Filmes por gênero

TRAÍDOS PELO DESEJO (1992)

The crying game
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Jogo de lágrimas (Portugal)
Le cri des larmes (Canadá francês)
La moglie del soldato (Itália)
Juego de lágrimas (Espanha, México)
Igra plakanja (Sérvia)
Gra pozorów (Polônia)
Fryktens spill (Noruega)
Жестокая игра (Rússia)
Pais: Reino Unido, Japão
Gênero: Drama, Suspense
Direção: Neil Jordan
Roteiro: Neil Jordan
Produção: Stephen Woolley
Design Produção: Jim Clay
Música Original: Anne Dudley
Fotografia: Ian Wilson
Edição: Kant Pan
Direção de Arte: Chris Seagers
Figurino: Sandy Powell
Guarda-Roupa: Paul Minter, Clare Spragge
Maquiagem: Morag Ross, Miri Ben-Schlomo
Efeitos Sonoros: Miri Ben-Schlomo, Eddy Joseph, Tony Cook e outros
Efeitos Especiais: Peter Hutchinson
Efeitos Visuais: Alan Church, Andy Stevens
Nota: 8.9
Filme Assistido em: 1993

Elenco

Forest Whitaker Jody
Miranda Richardson Jude
Stephen Rea Fergus
Adrian Dunbar Maguire
Breffni McKenna Tinker
Joe Savino Eddie
Jaye Davidson Dil
Birdy Sweeney Tommy
Andrée Bernard Jane
Jim Broadbent Col
Ralph Brown Dave
Tony Slattery Deveroux
Jack Carr Franknum
Brian D. Coleman Juiz
Ray De-Haan Segurança
David Crionelly Segurança

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Original (Neil Jordan)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio Alexander Korda de Melhor Filme Britânico (Stephen Woolley, Neil Jordan)

Prêmios Amanda - Festival de Haugesund, Noruega

Amanda de Melhor Filme Estrangeiro (Neil Jordan)

Instituto Australiano de Cinema

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Stephen Woolley )

Sociedade dos Críticos de Cinema de Boston

Prêmio de Melhor Roteiro (Neil Jordan)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios do Cinema Europeu

Prêmio de Melhor Filme (Nik Powell, Stephen Woolley)

Prêmios Independent Spirit, California, Estados Unidos

Prêmio Independent Spirit de Melhor Filme Estrangeiro (Neil Jordan)

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Diretor Britânico do Ano (Neil Jordan)

Prêmio Produtor Britânico do Ano (Stephen Woolley )

Prêmio Roteirista Britânico do Ano (Neil Jordan)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Neil Jordan)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Roteiro (Neil Jordan)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Miranda Richardson)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Ator (Stephen Rea)

Prêmios PGA, Los Angeles, Califórnia, USA

Prêmio PGA de Melhor Produção (Stephen Woolley)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro escrito diretamente para o cinema (Neil Jordan)

Grêmio dos Roteiristas da Grã Bretanha

Prêmio de Melhor Roteiro (Neil Jordan)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Ator (Stephen Rea)

Oscar de Melhor Filme (Stephen Woolley)

Oscar de Melhor Direção (Neil Jordan)

Oscar de Melhor Edição (Kant Pan )

Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Jaye Davidson)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Direção (Neil Jordan)

Prêmio de Melhor Filme (Stephen Woolley, Neil Jordan)

Prêmio de Melhor Ator (Stepen Rea)

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Neil Jordan)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Jaye Davidson)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Miranda Richardson)

Associação dos Críticos de Cinema da Argentina

Condor de Prata de Melhor Filme Estrangeiro (Neil Jordan)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Miranda Richardson)

Prêmio de Melhor Roteiro (Neil Jordan)

Prêmio de Melhor Filme (Stephen Woolley)

Prêmio de Melhor Diretor (Neil Jordan)

Prêmio de Melhor Revelação Masculina (Jaye Davidson)

