Filmes por gênero

LA LA LAND: CANTANDO ESTAÇÕES (2016)

La La Land
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: La La Land: Melodia de amor (Portugal)
Pour l'amour d'Hollywood (Canadá)
La La Land: Una historia de amor (Argentina, México, Uruguai)
La ciudad de las estrellas - La La Land (Espanha)
La La Land: Ciudad de Sueños (Colômbia)
Ла-Ла Ленд (Rússia)
Kaliforniai álom (Hungria)
Kalifornijos svajos (Lituânia)
Pais: Estados Unidos, Hong Kong
Gênero: Comédia Romântica, Musical
Direção: Damien Chazelle
Roteiro: Damien Chazelle
Produção: Fred Berger, Gary Gilbert, Jordan Horowitz, Marc Platt
Design Produção: David Wasco, Sandy Reynolds-Wasco
Música Original: Justin Hurwitz
Direção Musical: Tim Davies
Coreografia: Mandy Moore
Fotografia: Linus Sandgren
Edição: Tom Cross
Direção de Arte: Austin Gorg
Figurino: Mary Zophres
Guarda-Roupa: Lynda Foote, Leigh Bell, Robin Borman-Wizan e outros
Maquiagem: Jed Dornoff, Albert Elizondo, Jen Fregozo e outros
Efeitos Sonoros: Mildred Iatrou, Ai-Ling Lee, Steven Morrow, Andy Nelson
Efeitos Especiais: Jeremy Hays, Steve Shines, Chris L. Ward .
Efeitos Visuais: Chris LeDoux, Tim LeDoux, Mark LeDoux, Adam Pere e outros
Nota: 9.4
Filme Assistido em: 2017

Elenco

Emma Stone Mia Dolan
Ryan Gosling Sebastian Wilder
Tom Everett Scott David
John Legend Keith
Rosemarie DeWitt Laura
Finn Wittrock Greg
J.K. Simmons Bill
Cinda Adams Diretora de elenco
Callie Hernandez Tracy
Terry Walters Linda, gerente da Cafeteria
Jessica Rothe Alexis
Meagen Fay Mãe de Mia
John Hindman Frank, diretor
Sonoya Mizuno Caitlin
Ana Flávia Gavlak Atriz
Amiée Conn Atriz famosa
Claudine Claudio Karen, garçonete
Valarie Rae Miller Amy Brandt
Nicole Wolf Assistente de Amy Brandt
Jason Fuchs Carlo
D.A. Wallach Cantor dos anos 1980
Olivia Hamilton Bree
Anna Chazelle Sarah
Marius De Vries Clyde
Josh Pence Josh
Nicole Coulon Noiva de Josh
Damon Gupton Harry
Keith Harris Cole
Kaveh Rastegar Tom
Camryn Ray Cavaliero Filha de Mia

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Oscar de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz)

Oscar de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Oscar de Melhor Atriz (Emma Stone)

Oscar de Melhor Design de Produção (David Wasco, Sandy Reynolds-Wasco)

Oscar de Melhor Canção Original (Justin Hurwitz, Justin Paul, Benj Pasek)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Ator em um Musical ou Comédia (Ryan Gosling)

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Roteiro (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz)

Prêmio de Melhor Canção Original (Justin Hurwitz, Benj Pasek, Justin Paul)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme (Fred Berger, Jordan Horowitz, Marc Platt)

Prêmio David Lean de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Música (Justin Hurwitz )

Prêmios AFI, Los Angeles, Estados Unidos

Prêmio de Melhor Filme do Ano

Prêmios dos Editores de Filmes Americanos, Los Angeles, USA

Prêmio Eddie de Melhor Edição de uma Comédia (Tom Cross)

Prêmios da Sociedade de Críticos de Cinema de Atlanta, USA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Edição (Tom Cross)

Associação dos Críticos de Cinema de Austin, USA

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Boston

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Edição (Tom Cross)

Prêmios Capri - Capri, Itália

Prêmio Capri de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio Capri de Melhor Filme do Ano

Prêmio Capri de Melhor Canção (Justin Hurwitz, Benj Pasek, Justin Paul)

