Filmes por gênero

A GAIOLA DAS LOUCAS (1978)

La cage aux folles
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A gaiola das malucas (Portugal)
Il vizietto (Itália)
Vicios pequeños (Espanha)
La jaula de las locas (Argentina, México)
Ein Käfig voller Narren (Alemanha)
Klatka szalenców (Polônia)
Mød min hr. mor (Dinamarca)
Клетка для чудаков (Rússia)
Pais: França, Itália
Gênero: Comédia
Direção: Édouard Molinaro
Roteiro: Édouard Molinaro, Jean Poiret, Francis Veber, Marcello Danon
Produção: Marcello Danon, Jean Nachbaur
Design Produção: Mario Garbuglia
Música Original: Ennio Morricone
Direção Musical: Ennio Morricone
Fotografia: Armando Nannuzzi
Edição: Monique Isnardon, Robert Isnardon
Figurino: Ambra Danon
Guarda-Roupa: Carlo Palazzi, Piero Tosi, Diana Bruni, Angela Silighini
Maquiagem: Pierantonio Mecacci, Franco Corridoni
Efeitos Sonoros: Mario Dallimonti, Danilo Moroni, Corrado Volpicelli
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1981

Elenco

Ugo Tognazzi Renato Baldi
Michel Serrault Albin Mougeotte, dito Zaza Napoli
Claire Maurier Simone Deblon
Rémi Laurent Laurent Baldi
Carmen Scarpitta Louise Charrier
Benny Luke Jacob
Luisa Maneri Andréa Charrier
Michel Galabru Simon Charrier
Venantino Venantini Motorista de Charrier
Guido Cerniglia Médico
Angelo Pellegrino Assistente da Casa Noturna
Liana Del Balzo Madame Charrier
Piero Mazzinghi Jornalista
Margherita Horowitz Secretária de Madame Deblon
Giancarlo Pellegrini Assistente da Casa Noturna
Peter Boom Funcionário do Restaurante
Mimmo Poli Atendente do Bar
Maxime Cambe Dançarino da Casa Noturna
Carlo Reali .
Walter Lucchini .
Antonio Maronese .
Paolo Di Bella .

Prêmios

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Ator (Michel Serrault)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Ator Estrangeiro (Michel Serrault)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção (Édouard Molinaro)

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (Francis Veber, Édouard Molinaro, Marcello Danon, Jean Poiret)

Oscar de Melhor Figurino (Piero Tosi, Ambra Danon)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios Sant Jordi de Barcelona

Prêmio de Melhor Ator Estrangeiro (Michel Serrault)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Renato Baldi dirige em Saint-Tropez "La Cage aux Folles", um clube noturno cuja atração principal é um show de travestis. A vedete do espetáculo é conhecida como Zaza Napoli, cujo nome de batismo é Albin Mougeotte. Renato e Zaza formam um velho casal homossexual de vinte anos de vida em comum.

Renato tem um filho, Laurent, concebido há vinte anos com Simone Deblon. O jovem está para se casar com Andréa, filha do deputado Charrier. Este, por outro lado, não aprova a união, mas termina cedendo quando lhe fazem crer que Renato é adido cultural de uma Embaixada.

Assim, a família Charrier pega a estrada em direção à Saint-Tropez com a finalidade de conhecer os pais de Laurent. Este tenta fazer com que Renato, seu pai, se afaste de Zaza. Para complicar a situação, Simone se recusa a comparecer, fazendo com que Mougeotte, travestido, possa se passar por ela.

Quando, finalmente, os pais de Andréa chegam à Saint-Tropez, tudo está pronto para os acolher dignamente. Por outro lado, ávidos por informações sensacionalistas, um grupo de jornalistas acorre ao “La Cage aux Folles". O deputado não encontrará sossego a não ser através da fuga e de travestismo.

Todos, finalmente, se reencontrarão na igreja no dia do casamento de Laurent e Andréa. Renato e Zaza, de mãos dadas, aproveitarão a ocasião para começarem uma nova lua de mel, perturbada por um instante por conta da chegada inesperada de Simone.

imagem imagem imagem

Comentários

Adaptação cinematográfica de uma peça de teatro de grande sucesso, “A Gaiola das Loucas” é uma das melhores comédias dos anos 70 e, sem dúvida, a melhor realizada pelo cineasta Édouard Molinaro. Sua trama aborda o tema da homossexualidade de maneira burlesca mas respeitosa. Repleta de deliciosos diálogos, é sempre um prazer ter a oportunidade de revê-la.

No papel do homossexual Albin Mougeotte, conhecido como Zaza Napoli, o ator Michel Serrault mostra aqui a plena medida de seu enorme talento. No ano seguinte, ele recebeu uma bela homenagem de seus pares, ao lhe ser atribuído o prêmio César de melhor ator do ano. Ugo Tognazzi, no papel de seu companheiro homoafetivo, nos brinda igualmente com uma magnífica atuação.

Finalmente, merecem ainda ser citados o belíssimo figurino assinado por Ambra Danon e a maravilhosa trilha sonora de Ennio Morricone.

CAA