Filmes por gênero

SWIMMING POOL - À BEIRA DA PISCINA (2003)

Swimming Pool
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: La piscine (Canadá francês)
Juegos perversos (Venezuela)
Pais: França, Reino Unido
Gênero: Crime, Mistério, Suspense
Direção: François Ozon
Roteiro: François Ozon
Produção: Olivier Delbosc, Marc Missonnier
Design Produção: Wouter Zoon
Música Original: Philippe Rombi
Direção Musical: Richard Boudarham
Fotografia: Yorick Le Saux
Edição: Monica Coleman
Direção de Arte: Wouter Zoon
Figurino: Pascaline Chavanne
Guarda-Roupa: Christine Vargas, Chloé Lesueur
Maquiagem: Gill Robillard
Efeitos Sonoros: Pascal Vonhatten, Benoît Hillebrant, Michel Monier e outros
Efeitos Especiais: Neal Champion, Edward Smith, James Francis Jr.
Efeitos Visuais: Cyril Vonck, Brice Halary, Daniel Esperanssa
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 2004

Elenco

Charlotte Rampling Sarah Morton
Ludivine Sagnier Julie
Charles Dance John Bosload
Jean-Marie Lamour Franck
Marc Fayolle Marcel
Mireille Mossé Filha de Marcel
Émilie Gavois-Kahn Garçonete do Café
Lauren Farrow Julia
Keith Yeates Pai de Sarah
Sébastian Harcombe Terry Long
Tricia Aileen Secretária de John Bosload
Glen Davies Barman do Pub

Prêmios

Academia do Cinema Europeu

Prêmio de Melhor Atriz (Charlotte Rampling)

Indicações

Academia do Cinema Europeu

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio do Público de Melhor Diretor (François Ozon)

Prêmio do Público de Melhor Atriz (Charlotte Rampling, Ludivine Sagnier)

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Palma de Ouro (François Ozon)

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Atriz (Charlotte Rampling)

César de Melhor Atriz Coadjuvante (Ludivine Sagnier)

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Atriz do Ano (Charlotte Rampling)

Prêmio Filme em Língua Estrangeira do Ano

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Sarah Morton é uma escritora inglesa de meia-idade cujos romances policiais conciliam sucesso de vendas e prestígio junto à crítica.

Às voltas com uma crise de inspiração, ela procura seu editor, que lhe empresta sua casa de veraneio na ensolarada Provence francesa, onde supostamente vai encontrar a tranqüilidade necessária para escrever seu mais novo livro.

Ao chegar lá, ela logo começa a trabalhar em seu novo romance, mas sua paz é interrompida com a chegada de Julie, a filha do editor, uma adolescente de 16 anos linda e cheia de vida.  As duas se opõem em vários aspectos, numa convivência cheia de turbulências e ambigüidades, que muda os rumos do livro e da própria vida de Sarah, à medida em que esta começa a desenvolver uma forte atração por Julie.

imagem imagem imagem

Comentários

 "Swimming Pool - À Beira da Piscina", de François Ozon, é um filme que se caracteriza por um ambiente de mistério e erotismo, na boa tradição do gênero policial.

Antes de mais nada, o filme é uma obra de grande sensualidade, onde o corpo de Ludivine Sagnier suscita o desejo e o pecado, mas, também é um inteligente exercício de suspense.  É importante verificar o importante papel que a piscina da casa tem no desenvolvimento da história.

Ao reunir suas duas atrizes-fetiche em "Swimming Pool", Ozon provavelmente quis fundir em um só filme, as duas correntes de seu trabalho: O intimismo e o realismo simbolizados por Charlotte Rampling, bem como o onirismo e a teatralidade encarnados por Ludivine Sagnier.

Além da competente direção de Ozon, o filme tem, nas interpretações de Charlotte Rampling e Ludivine Sagnier, o seu ponto forte.

CAA