Prêmio Capri de Melhor Elenco, como um todo

Prêmio Photoplay de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio Capri de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz)

Associação dos Críticos de Cinema de Ohio, USA

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Edição (Tom Cross)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz )

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Edição (Tom Cross)

Associação dos Críticos de Cinema de Dallas-Fort Worth - USA

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Denver, Colorado, EUA

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Justin Hurwitz)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Detroit, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Roteiro (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Damien Chazelle)

Círculo dos Críticos de Cinema da Flórida, USA

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Direção de Arte/Design de Produção (David Wasco, Sandy Reynolds-Wasco)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Associação dos Críticos de Entretenimentos Homossexuais

Prêmio Dorian do Filme Visualmente Mais Interessante

Associação dos Críticos de Cinema da Georgia, EUA

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Justin Hurwitz )

Prêmio de Melhor Canção Original (Justin Hurwitz, Benj Pasek, Justin Paul)

Prêmio de Melhor Design de Produção (David Wasco, Austin Gorg)

Prêmios Hollywood do Cinema, Los Angeles, California, USA

Prêmio Hollywood de Melhor Fotografia do Ano (Linus Sandgren)

Prêmio Hollywood de Melhor Produção do Ano (Marc Platt)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Houston, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz)

Prêmio de Melhor Canção Original (Justin Hurwitz, Benj Pasek, Justin Paul)

Prêmio de Melhor Design de Produção

Associação dos Jornalistas Críticos de Cinema de Indiana, EUA

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmios dos Críticos de Cinema de Iowa, USA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Justin Hurwitz)

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Festival de Cinema de Key West, Estados Unidos

Prêmio do Público de Melhor Longa-Metragem (Damien Chazelle)

Prêmio do Júri de Melhor Narrativa (Damien Chazelle)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Las Vegas

Prêmio Sierra de Melhor Filme

Prêmio Sierra de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle)

Prêmio Sierra de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio Sierra de Melhor Direção de Arte (David Wasco, Sandy Reynolds-Wasco)

Prêmio Sierra de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz )

Prêmio Sierra de Melhor Canção Original (Justin Hurwitz, Benj Pasek, Justin Paul)

Prêmio Sierra de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Filme do Ano

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Música (Justin Hurwitz, Benj Pasek, Justin Paul)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Nevada, Estados Unidos

Prêmio de Melhor Design de Produção (David Wasco, Sandy Reynolds-Wasco)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio Melhor Uso da Música (Justin Hurwitz)

Associação dos Críticos de Cinema de North Carolina, EUA

Prêmio de Melhor Narrativa

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Círculo dos Críticos de Cinema de Oklahoma, USA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmios PGA, Los Angeles, Califórnia, USA

Prêmio PGA de Melhor Produção (Marc Platt, Jordan Horowitz, Fred Berger)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Phoenix, Arizona, USA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Canção Original (Justin Hurwitz, Justin Paul, Benj Pasek)

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Design de Produção (David Wasco)

Sociedade dos Críticos de Cinema de San Diego, USA

Prêmio de Melhor Figurino (Mary Zophres)

Festival do Cinema Internacional de Santa Barbara, EUA

Prêmio de Melhores Atuações do Ano (Emma Stone, Ryan Gosling)

Prêmios Satellite, Los Angeles

Prêmio Satellite de Melhor Filme

Prêmio Satellite de Melhor Direção de Arte/Design de Produção (David Wasco)

Prêmio Satellite de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz, Benj Pasek, Justin Paul)

Associação dos Críticos de Cinema do Sudeste, Estados Unidos

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Associação dos Críticos de Cinema de St. Louis, USA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren )

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz)

Prêmio de Melhor Canção (Justin Hurwitz, Justin Paul, Benj Pasek)

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Festival Internacional de Toronto, Canadá

Prêmio Escolha do Povo (Damien Chazelle)

Associação dos Críticos de Cinema de Utah, USA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Justin Hurwitz)

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Festival Internacional de Veneza, Itália

Copa Volpi de Melhor Atriz (Emma Stone)

