Filmes por gênero

LEGIÃO INVENCIVEL (1949)

She wore a yellow ribbon
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Os dominadores (Portugal)
La charge héroïque (França)
I cavalieri del nord ovest (Itália)
La legión invencible (Espanha, Argentina)
Der Teufelshauptmann (Austria, Alemanha)
Larm över prärien (Suécia)
De heldhaftige stormloop (Holanda)
Kavaleriets gule bånd (Dinamarca)
Nosila zólta wstazke (Polônia)
Она носила желтую ленту (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Faroeste
Direção: John Ford
Roteiro: Frank S. Nugent, Laurence Stallings
Produção: John Ford, Merian C. Cooper
Música Original: Richard Hageman
Direção Musical: C. Bakaleinikoff
Fotografia: Winton C. Hoch
Edição: Jack Murray
Direção de Arte: James Basevi
Guarda-Roupa: Ann Peck, Michael Meyers
Maquiagem: Don L. Cash
Efeitos Sonoros: Clem Portman, Frank Webster, Patrick Kelley
Efeitos Especiais: Jack Caffee
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1951

Elenco

John Wayne Capitão Nathan Cutting Brittles
Joanne Dru Olivia Dandridge
John Agar Tenente Flint Cohill
Ben Johnson Sargento Tyree
Harry Carey Jr. 2º Tenente Ross Penell
Victor McLaglen 1º Sargento Quincannon
Mildred Natwick Abby Allshard
Arthur Shields Dr. O'Laughlin
George O'Brien Major Mac Allshard, Comandante do Fort Starke
Michael Dugan Sargento Hochbauer
Chief John Big Tree Chefe Pony That Walks
Chief Sky Eagle Chefe Sky Eagle
Fred Graham Sargento Hench
Tom Tyler Cabo Mike Quayne
Noble Johnson Chefe Red Shirt
Rudy Bowman Soldado John Smith
Lee Bradley Intérprete
Francis Ford Connelly
Ray Hyke McCarthy
Fred Libby Cabo Krumrein
Mickey Simpson Cabo Wagner
Don Summers Jenkins
Harry Woods Karl Rynders

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Fotografia a Cores (Winton C. Hoch)

Indicações

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de um Melhor Roteiro de um Faroeste Americano (Frank S. Nugent, Laurence Stallings)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1876, logo após a morte do General George Armstrong Custer, em Little Big Horn, uma diligência do governo é assaltada ao cruzar o remoto deserto do sudoeste, ocasião em que seu condutor é morto. O Capitão Nathan Brittles, que supervisiona a sétima cavalaria na vizinha Fort Stark, fica preocupado ao saber que os atacantes eram índios Cheyennes, que jamais haviam se aventurado a irem tão longe.  

Pouco depois, Nathan, que deverá ser reformado em seis dias, recebe como sua última missão, fazer com que os índios retornem para suas terras. No dia seguinte, no entanto, seu comandante, Major "Mac" Allshard, ordena-lhe que leve sua mulher Abby e sua sobrinha, Olivia Dandridge, juntamente com sua patrulha até Sudros Wells, onde elas vão embarcar numa diligência com destino ao leste.

Embora registre formalmente seu protesto, Nathan parte em sua missão. Pouco tempo depois, ele é avisado pelo Sargento Tyree que um grupo de índios Arapaho foi visto se deslocando em direção à Sudros Wells. Preocupado com a segurança das mulheres, Nathan ordena que sua patrulha siga numa rota diferente, mais longa. Ao longo do trajeto, os tenentes Flint Cohill e Ross Penell se mostram interessados na jovem Olivia.

Ao chegarem à Sudros Wells, eles verificam que o Posto havia sido dizimado pelos índios, e a patrulha de Nathan se vê forçada a voltar para Fort Stark. No dia seguinte, quando a patrulha chega ao rio Paradise, Nathan ordena que Flint fique com três esquadrões para darem cobertura durante a travessia, prometendo-lhe voltar na manhã seguinte. Na ocasião, Olivia dá um beijo de adeus em Flint, demonstrando seu interesse pelo tenente.

Ao chegarem à Fort Stark, Nathan declara que a missão foi um fracasso e, apesar de sua iminente aposentadoria, pede permissão para retornar ao rio Paradise a fim de atender à promessa feita a Flint. O Major Allshard, no entanto, insiste que o Tenente Ross Penell, que será o segundo oficial sob o comando de Flint, fique à frente dos homens que retornarão ao rio. Apesar de concordar com a decisão do major e de receber um relógio de prata por conta de sua aposentadoria, Nathan se reúne à patrulha no rio Paradise.

Uma vez lá, ao notar que todos continuam a considerá-lo como o comandante do grupo, ele ordena que Flint e as tropas permaneçam no rio, enquanto ele e o Sargento Tyree vão tentar negociar a paz com os índios. Apesar da calorosa recepção por parte do idoso chefe indígena, Pony That Walks, Nathan não consegue fazer com que ele desista de suas ambições bélicas. Diante dessa situação, ele ordena a seus homens para, à meia-noite, dispersarem os cavalos dos indígenas, forçando-os a voltarem a pé para suas terras.

Finalmente, quando Nathan está prestes a partir para a Califórnia, o Sargento Tyree lhe apresenta uma carta do Ministério da Guerra, promovendo-o a Tenente-Coronel. Em seguida, ele aceita os cumprimentos de seus companheiros da Cavalaria de Fort Stark, enquanto um baile tem início para comemorar o noivado de Olivia com o Tenente Flint.

imagem

Comentários

Realizado pelo grande John Ford, a partir de um roteiro escrito por Frank S. Nugent e Laurence Stallings, “Legião Invencível” é o segundo e melhor faroeste da trilogia do cineasta sobre a cavalaria americana.

A direção de Ford é consistentemente boa, apresentando um ótimo ritmo do início ao fim. Com excelentes locações, o filme destaca-se ainda pela bela fotografia a cargo de Winton C. Hoch.

No elenco, John Wayne brilha no papel do Capitão Nathan Cutting Brittles, seguido pelas ótimas atuações de Victor McLaglen e Ben Johnson.

CAA