Filmes por gênero

A VIDA ÍNTIMA DE QUATRO MULHERES (1962)

The Chapman report
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Les liaisons coupables (França)
Sessualità (Itália)
Confidencias de mujer (Espanha)
La vida íntima de cuatro mujeres (México)
Der Chapman-Report (Alemanha)
Die Sex-Reportage (Austria)
Dr. Chapmans rapport (Suécia)
Chapman rapporten (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance
Direção: George Cukor
Roteiro: Wyatt Cooper, Don Mankiewicz
Produção: Darryl F. Zanuck, Richard D. Zanuck
Design Produção: Gene Allen
Música Original: Leonard Rosenman
Fotografia: Harold Lipstein
Edição: Robert L. Simpson
Figurino: Orry-Kelly
Maquiagem: Gordon Bau
Efeitos Sonoros: Stanley Jones
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1964

Elenco

Efrem Zimbalist Jr. Dr. Paul Radford
Jane Fonda Kathleen Barclay
Claire Bloom Naomi Shields
Shelley Winters Sarah Garnell
Glynis Johns Teresa Harnish
Ray Danton Fred Linden
Ty Hardin Ed Kraski
Andrew Duggan Dr. George C. Chapman
John Dehner Geoffrey Harnish
Harold J. Stone Frank Garnell
Corey Allen Wash Dillon
Jennifer Howard Grace Waterton
Cloris Leachman Srta. Selby
Chad Everett Bob Jensen
Henry Daniell Dr. Jonas
Hope Cameron Ruth Linden
Roy Roberts Alan Roby
Evan Thompson Cass Kelly
John Baer Boy Barclay
Jack Cassidy Ted Dyson
Grady Sutton Simon
Alex Cord Bardelli
William Hummer Johnny Dillon
Roy Dean Jack
Dorothy Love Sra. Simmons
Lesley Ann Warren Filha de Sarah
Samuel Colt Reporter
Dennis King Jr. Reporter
Geraldine Wall Secretária

Indicações

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Glynis Johns)

Prêmio de Melhor Direção (George Cukor)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Harold J. Stone)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Dr. George C. Chapman, um famoso psicólogo, e seu assistente Paul Radford, chegam a um subúrbio de Los Angeles com a finalidade de fazerem uma pesquisa sobre os hábitos sexuais da mulher americana. Após sua primeira palestra sobre o assunto, quatro mulheres se apresentam como voluntárias.

Sarah Garnell, uma esposa e mãe de meia-idade, está tendo um caso extraconjugal com um jovem diretor de teatro, Fred Linden. Entretanto, quando decide fugir com o mesmo, este a rejeita e ela volta para seu marido.

Teresa Harnish, casada com um negociante de artes, acredita que o relacionamento deles é perfeito até o dia em que ela encontra o simpático jogador de futebol, Ed Kraski. Entretanto, ao descobrir a costumeira agressividade do jogador, ela volta correndo para a segurança de seu lar.

Já Naomi Shields, uma ninfomaníaca que vive a se embriagar, envolve-se com um músico de jazz que permite aos seus amigos que a estuprem durante uma festa, fazendo com que ela se suicide.

Já a quarta voluntária, Kathleen Barclay, uma jovem viúva que acredita ser frígida, sofre um mal-estar durante a entrevista e deixa o escritório do médico. O Dr. Paul a acompanha até a casa dela e, sentindo-se pessoalmente envolvido no caso, a convence de que seus receios não têm fundamento.

Dr. Chapman, finalmente, revela que os quatro casos por ele estudados são exceções à regra e que a grande maioria dos casamentos americanos são bem sucedidos.

imagem

Comentários

Baseado num best-selling de Irving Wallace, o qual, por sua vez, foi inspirado no Relatório Kinsey sobre uma pesquisa realizada sobre a vida sexual das mulheres americanas, “Vida Íntima de Quatro Mulheres” é mais um bom filme do cineasta George Cukor. Sua trama aborda a vida de quatro mulheres que se acham insatisfeitas com seus casamentos ou com suas vidas sexuais.

Na direção, Cukor nos brinda com mais um belo trabalho, evitando inclusive qualquer tipo de vulgaridade ao abordar um tema sério como esse. Na escolha do elenco, ele foi muito feliz ao poder contar com quatro atrizes de talento. Por seu trabalho, a sul africana Glynis Johns foi laureada com o Prêmio Globo de Ouro de Melhor Atriz.

Finalmente, merece ser ainda citada a bela fotografia de Harold Lipstein.

CAA