Associação dos Críticos de Cinema de Washington DC

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Justin Hurwitz)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Edição (Tom Cross )

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Design de Produção (David Wasco, Sandy Reynolds-Wasco)

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Festival de Cinema de Whistler, Canadá

Prêmio do Público (Damien Chazelle)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme (Fred Berger, Jordan Horowitz, Marc Platt)

Oscar de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Oscar de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle )

Oscar de Melhor Edição (Tom Cross)

Oscar de Melhor Figurino (Mary Zophres)

Oscar de Melhor Mixagem de Som (Andy Nelson, Ai-Ling Lee, Steven Morrow)

Oscar de Melhor Edição de Som (Ai-Ling Lee, Mildred Iatrou)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio de Melhor Roteiro (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Edição (Tom Cross )

Prêmio de Melhores Design de Produção / Direção de Arte (David Wasco, Sandy Reynolds-Wasco)

Prêmio de Melhor Figurino (Mary Zophres)

Prêmio de Melhores Efeitos Sonoros (Mildred Iatrou, Ai-Ling Lee, Steven Morrow, Andy Nelson)

Associação dos Críticos de Cinema de Austin, USA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Boston

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Justin Hurwitz)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Diretor (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Direção de Arte / Design de Produção (David Wasco)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Justin Hurwitz)

Grêmio dos Figurinistas, Los Angeles, California, USA

Prêmio de Melhor Figurino em Filme Contemporâneo (Mary Zophres)

Associação dos Críticos de Cinema de Dallas-Fort Worth - USA

Prêmio de Melhor Filme (3º lugar)

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Denver, Colorado, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle )

Prêmio de Melhor Canção Original (Audition e City of Stars)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Detroit, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmios Empire, Reino Unido

Prêmio Empire de Melhor Filme

Prêmio Empire de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio Empire de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio Empire de Melhor Trilha Sonora

Prêmio Empire de Melhor Design de Produção

Círculo dos Críticos de Cinema da Flórida, USA

Prêmio de Melhor Filme (2º lugar)

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle)

Associação dos Críticos de Entretenimentos Homossexuais

Prêmio Dorian de Melhor Filme

Prêmio Dorian de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio Dorian de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio Dorian de Melhor Roteiro do Ano (Damien Chazelle )

Prêmio Dorian de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Associação dos Críticos de Cinema da Georgia, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Canção Original (Justin Hurwitz, Benj Pasek, Justin Paul)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Houston, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio de Melhor Roteiro (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Canção Original (Justin Hurwitz, Benj Pasek, Justin Paul)

Associação dos Jornalistas Críticos de Cinema de Indiana, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz)

Prêmios dos Críticos de Cinema de Iowa, USA

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Filme

Sociedade dos Críticos de Cinema de Las Vegas

Prêmio Sierra de Melhor Figurino (Mary Zophres)

Prêmio Sierra de Melhor Edição (Tom Cross )

Prêmio Sierra de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio Sierra de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Diretor do Ano (Damien Chazelle)

Prêmio Roteirista do Ano (Damien Chazelle)

Prêmio Atriz do Ano (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora do Ano (Justin Hurwitz)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Filme (2º lugar)

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Design de Produção (David Wasco)

Prêmio de Melhor Edição (Tom Cross)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Diretor (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Filme (3º lugar)

Associação dos Críticos de Cinema de North Carolina, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle )

Círculo dos Críticos de Cinema de Oklahoma, USA

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Phoenix, Arizona, USA

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle )

Prêmio de Melhor Canção Original (Audition)

Prêmio de Melhor Edição (Tom Cross)

Prêmio de Melhor Figurino (Mary Zophres)

Prêmio de Melhor Conjunto de Atores

Sociedade dos Críticos de Cinema de San Diego, USA

Prêmio de Melhor Filme (2º lugar)

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Design de Produção (David Wasco)

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle )

Prêmio de Melhor Edição (Tom Cross)

Prêmio de Melhor Uso da Música em um Filme (2º lugar)

