Filmes por gênero

TATI, A GAROTA (1973)

imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Pais: Brasil
Gênero: Drama
Direção: Bruno Barreto
Roteiro: Bruno Barreto, Miguel Borges
Produção: Lucy Barreto, Luiz Carlos Barreto
Música Original: Dori Caymmi, Paulo César Pinheiro
Fotografia: Murilo Salles
Edição: Raimundo Higino
Direção de Arte: Teresa Nicolao
Figurino: Teresa Nicolao
Efeitos Sonoros: José Tavares, Walter Goulart, Antônio Cézar
Nota: 6.8
Filme Assistido em: 1974

Elenco

Dina Sfat Manuela
Daniela Vasconcelos Tati
Hugo Carvana Capitão Peixoto
Wilson Grey Mendigo
Vanda Lacerda Dona Adélia
Zezé Macedo Dona Aurora
Fábio Sabag Advogado
Yara Amaral Dona Marta
Elizabeth Martins Zuli, a pretinha
Marcelo Carvalho Paulinho
Geraldo Affonso Miranda .
Paulo Neves .
Noelza Guimarães .
Fábio Sabag .

Prêmios

Festival Internacional de Cinema de Moscou, Rússia

Prêmio de Ouro (Bruno Barreto)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Manuela é costureira e mãe solteira que vive no Bairro da Penha, subúrbio do Rio de Janeiro, enfrentando dificuldades para criar sua filha Tati, de seis anos de idade.  Bastante inteligente, o grande sonho da garota é saber quem é seu pai.

Quando Manuela engravida novamente, sua situação tende a piorar.  É quando ela toma a decisão de sair do subúrbio e se estabelecer em Copacabana, onde, acredita ter mais facilidades para conseguir uma melhor freguesia e, por conseqüência, mais possibilidades de criar e dar uma boa educação a seus filhos.

O recomeço, no novo bairro, entretanto, é mais difícil do que ela esperava, o que a deixa em sérias dificuldades e a obriga a tomar medidas extremas.

imagem imagem imagem

Comentários

"Tati, a Garota" é uma adaptação para o cinema do livro homônimo do contista e romancista mineiro, Aníbal Machado.

Realizado pelo cineasta Bruno Barreto, o filme não é uma de suas melhores realizações.  O roteiro não é bem estruturado, tornando a narrativa às vezes confusa.

"Tati, a Garota" tem seus bons momentos ao apresentar a comovente relação entre mãe e filha.  No elenco, Dina Sfat está ótima, como sempre, e a garotinha Daniela Vasconcelos mostra-se como uma grata revelação.

CAA