Filmes por gênero

13 RUA MADELEINE (1947)

13 Rue Madeleine
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O 13 não responde (Portugal)
13 Rue Madeleine (França, Bélgica, Suécia, Reino Unido)
Il 13 non risponde (Itália)
Calle Madeleine nº 13 (Espanha)
Trece rue Madeleine (México)
Ryhmä 77 (Finlândia)
Strada Madeleine 13 (Romênia)
Дом 13 по улице Мадлен (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, 2ª Guerra Mundial, Espionagem
Direção: Henry Hathaway
Roteiro: John Monks Jr., Sy Bartlett
Produção: Louis De Rochemont
Música Original: David Buttolph
Direção Musical: Alfred Newman
Fotografia: Norbert Brodine
Edição: Harmon Jones
Direção de Arte: James Basevi, Maurice Ransford
Figurino: René Hubert
Guarda-Roupa: Sam Benson
Maquiagem: Ben Nye
Efeitos Sonoros: Harry M. Leonard, W.D. Flick
Efeitos Especiais: Fred Sersen
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1950

Elenco

James Cagney Robert Emmett Sharkey
Annabella Suzanne de Beaumont
Richard Conte William H. O'Connell
Frank Latimore Jeff Lassiter
Walter Abel Charles Gibson
Melville Cooper Pappy Simpson
Sam Jaffe Prefeito Galimard
Karl Malden Instrutor de pára-quedismo
E.G. Marshall Émile
Red Buttons Instrutor de pára-quedismo
Dick Gordon Psiquiatra
Blanche Yurka Madame Thillot
Jean Del Val Camponês francês
James Craven Oficial da RAF
Leslie Barrie Instrutor
Frederic Brunn Oficial nazista
Edward Cooper Oficial da RAF

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

13 Rue Madeleine. Durante a 2ª Guerra Mundial, na Paris ocupada por tropas nazistas, esse é o endereço onde funciona um QG da Gestapo. Ali, nas dependências do escritório da contra-espionagem alemã, são realizadas sessões de tortura dos agentes aliados capturados e dos civis aprisionados que atuam no movimento de resistência.

Cientes do importante papel da espionagem na guerra, os Aliados criam unidades especiais para atuarem atrás das linhas inimigas, na Europa. Os membros da missão  0-77 passam a ser treinados  por um agente especial, versado em cinco línguas, com experiência de lidar com os alemães na Primeira Grande Guerra.

O agente designado, Robert Emmet Sharkey, treina seus alunos com a máxima de que não se deve confiar em ninguém ao lado, nem mesmo fazer amizades pessoais. Munidos de identidades falsas, após o período de treinamento, os agentes aliados deverão saltar de pára-quedas em áreas dominadas pelo inimigo.

Sharkey e seus agentes têm como chefe, Charles Gibson, cuja experiência em relações internacionais foi adquirida atuando na embaixada americana em Berlim. Como diretor da Inteligência Secreta, Gibson só deve satisfações aos chefes do estado-maior.

Ao descobrirem que um dos candidatos entre os agentes é um dos maiores espiões nazistas, Gibson e Sharkey decidem pela não prisão do mesmo e planejam fornecer diversos dados falsos sobre a invasão aliada na Europa, para, dessa maneira, conseguirem enganar o alto comando alemão. Porém tudo precisa ser feito com muito cuidado, pois qualquer erro pode ser fatal.

Com a missão em desenvolvimento e contando com a ajuda da Resistência Francesa, Sharkey conclui que terá de participar pessoalmente da arriscada missão.

imagem

Comentários

Realizado pelo grande cineasta Henry Hathaway, ‘’13 Rua Madeleine’’ é, sem dúvida alguma, o melhor filme de espionagem que já assisti. Ambientada em plena 2ª Guerra Mundial, a estória é marcada por uma grande dose de suspense, principalmente nos seus últimos 40 minutos de projeção.

Partindo de um roteiro muito bem estruturado, Hathaway imprime um excelente ritmo à trama. Em relação aos demais quesitos técnicos, a fotografia em preto e branco de Norbert Brodine também me chamou atenção por sua ótima qualidade.

No elenco, o maior destaque fica para James Cagney, com uma atuação irrepreensível. Sam Jaffe, como um membro da Resistência, e Richard Conte, como um nazista infiltrado, também nos brindam com ótimas atuações.

CAA