Prêmio de Melhores Efeitos Visuais

Associação de Críticos de Cinema de San Francisco

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Design de Produção (David Wasco)

Prêmio de Melhor Edição (Tom Cross)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Justin Hurwitz)

Prêmios Satellite, Los Angeles

Prêmio Satellite de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio Satellite de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio Satellite de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio Satellite de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle)

Prêmio Satellite de Melhor Canção Original (Justin Hurwitz, Benj Pasek, Justin Paul)

Prêmio Satellite de Melhor Fotografia (Linus Sandgren)

Prêmio Satellite de Melhor Edição (Tom Cross)

Prêmio Satellite de Melhores Efeitos Sonoros (Andy Nelson, Ai-Ling Lee, Steven Morrow, Mildred Iatrou)

Prêmio Satellite de Melhor Figurino (Mary Zophres)

Críticos de Cinema de Seattle, USA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Fotografiia (Linus Sandgren)

Prêmio de Melhor Design de Produção (David Wasco, Sandy Reynolds-Wasco)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz)

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Figurino (Mary Zophres)

Prêmio de Melhor Edição (Tom Cross )

Associação dos Críticos de Cinema do Sudeste, Estados Unidos

Prêmio de Melhor Filme (3º lugar)

Associação dos Críticos de Cinema de St. Louis, USA

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Prêmio de Melhor Direção de Arte (David Wasco, Sandy Reynolds-Wasco)

Prêmio de Melhor Edição (Tom Cross)

Prêmio de Melhor Canção (Justin Hurwitz, Benj Pasek, Justin Paul)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Justin Hurwitz)

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhores Efeitos Visuais (Chris LeDoux, Tim LeDoux, John L. Weckworth)

Associação dos Críticos de Cinema de Toronto, Canadá

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Associação dos Críticos de Cinema de Utah, USA

Prêmio de Melhor Diretor (Damien Chazelle)

Círculo dos Críticos de Cinema de Vancouver, Canadá

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Damien Chazelle)

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Festival Internacional de Veneza, Itália

Prêmio Leão de Ouro (Damien Chazelle)

Associação dos Críticos de Cinema de Washington DC

Prêmio de Melhor Atriz (Emma Stone)

Prêmio de Melhor Ator (Ryan Gosling)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Damien Chazelle)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em pleno inverno, durante um enorme engarrafamento num viaduto de Los Angeles, as pessoas ouvem música em seus carros. De repente, uma jovem sai do seu veículo e começa a cantar “Another Day of Sun”, uma canção que fala sobre a alegria de estar na ensolarada Califórnia. Logo em seguida, uma segunda pessoa sai de outro carro e se junta a ela. Em pouco tempo, uma verdadeira multidão se forma com as pessoas deixando os seus carros e se juntando ao grupo que canta e dança. Quando a música termina, todos voltam para seus respectivos carros e o tráfego começa a se mover. Dentro de seu Toyota Prius, Mia, uma aspirante à atriz, parece estar falando com alguém ao telefone. Na realidade, ela está praticando sua fala para um teste a que vai ser submetida. Em seu carro, Sebastian buzina para que ela se mova.

Mia trabalha em uma cafeteria localizada nas dependências da Warner Brothers, servindo os empregados do Estúdio. Quando uma estrela de cinema vem ao Café, o gerente lhe diz que é por conta da casa, o que faz com que ela coloque seu dinheiro no pote destinado às gorjetas. Mia observa admirada quando a atriz parte em um carrinho de golfe, sendo escoltada até o local das filmagens.

