo, mas não consegue entender por que ele mata. Outra de suas amigas, Brenda Martingale, o conduz ao encontro de Madame Rose Given, mas como ele ainda está sofrendo os efeitos da cirurgia, desmaia no caminho. Brenda localiza um médico sem licença, Dr. Veroff, que o trata.

Rome diz à Rose que sabe que ela era próxima do Dr. Niles e que as joias lhe foram passadas e que, agora, deseja trocá-las por um carro, US$5.000 e um jeito de sair do país. Rose concorda em se encontrar com ele no dia seguinte para fazer a troca. Enquanto isso, o tenente Candella questiona vários médicos sem licença, incluindo Veroff, que admite ter tratado de Rome. Quando Rose e Rome se encontram, como haviam combinado, os dois vão até um cofre localizado numa estação do metrô, ocasião em que ela é presa por dois policiais à paisana.

Mais tarde, o tenente Collins descobre que Candella foi para a casa da Srta. Pruett, à procura de Teena. Ela, no entanto, tinha ido ao encontro de Rome em uma igreja. Ao se encontrarem, quando ele lhe comunica que os dois vão deixar o país, Teena responde que ela já não o ama e que não vai acompanhá-lo.

Pouco depois, ao encontrá-los, o tenente Candella pede para Teena voltar para casa. Em seguida, ao saírem da igreja, Rome entrega sua arma à Candella, mas bate fortemente no policial que ainda não se acha completamente restabelecido. Sua única saída é atirar em Rome, matando-o.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Robert Siodmak, a partir de um roteiro escrito por Richard Murphy, “Uma Vida Marcada” é um filme policial ‘noir’ produzido pela Twentieth Century Fox Film Corporation em 1948. Sua trama, baseada no romance “The Chair for Martin Rome” de Henry Edward Helseth, é marcada por muita ação e tensão ao longo de toda a projeção.

Na direção, Siodmak, demonstrando mais uma vez seu completo domínio da câmera, nos brinda com mais um belo trabalho. A fotografia, a cargo de Lloyd Ahern, é outro quesito que merece ser citado, assim como a bela trilha sonora de Alfred Newman.

No elenco, o maior destaque é Richard Conte, que nos brinda com uma ótima atuação, seguida pela de Victor Mature. O filme marca, ainda, a estreia no cinema da atriz Debra Paget aos 15 anos de idade.

CAA