Prêmio de Melhor Revelação Feminina (Jaye Davidson)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Filme Estrangeiro (Neil Jordan)

David de Melhor Ator Estrangeiro (Stephen Rea)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Neil Jordan)

Prêmios Edgar Allan Poe

Prêmio de Melhor Filme (Neil Jordan)

Prêmios Goya - Academia Espanhola, Espanha

Goya de Melhor Filme Europeu

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro (Neil Jordan)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Miranda Richardson)

Prêmio de Melhor Roteiro (Neil Jordan)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Miranda Richardson)

Preêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Jaye Davidson)

Prêmio de Melhor Roteiro (Neil Jordan)

Prêmio de Melhor Diretor (Neil Jordan)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na Irlanda do Norte, Jody, um jovem soldado britânico, passeia e se diverte com uma mulher, Jude,  que conhecera, pouco tempo antes, em um Bar.  Quando menos espera, surgem três homens armados e o obrigam a entrar num carro.  Depois de uma agitada viagem, liderada pelos ativistas Maguire e Jude (a mulher com quem ele se divertia), ele se dá conta de que está nas mãos de revolucionários do IRA (Exército Republicano Irlandês).

A ele é explicado que um alto oficial do IRA havia sido capturado e que eles pretendem conseguir sua libertação usando-o como moeda de troca.  E caso não obtenham êxito na negociação em três dias, ele, Jody, será morto.

Jody tenta manter-se calmo, começando a puxar conversa com Fergus, um de seus captores.  Este, em sua primeira missão, desenvolve uma certa amizade pelo soldado inglês, assimilando a filosofia de vida dele, expressa através de fábulas, e suas histórias sobre um grande amor com uma jovem, chamada Dil, que ficou em solo inglês.

A negociação não chega a bom termo e, sabendo que vai morrer, Jody pede que Fergus olhe por sua garota em Londres.  Chegada a hora, Fergus se apresenta como voluntário para a execução e, enquanto caminham entre árvores, Jody passa a correr.  Não querendo atirar pelas costas, Fergus corre atrás.  Em sua fuga, Jody é atropelado e morto por um carro blindado, ao atravessar uma estrada.  Do mesmo, saltam vários soldados ingleses, iniciando um tiroteio.  Fergus consegue fugir, enquanto seus companheiros são massacrados.

Fergus foge para Londres, a fim de cumprir a promessa feita ao ''amigo'':  tomar conta da garota.  Com nova identidade, ele passa a se apresentar como Jimmy e termina localizando Dil, que trabalha como cabeleireira.  Ela é bonita, vulnerável e carente de amizade, o que faz com que ele termine se apaixonando, só que se depara com um pequeno detalhe dela que transforma o início do novo 'affair' num verdadeiro pesadelo.

Para piorar a situação, o IRA passa a persegui-lo a fim de cobrar-lhe as razões de sua fuga.  Entre os enviados pela Organização, encontram-se Jude e Maguire, que sobreviveram ao massacre.  A primeira idéia é a de matá-lo, mas ao descobrirem sua falsa identidade, acham que tal fato pode lhes ser útil.  Assim, usando Dil como uma peça de barganha, eles o convencem a participar de um ato terrorista, uma verdadeira missão suicida.

....

imagem

Comentários

"Traídos pelo Desejo" é um ótimo filme britânico, original, surpreendente, intrigante.  Escrito e dirigido pelo cineasta irlandês, Neil Jordan, o filme prende a atenção do espectador com suas reviravoltas e graças a um elenco capaz e convincente.

O trabalho de Jordan é magnífico, tanto como roteirista quanto como diretor.  O espectador está sempre tentando descobrir os verdadeiros motivos e sentimentos de seus personagens.

No elenco, os maiores destaques são as brilhantes atuações de Stephen Rea, Miranda Richardson, Forest Whitaker e Jaye Davidson.

CAA