Filmes por gênero

DE-LOVELY: VIDA E AMORES DE COLE PORTER (2004)

De-Lovely
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: De-Lovely - Così facile da amare (Itália)
De-Lovely - Die Cole Porter Story (Alemanha)
Pais: Estados Unidos, Reino Unido
Gênero: Drama, Música, Biográfico
Direção: Irwin Winkler
Roteiro: Jay Cocks
Produção: Irwin Winkler, Charles Winkler, Rob Cowan
Design Produção: Eve Stewart
Música Original: Stephen Endelman
Música Não Original: Cole Porter
Direção Musical: Robert Ziegler
Coreografia: Francesca Jaynes
Fotografia: Tony Pierce-Roberts
Edição: Julie Monroe
Direção de Arte: John Hill
Figurino: Janty Yates
Guarda-Roupa: Clare Spragge, Cheryl Cravedi, Andrea Cripps e outros
Maquiagem: Felicity Bowring, Sarah Monzani, Jacqueline Bhavnani
Efeitos Sonoros: Dorian Cheah, Geoffrey G. Rubay e outros
Efeitos Especiais: Graham Longhurst
Efeitos Visuais: Chris Brown, Simon Frame
Nota: 7.3
Filme Assistido em: 2005

Elenco

Kevin Kline Cole Porter
Ashley Judd Linda Lee Porter
Jonathan Pryce Gabe
Kevin McNally Gerald Murphy
Sandra Nelson Sara Murphy
Keith Allen Irving Berlin
Allan Corduner Monty Woolley
Peter Polycarpou Louis Mayer
James Wilby Edward Thomas
Kevin McKidd Bobby Reed
Richard Dillane Bill Wrather
Angie Hill Ellin Berlin
Tayler Hamilton Honoria Murphy
Lexie Peel Patrick Murphy
Greg Sheffield Boath Murphy
Diana Krall Intérprete de "Just one of those things"
Robbie Williams Intérprete de "It's De-Lovely"
Lemar Obika Intérprete de "What is this thing called Love"
Elvis Costello Intérprete de "Let's misbehave"
Alanis Morissette Intérprete de "Let's do it, let's fall in love"
John Barrowman Intérprete de "Night and Day"
Caroline O'Connor Intérprete de "Anything goes"
Sheryl Crow Intérprete de "Begin the Beguine"
Natalie Cole Intérprete de "Ev'ry time you say goodbye"
Vivian Green Intérprete de "Love for sale"
Lara Fabian Intérprete de "So in love"
Mario Frangoulis Intérprete de "So in love"
Harry Ditson Dr. Moorhead

Indicações

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Ator em um Musical ou Comédia (Kevin Kline)

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Ashley Judd)

Sinopse

O filme se inicia com Cole Porter, já idoso, assistindo ao lado do diretor teatral Gabe, um ensaio para um musical sobre sua vida.

As primeiras cenas mostram Porter em Paris, em 1919, quando ele conhece a bela Linda Lee, uma mulher divorciada.  Embora sabendo ser ele homossexual, Linda, apaixonada, aceita casar-se com ele, num relacionamento altamente platônico.  Seus encontros sexuais são poucos e insatisfatórios. O casal passa a dormir em quartos separados.  Ela permite que ele tenha tantos amantes masculinos quanto deseje, enquanto ele devota as horas diurnas à ela e à música.

Com o incentivo e a dedicação de Linda, a carreira de Porter decola como grande compositor de canções populares americanas.

Mudando-se para Veneza, ele conhece e inicia uma amizade com Irving Berlin, outro ícone da música americana.  Tal amizade o leva, pouco tempo depois, a ser convidado para escrever um musical para a Broadway.

Seu sucesso em Nova York abre as portas para Hollywood.  Embora inicialmente relute em se mudar para a Costa Oeste, ele se rende ao desejo de Linda e se torna um dos maiores escritores de músicas para os filmes de L. B. Mayer.

Morando na Califórnia, sua promiscuidade aumenta na mesma proporção em que seu casamento se deteriora.  Linda, não suportando a situação, resolve deixá-lo.

Entretanto, quando ele sofre um grave acidente, ao cair de um cavalo, sendo ameaçado de ter que amputar as duas pernas, ela volta para o seu lado.  A saúde dela, por outro lado, começa a dar sinais de que não anda nada bem quando seus pulmões se mostram cada  vez mais comprometidos.

imagem imagem imagem

Comentários

"De-Lovely: Vida e Amores de Cole Porter", conforme o título já explicita, procura retratar a vida do grande compositor americano, a partir do momento em que, em Paris, ele conhece e se casa com Linda Lee, sua dedicada e bela musa inspiradora.

Os cenários, o figurino e a boa direção de Irwin Winkler transportam o espectador para o tempo e os ambientes que Porter e Linda vivenciaram.

Do início ao fim, o público é brindado com um sem número de belas canções de Porter, como as inesquecíveis "Night and Day", "So in love", "Love for sale", "Begin the Beguine", "Anything goes", "It's De-Lovely", "What is this thing called Love", "Let's do it, let's fall in love", "You're the Top", "Let's misbehave", "Ev'ry time you say goodbye", "Just one of those things", "Be a Clown", "I love you", entre muitas outras.  Com interpretações de artistas como Natalie Cole, Elvis Costello, Alanis Morissette, Diana Krall, entre outros, as músicas são apresentadas com uma roupagem mais moderna, muito embora as melodias permaneçam como na época em que foram compostas.

As atuações de Kevin Kline e de Ashley Judd são magníficas, seguidas da de Jonathan Pryce.  Kline e Judd demonstram uma perfeita química entre eles.

CAA