Pouco depois, seu telefone toca para avisar-lhe que, naquela tarde, ela vai ser submetida a um novo teste de seleção. Não querendo chegar atrasada ao local do teste, ela se apressa e, na correria, bate em um cliente, derramando café em sua blusa. Com uma jaqueta por cima, ela se apresenta aos responsáveis pelo teste e consegue ter um bom desempenho, embora o mesmo seja interrompido com a promessa de que, brevemente, voltarão a chamá-la. Ao voltar para casa, onde mora com três outras aspirantes, estas lhe perguntam sobre o teste e, em seguida, vão a uma festa. Horas depois, ao deixar o local e se dirigir ao seu carro, ela descobre que o mesmo se encontrava em uma zona proibida para estacionamento e fôra levado por um reboque. Forçada a caminhar até um local onde possa pegar um táxi, no caminho ela ouve uma bela música de jazz sendo tocada em uma boate. Ao entrar na casa, Mia descobre que o pianista, de nome Sebastian, é o mesmo que encontrara na saída do engarrafamento. Ao concluir um de seus números musicais, o proprietário da boate o repreende ao alegar que não permite que ele escolha qualquer música a ser tocada, discussão que termina com sua demissão. Sebastian tenta convencê-lo a dar-lhe outra chance, mas lhe é negada. Na saída, ao passar por Mia, esta tenta lhe dizer que adorou sua música, mas ele a empurra, deixando-a sem palavras.

Ao chegar a primavera, após participar de um teste para três papeis diferentes, Mia vai a uma festa, na beira de uma piscina, onde uma banda toca músicas dos anos 1980. Lá, ela é apresentada a um jovem escritor que lhe fala do sucesso que vem obtendo em sua carreira. Pedindo-lhe desculpas, ela se dirige em direção ao palco. Quando a cantora pergunta se alguém da plateia tem algum pedido a fazer, Mia pede que seja tocada “I ran”. Depois da apresentação, Sebastian a encontra e lhe diz que ela não poderia pedir a música “I ran” porque ele é um músico sério. Na ocasião, ele lhe pergunta o que ela faz na vida que a coloca acima da crítica, ao que ela responde que trabalha numa cafeteria do estúdio da Warner Bros. Ele a menospreza e se dirige ao palco para uma nova apresentação.

Após o evento, o escritor tenta conversar com Mia, mas ao ver Sebastian se dirigindo para a saída, ela grita para o manobrista pedindo-lhe as chaves de seu carro. Ao caminharem pelo estacionamento, ela comenta que os dois estão se esbarrando com frequência, com o que ele concorda. Como se encontram no topo do canyon com vista para Los Angeles lá em baixo, eles admiram o belo pôr do sol e Sebastian começa a cantar “A lovely night”, um número musical lúdico que diz ser um desperdício uma bela noite com duas pessoas não interessadas uma na outra. Os dois passam a dançar juntos e, ao final, ao receber um telefonema de seu namorado Bert, ela se despede e vai embora.

No dia seguinte, dez minutos antes de Mia terminar seu trabalho, Sebastian chega à cafeteria e a convida para saírem juntos. Ela aceita o convite e, enquanto passam por alguns sets de filmagens da Warner Bros, ele lhe pergunta o que a fez pensar em ser artista, ao que ela responde que foi influenciada por uma tia que era do ramo. Na ocasião, ele sugere que ela escreva seu próprio material para ser apresentado em seus testes, citando que Louis Armstrong fez isso. Logo depois, quando ela confessa que não gosta de jazz, ele a leva até o “The Lighthouse”, um conhecido clube de jazz. Uma vez lá, enquanto a banda toca, ele tenta explicar-lhe seu amor pelo jazz e lhe diz que seu sonho é ter o seu próprio clube.

No dia seguinte, ao participar de um novo teste, mal ela termina de apresentar a primeira linha de sua fala, quando o examinador lhe diz que já é o bastante. Ela sugere apresentar a fala de outra maneira, mas ele não concorda. Ao voltar para casa, desencorajada, ela começa a se preparar para ir ao cinema com Sebastian, quando seu namorado Greg chega e a lembra que vão jantar com o irmão dele que acaba de chegar à cidade. Na hora marcada, Sebastian chega ao cinema e espera por Mia do lado de fora. Enquanto isso, no restaurante, preocupada, ela pede desculpas a Greg e corre em direção ao cinema. A essa altura, tendo o filme começado, Sebastian já se encontra na sala de projeção e, ao chegar, Mia tem dificuldades em encontrá-lo. Desesperada, ela sobe ao palco, sendo reconhecida por ele, que vai ao seu encontro.

