Filmes por gênero

AMARCORD (1973)

Amarcord
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Fellini Amarcord (Suécia)
Amarcord - mig og min familie (Dinamarca)
Thymamai (Grécia)
Amarkord (Sérvia)
Secam se (Iugoslávia)
Pais: Itália, França
Gênero: Comédia Dramática
Direção: Federico Fellini
Roteiro: Tonino Guerra, Federico Fellini
Produção: Franco Cristaldi
Design Produção: Danilo Donati
Música Original: Nino Rota
Direção Musical: Carlo Savina
Fotografia: Giuseppe Rotunno
Edição: Ruggero Mastroianni
Direção de Arte: Giorgio Giovannini
Figurino: Danilo Donati
Guarda-Roupa: Mario Ambrosino, Rita Giacchero, Aldo Giuliani
Maquiagem: Rino Carboni
Efeitos Sonoros: Oscar De Arcangelis
Efeitos Especiais: Adriano Pischiutta
Nota: 9.4
Filme Assistido em: 1975

Elenco

Pupella Maggio Miranda Biondi, mãe de Titta
Armando Brancia Aurelio Biondi, pai de Titta
Magali Noël Gradisca, a cabeleireira
Ciccio Ingrassia Teo, tio de Titta
Nando Orfei Patacca, tio de Titta
Luigi Rossi Advogado
Bruno Zanin Titta Biondi
Gianfilippo Carcano O pároco
Josiane Tanzilli Volpina, prostituta
Maria Antonietta Beluzzi Proprietária de uma tabacaria
Giuseppe Ianigro Avô de Titta
Ferruccio Brembilla Líder fascista
Antonino Faa Di Bruno Conde Lovignano
Mauro Misul Professor de filosofia
Ferdinando Villella Fighetta, professor de grego
Antonio Spaccatini Policial
Aristide Caporale Juiz
Marcello Di Falco O Príncipe
Stefano Proietti Oliva, irmão de Titta
Alvaro Vitali Naso
Fernando De Felice Ciccio
Bruno Lenzi Gigliozzi
Francesco Vona Candela
Donatella Gambini Aldina Cordini
Carla Mora Gina, a doméstica
Domenico Pertica Acordeonista cego
Bruno Bertocci Matteo, marido de Gradisca
Dina Adorni Professora de matemática
Carmela Eusepi Filha do Conde de Lovignano
Francesco Maselli Professor de ciências naturais
Francesco Magno Diretor da Escola
Fiorella Magalotti Irmã de Gradisca
Fides Stagni Professor de história da arte
Mario Silvestri Professor de italiano
Marcello Bonini Olas Professor de ginástica
Mario Liberati Proprietário do Cinema Fulgor
Mario Milo O fotógrafo
Cesare Martignoni Barbeiro

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Federico Fellini)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Filme

David de Melhor Direção (Federico Fellini)

Sindicato Francês dos Críticos de Cinema, França

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Federico Fellini)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Italiano (Federico Fellini)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Revelação Masculina (Gianfilippo Carcano)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Estória Original (Federico Fellini, Tonino Guerra )

Prêmio Fita de Prata de Melhor Roteiro (Federico Fellini, Tonino Guerra)

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Europeu (Federico Fellini)

Círculo dos Roteiristas de Cinema, Espanha

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios Cálices de Ouro, Itália

Prêmio Cálice de Ouro de Melhor Filme (Federico Fellini)

Prêmios Globo D'Oro, Itália

Globo d'Oro de Melhor Filme (Federico Fellini)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção (Federico Fellini)

Oscar de Melhor Roteiro Original (Federico Fellini, Tonino Guerra )

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Atriz Coadjuvante (Pupella Maggio)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Figurino (Danilo Donati)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Ator Coadjuvante (Ciccio Ingrassia)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Trilha Sonora (Nino Rota )

Prêmio Fita de Prata de Melhor Fotografia (Giuseppe Rotunno )

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Numa pequena cidade italiana da década de 30, sob o domínio do fascismo, Titta Biondi é um garoto esperto que, frequentemente, escapa do ambiente familiar para andar pelas ruas e descobrir o mundo. Em suas andanças, ele encontra pessoas as mais diferentes possíveis como um vendedor ambulante mitomaníaco, um acordeonista cego, a proprietária de uma tabacaria de seios fartos, uma religiosa anã, etc.

A vida provinciana é marcada por manifestações em honra de Benito Mussolini, “Il Duce”, pela passagem do transatlântico Rex, pela chegada de um misterioso emir com suas odaliscas, pelos filmes de Gary Cooper no cinema local e pela passagem dos grandes pilotos da tradicional “Mila Miglia”.

Na escola, os professores se mostram caricatos, provocando risos e zombaria, com destaque para o de grego antigo que multiplica as caretas em cada uma das suas demonstrações de pronúncia correta. Os alunos, por sua vez, parecem concorrer ao título de rosto mais disforme.

Todos os dias, mesmo debaixo de chuva, eles fazem uma visita ao “Monumento da Vitória", um anjo com belas nádegas nuas e gordas. A obsessão sexual e a frustração que provoca dominam a vida do adolescente Titta.

Certo dia, numa das praças da pequena cidade, quando os moradores decidem preparar um banquete, eles constroem uma enorme fogueira e, ao som de uma fanfarra, os homens admiram a beleza de Gradisca em seu casaco vermelho com gola de pele negra.

Com a chegada do inverno rigoroso, Miranda, a mãe de Titta adoece e morre. Este, em prantos, procura refúgio num cais abandonado. No dia seguinte ao enterro, os amigos se reúnem no campo para festejarem o casamento de Gradisca com Matteo. Num caloroso discurso dirigido aos noivos, um dos presentes afirma que a bela mulher encontrou o seu Gary Cooper que, embora não seja um caubói, é um querido e eficiente carabineiro.

imagem imagem imagem

Comentários

Realizado por um dos maiores cineastas de todos os tempos, Federico Fellini, “Amarcord” é sem dúvida alguma uma verdadeira pérola do cinema italiano. Sua trama é baseada em memórias da adolescência do próprio Fellini, quando vivia em sua aldeia natal, época em que a Itália era dominada politicamente pelo regime fascista de Benito Mussolini.

Com maestria, o diretor aborda temas como a família, a igreja, as amizades, o amor, a lealdade, o anúncio do fascismo e o cinema. Personagens como Gradisca, vivida por Magali Noël, como a da proprietária de uma tabacaria de seios fartos, vivida pela atriz Maria Antonietta Beluzzi, como a do avô assertivo, são inesquecíveis.

Para completar, a música de Nino Rota nos encanta até hoje.

CAA