Ao longo da projeção, quando surge uma cena que se passa no Observatório Griffith de Los Angeles, eles se lembram da primeira vez em que estiveram lá e puderam admirar a beleza do pôr do sol com a cidade vista de cima. Suas mãos se entrelaçam e, quando ele se aproxima para beijá-la, a projeção é interrompida e as luzes são acesas. Aproveitando a oportunidade, os dois deixam o cinema e seguem até o Observatório onde, encontrando uma porta destrancada, entram e começam a dançar pelos corredores até chegarem ao planetário. De repente, eles começam a flutuar até sua cúpula iluminada com estrelas e, após dançarem no espaço, retornam ao piso e têm seu primeiro beijo.

Quando da chegada do verão, Mia e Sebastian continuam a se encontrar frequentemente. Depois de participar de vários testes fracassados, ela decide escrever uma peça pessoal, por sugestão de Sebastian. Por outro lado, este começa a tocar regularmente no Clube de jazz e os dois vão morar juntos. Keith, um antigo colega de escola de Sebastian, o convida para tocar em sua banda, que oferece uma fonte constante de renda. Embora consternado com o estilo pop da banda, Sebastian decide assinar com eles. Mia assiste a um de seus concertos, mas se preocupa, sabendo que esse não era o sonho dele. Durante a primeira turnê da banda, Mia confronta Sebastian, que por sua vez afirma que é o que ele queria, antes de acusá-la de ter gostado dele apenas quando ele era menos bem-sucedido. Sentindo-se ofendida, ela se retira. Dias depois, na noite de estréia da peça de Mia, Sebastian não aparece devido a uma sessão de fotos que ele havia esquecido. Apenas algumas pessoas assistem ao show e, ao ouvir comentários negativos dos bastidores, Mia, deprimida, deixa Los Angeles e volta para a casa da mãe em Boulder City, Nevada.

Dias depois, Sebastian recebe um telefonema de uma diretora de elenco que lhe diz ter apreciado a peça de Mia. Na ocasião, ela lhe diz que gostaria de convidá-la para participar de um teste na manhã seguinte. Sem perder tempo, ele viaja até Nevada, onde convence Mia a retornar à Los Angeles e a participar do teste que lhe foi proposto. Durante a entrevista, ela começa a falar da importância que teve sua tia em sua decisão de se dedicar ao cinema e, ao final, é aprovada. Contente por ela não ter desistido de seus sonhos, Sebastian a abraça e os dois dizem que sempre se amarão.

Cinco anos depois, Mia é uma atriz famosa, casada com outro homem, David, com quem tem uma filha. Certa noite, o casal acaba entrando aleatoriamente em um clube de jazz. Ao observar o logotipo “Seb’s”, Mia conclui que Sebastian finalmente abriu seu próprio clube. Ele a reconhece e começa a tocar seu tema de amor, provocando uma seqüência de sonhos em que os dois imaginam o que poderia ter sido se tivessem continuado juntos, realizados profissionalmente e vivendo felizes com seu filho. Antes de sair, ela compartilha com Sebastian um último olhar e sorriso, ambos felizes pelos sonhos que conseguiram realizar.

imagem

Comentários

Escrita e dirigida pelo cineasta americano Damien Chazelle, “La La Land: Cantando Estações” é uma excelente comédia musical produzida em 2016 e lançada no Brasil em 13 de janeiro de 2017. Ambientada na moderna Los Angeles, sua trama retrata as histórias de Mia, uma aspirante à atriz, e de Sebastian, um talentoso músico de jazz, explorando a graça e a dor de perseguir os seus sonhos.

Além da talentosa direção de Chazelle, o cineasta nos brinda com um excelente roteiro. Adicionalmente, o filme conta ainda com uma bela fotografia, a cargo de Linus Sandgren, bem como, com uma maravilhosa trilha sonora assinada por Justin Hurwitz. Aliás, os mais de cem prêmios recebidos dos principais Festivais e Academias de Cinema falam, por si só, sobre a qualidade deste filme.

No elenco, Emma Stone e Ryan Gosling brilham nos papeis principais.

CAA